TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho filme

Por:   •  13/2/2017  •  Trabalho acadêmico  •  2.689 Palavras (11 Páginas)  •  443 Visualizações

Página 1 de 11

TRABALHO INTERDISCIPLINAR – FILME

  1. INTRODUÇÃO

O presente trabalho é uma resenha crítica do filme À procura da felicidade, relacionando o conteúdo com as matérias de Psicologia e Desenvolvimento I: infância e adolescência, Psicologia e Desenvolvimento II: Jovem, Adulto, Meia- Idade e Terceira Idade, Psicologia Organizações e Trabalho II e Psicologia Social.

O objetivo deste trabalho é o estudo sobre as relações do trabalho para o indivíduo e a sociedade, enfatizando o sentido e significado do mesmo, relacionando com os conflitos familiares na infância e na vida adulta levando em consideração as teorias da psicologia sobre várias áreas da vida, do comportamento, suas relações sociais, sendo desenvolvido a partir de pesquisa bibliográfica, assim como a análise do filme.

2. DESENVOLVIMENTO

2.1. IDENTIFICAÇÃO DO FILME

Filme: À Procura da Felicidade, lançado no Brasil em fevereiro de 2007.

Direção: Gabriele Muccino.

Protagonistas: Christopher Gardner (Will Smith), Linda (Thandie Newton) e Christopher (Jaden Smith).

Gênero: Drama bibliográfico.

2.2. RESUMO DO FILME

O filme À Procura da Felicidade conta a história de Chris Gardner um pai de família que luta pela sobrevivência em meio a um momento de crise nos Estados Unidos. Mesmo com uma condição de vida difícil, Chris Gardner luta dignamente, e nunca desacredita que um dia poderá mudar sua vida. Em meio a tantas dificuldades, ele é abandonado por sua esposa, e passa a criar o seu filho sozinho. Embora naquele momento as condições sejam extremamente difíceis, ele não deixa de manter o carinho e ensinar valores éticos ao seu filho, que confia incondicionalmente em suas atitudes e princípios.

(PARECE QUE ESTÁ DESCONEXO) Gardner vive um momento de dificuldade financeira, pois havia investido todas as economias da família em equipamentos médicos acreditando ser um bom negócio, no entanto eram equipamentos considerados desnecessários devido ao seu alto custo, o que levou o seu investimento ao fracasso. (GARAMOS AQUI PARECE QUE FALTA ALGO)

Chris vê em uma oportunidade de estágio como corretor de valores a chance de melhorar de vida, porém ele descobre que o estágio é sem remuneração e somente o melhor conseguirá ser efetivado. Mas os problemas financeiros não podem esperar sem dinheiro nenhum ele chega a mendigar 14 dólares que um amigo lhe devia. Sempre a tentar que não percebam no escritório o que se passa, as coisas chegam ao ponto de chegarem ao Motel à noite completamente arrasados e verificarem que tinham sido "despejados”. Chris nunca desiste nem baixa os braços, com o seu filho e os poucos haveres que lhe cabem nas mãos vê-se obrigado a dormir em albergues para mendigos e até na estação de metro em banheiro público. Chris é o primeiro dos 20 candidatos à vaga na Empresa de Corretagem...

Com muito empenho e dedicação Chris passa pelo período de estágio e consegue ser selecionado para a vaga efetiva da empresa onde conseguiu a tão sonhada mudança de vida e após algum tempo consegue abrir sua própria empresa que se torna multimilionária no ramo de ações. (FALTA FECHAR COM CHAVE DE OURO)

2.3. PSICOLOGIA E DESENVOLVIMENTO I: INFÂCIA E ADOLESCÊNCIA

É esperado na vida adulta jovem que se tenha base para um funcionamento físico de todo o restante da vida, porém o protagonista Ron, um Cowboy que vivia de forma desregrada, que possuía vícios em apostas, drogas, sexo sem proteção e álcool e que não possuía nenhum vinculo familiar, não estava preocupado com estas condições até o momento que se descobre portador do HIV. A partir desse momento Ron começa uma corrida contra o tempo para que ele tenha direito a um tratamento mais eficaz.

A ligação entre o comportamento e a saúde aponta para o inter-relacionamento entre os aspectos físicos, cognitivos e emocionais do desenvolvimento. O que as pessoas sabem sobre a saúde influencia o que fazem, e o que fazem influencia como se sentem.

(PAPALIA, 2000, p. 518)

Na década de 80 as pessoas possuíam poucas informações a cerca do vírus HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) e isso influenciava o modo como às pessoas agiam, deixando-as vulneráveis ao contágio da doença.

“Segundo Papalia(2000) a Aids é mais grave e progride com mais rapidez em pessoas a partir da meia idade, cujo sistema imunológico pode estar enfraquecido. Ron classificado nesta fase do ciclo vital era dependente de substâncias químicas, e issofez com que o processo de debilitação fosse mais rápido ao ser infectado. A partir disso ele passou a procurar alternativas que pudessem prolongar seus dias de vida e viu nesta tentativa também a possibilidade de lucro.”

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18.9 Kb)   pdf (210 Kb)   docx (25.1 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com