TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

EXECUÇÃO PENAL LEITURA TEXTO CRITICO

Por:   •  15/5/2020  •  Pesquisas Acadêmicas  •  379 Palavras (2 Páginas)  •  14 Visualizações

Página 1 de 2

Ao observarmos o que fala Loic Wacquant em “O lugar da prisão na nova administração da pobreza”, consigo perceber que a sociedade norte americana partem de uma conduta absolutamente punitiva com aqueles que são considerados criminosos .O crescimento exponencial da população carcerária que tem na sociedade americana , podemos ver que a teoria do “discurso de luta contra qualquer crime”, serviu apenas para auxiliar na reformulação das funções do Estado.

Partindo por está linha, as penitenciarias serviram como instrumentos para administrar a extrema pobreza, esse contexto que era aceito pelo capitalismo, levava-os ex prisioneiros a aceitarem trabalhos com remunerações baixas, pois não conseguiam nada melhor e por isso não conseguiam sair da baixa linha da pobreza, eram como sempre marginalizados, e por não ter nenhum tipo de opção melhor viviam essa “sobrevida”.

Todo esse conjunto de trabalhos que não eram ilegais, porém, nem sempre formais, faziam com que os números do desemprego fossem baixo dentro daquela sociedade. Algo curioso que se pode destacar, é que quando falamos em relação de trabalho –prisão, conforme já dito pelo Wacquant(2008), é o setor prisional mesmo que fomenta o número de empregos , até mesmo no setor privado.Podemos acrescentar ainda um movimento de exclusão racial, que resulta de uma estatística prisional, em suma maioria, negros e pobres.

Seguindo a mesma linha, Barbosa e Coelho(2017), diz:

No entanto, os novos contornos elitizados do neoliberalismo estão corrompendo a harmonia entre tais conceitos e promovendo um novo tipo de Estado autoritário e opressor, que viabiliza a dominação da massa trabalhadora, a marginalização dos pobres e o fortalecimento da segregação étnico-racial com o uso de medidas punitivas extremas. (BARBOSA e COELHO, 2017 , p. 166)

Podemos afirmar que Wacquant(2008), quando demonstra o posicionamento em um sistema prisional pobre, se entende que a prisão, enquanto considerada um instituição , tem como objetivo, prestação de assistência a população menos favorecida, mas essa assistência pode ser concedida apenas se a população se manter comportada, sendo submetida a exames periódicos toxicológicos .

Assim podemos construir um Estado que irá servir , subjugar se necessário, reprimir e neutralizar populações pobres e prisioneiras, mas como já vimos e muito se constata a todo instante, eram pobres antes de ser presos, e bem provável continuarão pobres depois que passar por ela.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.5 Kb)   pdf (32.6 Kb)   docx (7.7 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com