TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ANALISE DAS DEMOSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA GESTÃO DE EMPRESAS.

Por:   •  4/2/2017  •  Relatório de pesquisa  •  1.876 Palavras (8 Páginas)  •  181 Visualizações

Página 1 de 8

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

João Pedro

A IMPORTANCIA DA ANALISE DAS DEMOSTRAÇOES CONTABEIS PARA GESTAO DE EMPRESAS.

1 INTRODUÇÃO

        Existem diversas formas de se analisar o desempenho de uma empresa: pela qualidade de seus serviços, pela qualidade dos seus produtos ou através das demonstrações contábeis que pode ser definido como um conjunto de técnicas que mostram a situação financeira das empresas em determinado ponto.

Devido à alta competitividade do mercado e o instinto de sobrevivência das empresas os gestores sentiram a necessidade de obter mais informações a respeito das atividades financeiras de seu empreendimento, informações essas que irão auxiliar na tomada de decisões e servirão como comparativos entre empresas do mesmo ramo e com intuito de atrair novos investidores, a informação surge como um grande aliado de qualquer empresa e é através de indicadores que investidores em potencias irão analisar onde investir seu dinheiro. Esses indicadores irão servir para fornecer informações tanto para usuários internos como externos, diminuindo assim margens para o erro.

        O presente estudo aborda os indicadores de: Liquidez corrente, Liquidez Seca e Liquidez Geral; de duas grandes empresas do ramo varejista, Lojas Americanas e Magazine Luiza, com o objetivo de mensurar a capacidade que as empresas possuem de honrar seus compromissos de curto e longo prazo junto a terceiros.

        Através dos indicadores citados, pode-se analisar o equilíbrio financeiro da empresa ou desequilíbrio.

Muitas pessoas confundem índices de liquidez com índices de capacidade de pagamento. Os índices de liquidez não são índices extraídos do fluxo de caixa que comparam as entradas com as saídas de dinheiro. São índices que, a partir do confronto do Ativos Circulantes com as dividas, procuram medir que, quão solida é a base financeira da empresa. Uma empresa com bons índices de liquidez tem condições de ter boa capacidade de pagar suas dividas, mas não estará, obrigatoriamente, pagando suas dividas em dia em função de outras variáveis como prazo, renovação de dividas etc (MATARAZZO, Dante Carmine, 2010, pág. 99).

        Assim sendo, o tema escolhido tem como objetivo geral e específico discorrer sobre a parte teórica dos Índices de Liquidez com intuito de fornecer informações financeiras para a parte acadêmica e a quem interessar.

1.1FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Neste capitulo iremos abordoar os índices Liquidez de um ponto de vista teórico, que são: Liquidez Corrente, Liquidez Seca e Liquidez Geral. Os Índices de Liquidez são utilizados para mensurar a capacidade de pagamento determinada empresa seja a curto ou longo prazo.

        Assim descreve MARION ( 2007, pág. 83):sobre os Índices de Liquidez MARION ( 2007, pág. 83):

São utilizados para avaliar a capacidade de pagamento da empresa, isto é, constituem uma apreciação sobre se a empresa tem capacidade para saldar seus compromissos. Essa capacidade de pagamento pode ser avaliada, considerando: longo prazo, curto prazo ou prazo imediato.

1.1.1 LIQUIDEZ CORRENTE

A liquidez corrente é um dos índices mais utilizados e tidos por alguns como o medidor da saúde financeira da empresa.  A Liquidez Corrente demonstra se a empresa tem capacidade de honrar seus compromissos a curto prazo, geralmente no período de um ano.

Este quociente relaciona quantos reais dispomos, imediatamente disponíveis e conversíveis em curto prazo em dinheiro, com relação às dividas de curto prazo. É um índice muito divulgado e freqüentemente considerado como o melhor  indicador da situação de liquidez da empresa. É preciso considerar que no numerador estão incluídos itens tão diversos como: disponibilidades, valores a receber a curto prazo, estoques e certas despesas pagas antecipadamente. No denominador estão incluídas as dividas e obrigações vencíveis a curto prazo. (LUDÍCIBUS, Sérgio de, 2008, pág. 91)

                                                       Ativo Circulante

Índice de Liquidez Corrente = ___________________

                                           Passivo Circulante

Fonte: Estrutura e Analise de Balanços – Assaf (2007, p.190)

1.1.2 LIQUIDEZ SECA

        Liquidez Seca, de acordo com Assaf (2007, p.190)

O quociente demonstra a porcentagem das dividas a curto prazo em condições de serem saldadas mediante a utilização de itens monetários de maior liquidez do ativo circulante. Essencialmente, a liquidez seca determina a capacidade de curto prazo de pagamento da empresa mediante a utilização das contas do disponível e valores a receber.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.5 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com