TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho final da disciplina de marketing

Por:   •  8/6/2015  •  Trabalho acadêmico  •  3.303 Palavras (14 Páginas)  •  125 Visualizações

Página 1 de 14

[pic 1]Trabalho Final Disciplina Fundamentos de Marketing e Comportamento do Consumidor

(EAD 0742)

Professora Kavita Miadara Hamza

Primeiro Semestre 2015

Turma 2

Integrantes do grupo:

Lauren Schwartzman

Naomi Watanabe

Pedro Augusto Souza

Richard Roberts

Ronaldo Jesus

Introdução

  O shopping Morumbi foi inaugurado inicialmente no ano de 1982 na região de Santo Amaro, na cidade de São Paulo. Possui, em suas proximidades uma grande concentração de empresas, dentre as quais se destacam as sedes da VIVO, Rede Globo São Paulo, Samsung e Nestlé. Além disso hotéis como Ibis e Grand Hyatt servem para comportar o grande fluxo de executivos da região em diferentes segmentos (a primeira franquia visa atender clientes que não sentem a necessidade de grande conforto enquanto que a segunda oferece maior luxo).

  Visando comportar esse fluxo empresarial bem como de pessoas que moram nos bairros paulistanos ao redor como Santo Amaro, Brooklyn, Granja Julieta entre outros, o shopping Morumbi visa atender o maior número de público possível concentrando em seu espaço lojas voltadas para diferentes gostos e perfis socioeconômicos, diretriz essa que é evidenciada no próprio website do centro de compras:

       “Desde 1982, o MorumbiShopping atua na vida e na moda do paulistano com um espaço democrático e um mix de lojas atual, moderno e variado. São, ao todo, 483 lojas dos mais diversos segmentos. [...]Grande variedade de lojas para atender a todas as necessidades de seus clientes.      

       [...]Premiado pelos principais veículos de São Paulo como o shopping mais completo, o MorumbiShopping posicionou-se como referência na cidade como um espaço democrático, que tem tudo para todos”

                 Fonte: http://morumbishopping.com.br/portal/o-shopping/sobre-o-shopping/ 

  É necessário porém, salientar que apesar de buscar um ambiente variado e possuir facilidades para o público geral, o local possui elementos que fazem com que o perfil de seus frequentadores esteja muito mais alinhado às classes mais altas do que em outros shoppings mais populares, como será discutido a seguir.

  Dito isso, buscou-se, (baseado nos conceitos de marketing e de comportamento do consumidor) a realização de um estudo que visa o entendimento da conjuntura do Shopping Morumbi no geral, bem como os elementos que o compõe: Lojas, público, serviços oferecidos, localização, além das facilidades e dificuldades para seus clientes.

Entradas

  O Shopping Morumbi conta com 6 entradas, dispostas por uma principal, algumas secundárias e algumas entradas que dão diretamente dentro de lojas. A entrada de pedestre com maior fluxo é a entrada traseira, pois é a mais próxima da estação de trem da CPTM; Apesar de ter um grande fluxo de pessoas, é uma parte relativamente nova, pois se trata de uma parte “expandida”, que teve sua construção após o inicio das atividades do shopping.

  Ao entrar por qualquer parte do shopping, a maior parte do público se direciona às lojas âncora, como a C&A e a FNAC, por isso, essas lojas se encontram em pontos extremos do prédio, fazendo com que os clientes circulem pelos corredores passando na frente de outras lojas como lojas de roupa (Lacoste, Bayard) e de telefonia celular (Claro, Tim).

  Logo na entrada também há a HotZone, loja que tem um local de destaque na entrada pois boa parte de seu público provém de um consumo impulsivo, ou seja, a disposição da loja é feita para que a maioria das pessoas que acessem o shopping tenham contato visual com a loja para esse consumo não-planejado. Uma parte do público fora dos finais de semana no shopping são funcionários de empresas próximas que pretendem almoçar nos restaurantes do local. Desse modo, existem escadas que dão acesso direto as praças de alimentação, sem que esse público cause um grande fluxo desnecessário de pessoas nos corredores das lojas.

Pontos-mortos

  Ao adentrar mais o estabelecimento, já se tornam notáveis alguns “pontos mortos” do shopping, ou seja, corredores onde a circulação de pessoas é menor. Esses corredores estão localizados no centro, pois a maioria do público não tem necessidade de passar por esses locais para acessar as lojas-âncora ou a praça de alimentação. Assim, o principal foco das lojas desses corredores é o setor de serviços, onde os estabelecimentos trabalham com hora marcada (salões de beleza, agências de viagem) e não necessitam de um local de destaque para divulgação de sua marca com propósito de consumo imediato.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (21.3 Kb)   pdf (435.2 Kb)   docx (607.6 Kb)  
Continuar por mais 13 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com