TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Ambiente Virtual De Aprendizagem (AVA) Disciplina: Direito Do Consumidor Aula-tema 03:Práticas Abusivas Vedadas Pelo Código De Defesa Do Consumidor

Dissertações: Ambiente Virtual De Aprendizagem (AVA) Disciplina: Direito Do Consumidor Aula-tema 03:Práticas Abusivas Vedadas Pelo Código De Defesa Do Consumidor. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  12/11/2013  •  340 Palavras (2 Páginas)  •  1.443 Visualizações

Página 1 de 2

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

Disciplina: Direito do Consumidor

Aula-tema 03:Práticas abusivas vedadas pelo Código de Defesa do Consumidor

NOME Carla Carolina dos Santos

RA 1034985156

Atividade de Autodesenvolvimento

Anhanguera Educacional

2013

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

Disciplina: Direito do Consumidor

Aula-tema 03:Práticas abusivas vedadas pelo Código de Defesa do Consumidor

Atividade de Autodesenvolvimento

Trabalho desenvolvido para a disciplina Direito do Consumidor apresentado à Anhanguera Educacional como exigência para a avaliação na Atividade de Autodesenvolvimento, sob orientação do tutor (Marisa Ap. Paula Assis).

Anhanguera Educacional

2013

Faça um texto dividido em duas partes:

Consumidor comprou um produto em uma empresa chamada Shop do Az.

O prazo de entrega dado pela empresa é de 10 a 20 dias úteis. Segundo o consumidor, a compra havia sido feita há mais de um mês e o produto ainda não tinha sido entregue.

De acordo com o relato consumidor, o produto foi pago, porém até aquele momento não havia recebido nenhum retorno da empresa sobre a entrega da mercadoria.

A empresa entrou em contato alegando que o produto chegaria em mais 15 dias, sendo que o reclamando já havia esperado um mês.

A reclamação descrita acima foi a primeira do consumidor, após essa primeira tentativa foi aberta mais uma reclamação onde ele descreve que o fornecedor, depois de descumprir todos os prazos de entrega previstos na data da compra, informou um novo prazo de 15 dias contados a partir de 16/09/2013.

Desde então se passaram 26 dias, com um total 45 dias desde a compra.

Não recebeu sequer o código de rastreamento ou qualquer outra informação sobre o envio.

O descaso com o consumidor continua.

O caso descrito acima enquadra-se no inciso IX artigo 39 do CDC, que versa sobre “ recusar a venda de bens ou a prestação de serviços, diretamente a quem se disponha a adquiri-los mediante pronto pagamento, ressalvados os casos de intermediação regulados em leis especiais; (Redação dada pela Lei nº 8.884, de 11.6.1994)” , pois fica claro no caso descrito que o consumidor pagou pela mercadoria, porém não a recebeu.

De acordo com análise do caso, fica claro que o consumidor foi lesado

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com