TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Libras

Por:   •  29/3/2013  •  1.251 Palavras (6 Páginas)  •  962 Visualizações

Página 1 de 6

PÚBLICO-ALVO

Uma classe do 4° ano do ensino fundamental, com 28 alunos, sendo um aluno surdo de 10 anos de idade.

PERFIL DA TURMA

Crianças com idade entre 09 e 10 anos, de classe médio-baixa, de uma escola municipal onde há poucos recursos na sala de aula, mas que podem ser adaptados, como por exemplo: assistir a vídeos.

Na biblioteca podem-se encontrar livros, revistas e jornais como recursos a serem utilizados sobre diversos temas; as carteiras da sala podem ser distribuídas de acordo com a necessidade da aula; individuais, em duplas, círculos ou grupos de 04 alunos. A maioria dos pais participam das reuniões, mas poucos acompanham a vida escolar dos filhos como ajudar no dever de casa, devido à necessidade das mães trabalharem, as vezes em mais de um serviço, ou pelo fato de famílias desestruturadas com separações dos pais; a mãe do aluno surdo participa mais ativamente por estar preocupada com a necessidade especial de seu filho, para poder auxiliá-lo nos deveres de casa.

TEMA DA AULA

A importância da água em nossa vida.

JUSTIFICATIVA

Fazer com que a criança reflita sobre a escassez da água e as formas de economia desta, preservação de mananciais, nascentes e rios criando uma consciência ecológica na criança sendo que estas podem levar esses conhecimentos para os pais chamando a atenção destes para uma realidade que as vezes passa despercebida, pois muitos adultos ainda acham que a água é um recurso renovável e acham que não há necessidade de economia, por exemplo. Nesse caso essas crianças estarão sendo agentes informantes.

OBJETIVOS

Reconhecer a importância da água como recurso indispensável à sua vida e a do planeta. Avaliar as alterações promovidas pelo homem e suas consequências.

Diferença entre água potável e água salgada, imprópria para beber.

CONTEÚDO

A necessidade da água em nossa vida, os cuidados com a água (fontes poluidoras, economia, mata ciliar e etc). O ciclo da água, o direito à água de qualidade, tratamento da água, onde está a água potável?

RECURSOS DE ENSINO

Recursos visuais: vídeo com legenda, slides com fotos da nascente do rio e seu percurso, visita ao rio e estação de tratamento da água, livro didático, cartazes informativos coloridos.

RECURSOS DE MATERIAIS

Televisão, dvd, mídia, retroprojetor, revistas, cartolinas, tinta, guache, cola, tesoura, giz de cera (para confecção dos cartazes), ônibus para o transporte, bilhete de autorização para enviar para as mães.

AVALIAÇÃO

Observar e registrar a participação dos alunos nas diferentes etapas e nos trabalhos individuais e coletivos, examinar textos (individuais), desenhos e cartazes desenvolvidos por eles (a classe deverá desenvolver os cartazes divididos em grupo de 04 alunos onde o aluno surdo fará parte de um deles. Como a visualização e a materialização são fatores importantes na educação do surdo, cremos que essa atividade além de inserir o aluno surdo no grupo também auxiliará na assimilação do conteúdo aplicado, o intérprete será solicitado quando necessário para auxiliar o grupo na comunicação com o colega surdo, volta ao círculo da discussão para saber o que foi acrescentado no aprendizado a partir da aula; a professora deve incluir novamente o aluno surdo na discussão de avaliação através do intérprete.

CONCLUSÃO

A pesquisa detectou que em meio de tantos desafios, para uma educação digna e eficaz e a inclusão e integração dos surdos nas escolas regulares, seja ele dominador de libras ou não, é preciso muito avanço nos recursos de adaptação desse grupo de pessoas, que possui igual grau cognitivo que os ditos dominantes ouvintes e por ignorância muitas vezes a capacidade de aprendizado é subestimada e pelas suas dificuldades de aprendizagem acabam sendo vistas como problemas de cognição, sendo considerados incapazes de aprender.

Os professores das salas regulares e às vezes até das escolas especiais, não estão preparados para o trato com os surdos, a maioria não sabe nem mesmo como comunicar-se. Sem uma comunicação efetiva, utilizando inclusive a Língua de Sinais, o processo estará completamente comprometido. Cabe a cada educador não cruzar os braços

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.5 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com