TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PLANEJAMENTO DE PESQUISA EXPLORATÓRIA SOBRE O COMPORTAMENTO DOS CONSUMIDORES DE JOGOS ELETRÔNICOS DIGITAIS JUNTO AOS ALUNOS E ALUNAS DOS CURSOS DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA, ENGENHARIA AMBIENTAL E EDUCAÇÃO FÍSICA

Por:   •  28/4/2015  •  Trabalho acadêmico  •  12.266 Palavras (50 Páginas)  •  152 Visualizações

Página 1 de 50

Sumário

Introdução        

1.        Capítulo 1 – Objetivo        

1.1.        Geral        

1.2.        Específicos        

2.        Capítulo 2 – Metodologia        

2.1.        Instrumental        

2.2.        Coletas de Dados em Campo        

2.3.        Tabulação e Análise de Dados        

3.        Capitulo 3 – Universo        

3.1.        Universo        

3.2.        Método de Seleção e Tamanho da Amostra        

3.2.1.        Opção Não Probabilística        

3.3.        Composição Amostral        

3.3.1.        Opção Não Probabilistica        

4.        Referências        

5.        Apêndices        

5.1.        Apêndice 1 – Modelo de Formulário        

5.2.        Apêndice 2 – Relatório Pré-teste        

5.3.        Apêndice 3 – Redação final do questionário        

6.        Anexos        

6.1.        Anexo 1        

6.2.        Anexo 2        

6.3.        Anexo 3        

6.4.        Anexo 4        

Introdução

        A pesquisa apresentada neste trabalho tem como tema central revelar os fatores que despertam e motivam o consumo de jogos digitais mobile pelos jovens universitários. O estudo tem como objetivo investigar os hábitos digitais e recreativos dos alunos do período noturno dos cursos de Publicidade e Propaganda, Engenharia Ambiental e Educação Física da Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

        Os dados aqui levantados se mostram interessantes, uma vez que sempre houve a dúvida em saber se o consumo de determinados tipos de games influenciam, ou de alguma maneira estão interligados às mudanças de comportamento emocional e psicológico dos jovens principalmente daqueles que desde a infância estão intrinsecamente ligados ao advento e as facilidades trazidas pela tecnologia no mundo moderno.

O mundo, em 2014, já conta com mais de 7 bilhões de aparelhos celulares, fora outros aparelhos mobiles como Tablet’s, Ipod’s, etc. De acordo com a mesma pesquisa, o mundo sofreu uma penetração de telefonia celular de 96%, sendo 89% nos países em desenvolvimento e 128% nos industrializados.A Europa continua sendo líder no ranking de região do mundo com mais pessoas conectadas, com uma taxa de penetração de 75%, muito acima dos 32% Ásia- Pacífico e dos 16% da África (G1, 2014).

Os números são assustadores e provam que nos dias atuais, temos no mundo mais aparelhos mobiles do que seres humanos. Isso que já nos dá uma ideia de quanto o mercado de telefonia se encontra em alta e que, consequentemente, a demanda para geração de conteúdo para os aparelhos também segue na mesma taxa de crescimento.

        Entretanto, para poder analisar a relevância dos jogos digitais na vida dos jovens de hoje, é necessário uma retrospectiva histórica, mostrando sua história, evolução, penetração na cultura popular e influência significativa no modo de pensar e agir nos jovens, desde o seu início, no século passado.Como conta Amoroso (2014), a história dos games começou pouco antes da segunda metade do século XX.Tudo começou com os físicos Thomas T. Goldsmith Jr. e Estle Ray Mann, que criaram em 1947, em pequeno passatempo ligando tubos de raios catódicos em um osciloscópio. Os traços de luz exibidos simulavam mísseis. O equipamento foi patenteado e batizado de Dispositivo para Diversão de Tubo de Raios Catódicos.Já em 1958, o físico William Higinbotham criou o Tennis for Two (Tênis para Dois) em um osciloscópio para simplesmente manter os visitantes do laboratório Brookhaven entretidos. Este foi o primeiro jogo levado a púlico.
Na década de 60, precisamente em 1961, estudantes do Instituto de Tecnologia de Massachusetts desenvolveram o Spacewar! jogo onde duas naves espaciais atiravam torpedos uma à outra.  Esse é ainda hoje um jogo considerado de muita influência e reconhecimento (TECH TUDO, 2014).

Mas, o marco principal dos jogos está na década de 70, com a explosão dos fliperamas. O engenheiro NolanBushnell criou uma máquina que podia ser conectada a um televisor para que as pessoas jogassem Spacewar! O jogo foi batizado de Computer Space e em 1971 foi instalado na universidade de Stanford, como o primeiro jogo operado com moedas.

Foi no ano de 1972 que surgiu o primeiro console doméstico o MagnavoxOdyssey, totalmente analógico e movido a baterias. Apesar da boa aceitação do público, devido a ações de marketing erradas, perdeu espaço aos poucos. Já O primeiro console “programável” — ou seja, com cartuchos — foi o FairchildChannel F, lançado em 1976. A popularidade do Channel F começou a cair em 1977, com o lançamento de um console que é lembrado até hoje: o Atari VCS 2600.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (78.4 Kb)   pdf (328.5 Kb)   docx (65.1 Kb)  
Continuar por mais 49 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com