TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A IGUALDADE DE GÊNEROS EM DISCUSSÃO NO SÉCULO XXI

Por:   •  10/3/2019  •  Trabalho acadêmico  •  423 Palavras (2 Páginas)  •  24 Visualizações

Página 1 de 2

A desigualdade de gênero em discussão no século XXI é algo demasiadamente obsoleto para tamanho desenvolvimento da a sociedade atual. Porém, ainda ocorre. Ademais, não há um país no mundo que tenha alcançado 100% a igualdade de gênero, segundo Emma Watson, embaixadora da ONU Mulheres. Tal fato ocorre seja pelo machismo enraizado em mentes retrógadas, seja pelos padrões impostos no corpo social, tanto para mulheres como para homens.

A priori, o machismo fixo em pessoas arcaicas é uma problemática. À vista disso, segundo o jornal El País, o machismo alimenta a desigualdade entre os sexos e mulheres ainda ganham menos e estão em menor número nas esferas de poder. Além disso, é importante abordar que muito dos homens acreditam que por mulheres engravidarem, devem ocupar menos cargos e com salários diferentes, o que deturpa totalmente o que o movimento feminista e os direitos humanos das mulheres combatem, já que é tirado oportunidades e valores fundamentais do sexo feminino, apenas por preconceito do sexo oposto. À exemplo, tem-se um dado do jornal El País, o qual mostra que um homem ganha 69% a mais do que uma mulher nas mesmas condições de trabalho e graduação, dado este que demonstra o quanto os objetivos do feminismo precisam ser alcançados e postos em prática.

Destarte, padrões impostos na sociedade para homens e mulheres é outra problemática. Logo, assim como mulheres são rebaixadas ao receberem salários inferiores, homens são discriminados ao demonstrarem necessidade de ajuda, ao chorarem, ao manifestarem sentimentos e tudo isso apenas pois pareceriam menos homens na visão deles. Assim sendo, a desigualdade não afeta somente a massa feminina e só no ramo profissional, o que muitas pessoas acham que acontece. Como exemplo, tem-se o fato de que o suicídio é a quarta maior causa de morte entre os homens e muitos deles não procuraram ajuda psicológica, segundo a revista Isto é. Por isso, a definição de preconceito necessita de mudanças para os integrantes do corpo social, e é claro, ser combatida.

Portanto, medidas devem ser tomadas para que a desigualdade de gênero diminua. Dessa forma, os governos federais dos países devem instituir uma lei que garanta uma porcentagem significativa de mulheres em cargos de poder com igualdade salarial – e punição para quem não cumprir -, enquanto a mídia deve realizar parceria com o Ministério de Desenvolvimento Social para promover campanhas de igualdade para homens e mulheres, por meio de maior direcionamento do imposto público para a causa, a fim de que a população tenha equilíbrio entre os sexos. Dessa forma, o movimento feminista terá sido vitorioso.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.7 Kb)   pdf (25 Kb)   docx (7.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com