TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Teoria do Apego em Adultos

Por:   •  13/5/2019  •  Pesquisas Acadêmicas  •  621 Palavras (3 Páginas)  •  10 Visualizações

Página 1 de 3

Teoria do apego em adultos

Os psicólogos John Bowlby e Mary Ainsworth  a partir de em estudos com crianças e seus cuidadores lançaram as bases da teoria do apego moderna, sendo assim, as crianças e cuidadores foram o foco principal desta teoria por muitos anos.

Os psicanalistas Cindy Hazan e Phillip Shaver, no fim dos anos 80, aplicaram a teoria do apego a relacionamentos românticos adultos, por conseguinte, notaram que as interações entre parceiros românticos adultos eram similares com as interações entre crianças e cuidadores. Relacionamentos românticos servem como uma base segura em que os companheiros ajudam um ao outro a enfrentar as surpresas, as oportunidades e os desafios que a vida apresenta.

Como sabemos, a relação romântica entre adultos são muitos diferentes em muitos aspectos de relação entre crianças e cuidadores. A afirmação não é que estes dois tipos de relacionamentos são idênticos, mas sim que os princípios fundamentais da teoria do apego aplicam-se a ambos.

Estilos de apego

O estilo de apego em adultos corresponde ao estilo de apego em crianças. Por exemplo, o estilo preocupado-ansioso em adultos corresponde ao ansioso-ambivalente em crianças.

As descrições de estilos de apego em são baseadas no questionário de relacionamento elaborado por Bartholomew e Horowitz em uma análise feita por Pietromonaco e Barrett.

Existem várias abordagens de tratamento baseadas no apego que podem ser usadas com adultos. Além disso, existe uma abordagem para tratamento de casais baseada na teoria do apego.

Os adultos possuem quatro estilos de apego: seguro, preocupado-ansioso, desapegado-evitativo, e desorganizado.

Apego seguro

No apego seguro as pessoas tendem a ter opiniões positivas sobre si mesmas e sobre seus companheiros, por conseguinte, tendem também a ter opiniões positivas sobre seus relacionamentos. Muitas vezes elas relatam maior satisfação e harmonia em seus relacionamentos que pessoas com outros estilos de apego. As pessoas que tem um apego seguro sentem-se confortáveis tanto com a intimidade quanto com a independência. Buscam um equilíbrio entre ambos em sua relação.

Apego preocupado-ansioso

O apego preocupado-ansioso são de pessoas que buscam por grandes níveis intimidade, aprovação, e receptividade de seus companheiros. As mesmas dão tanto valor a intimidade que acabam sendo excessivamente dependentes de seus companheiros. Sendo comparado ao apego seguro, as pessoas que fazem parte desse apego não costumam ter opiniões positivas sobre si mesmas.

Costumam duvidar de seu verdadeiro valor como companheira e culpam-se pela falta de receptividade de seus companheiros. Pessoas ansiosamente apegadas possuem características de altos níveis de expressividade emocional, preocupação, e impulsividade em seus relacionamentos.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.3 Kb)   pdf (49.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com