TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estudo Caso: O Segredo Da Cacau Show

Monografias: Estudo Caso: O Segredo Da Cacau Show. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  21/3/2014  •  4.006 Palavras (17 Páginas)  •  1.973 Visualizações

Página 1 de 17

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 FUNDAMENTOS DE ADMINISTRAÇÃO II 4

2.1 TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO II 4

2.2 CONTABILIDADE 8

2.2.1 Demonstração Contábil 9

2.2.2 Demonstração do Resultado do Exercício 10

2.3 ECONOMIA 12

2.4 MATEMÁTICA 14

2.4.1 Situação 1: Suponha que um vendedor desta empresa recebe um salário fixo de R$ 700,00 mais uma comissão de 8% em relação ao total de vendas realizadas em certo mês. 14

2.4.2 Situação 2: Suponha que uma compra de chocolates para a Páscoa no valor de R$ 5.200,00 foi paga à vista com 18% de desconto. Qual será o preço à vista? 15

2.4.3 Situação 3: Em um grupo de jovens foi realizada uma pesquisa sobre chocolates e seus recheios. Coletou-se que 60% dos jovens preferem o recheio “A” e 70% preferem o recheio “B”. Sabendo que todo jovem prefere pelo menos um dos recheios, qual o percentual de jovens que preferem ambos recheios? 15

3 CONCLUSÃO 16

REFERÊNCIAS 17

1 INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo estudar os Segredos da Cacau Show, sendo que estudaremos como abrir uma empresa, seus aspectos subjetivos e objetivos. Também sobre Contabilidade e Demonstrações Contábeis, e a estrutura de mercado e finalmente alguns exercícios matemáticos. O mundo está em constante mudança, temos que aprender, mais e mais, para isso precisamos de empreendedores capacitados com olhar amplo e que saiba enfrentar problemas de forma eficiente e eficaz.

2 FUNDAMENTOS DE ADMINISTRAÇÃO II

“Administração é processo de planejar, organizar, liderar, e controlar o trabalho dos membros da organização, e usar todos os recursos disponíveis da organização para alcançar os objetivos estabelecidos”. (Stoner & Freeman, 1999)

2.1 TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO II

A palavra empreendedor (entrepreneur) surgiu na França por volta dos séculos XVII e XVIII com o objetivo de designar aquelas pessoas ousadas que estimulavam o progresso econômico, mediante novas e melhores formas de agir. O termo empreendedor é utilizado para qualificar, ou especificar, principalmente, aquele indivíduo que detém uma forma especial, inovadora, de se dedicar às atividades de organização, administração, execução, principalmente na geração de riquezas, na transformação de conhecimentos e bens em novos produtos – mercadorias ou serviços; gerando um novo método com o seu próprio conhecimento. É o profissional inovador que modifica, com sua forma de agir, qualquer área do conhecimento humano.

Dentre vários que sonham em ter o seu próprio negócio, boa parte relaciona como motivações, a possibilidade de passar a ter horários flexíveis, liberdade, ausência de pressão, o fato de deixar de ter um chefe a quem se reportar, mais tempo livre, entre outros fatores sem conexão com o objetivo inicial.

Outro aspecto diz respeito à própria formação acadêmica dos empreendedores, oriundos de áreas técnicas e que iniciam sua primeira empresa sem ter experiência necessária para escrever um plano de negócio com qualidade, atrair capital e cumprir as funções executivas simultaneamente.

Em algumas situações, o executivo possui o conhecimento, no entanto não dispõe de tempo e equipe totalmente disponíveis para executar o projeto. Os empreendedores acabam deixando de lado o constante aperfeiçoamento nas áreas de negócio. Não só o aprimoramento do conhecimento sobre o mercado que atinge, mas também conhecimentos gerais de negócios, legislações, oportunidades e assuntos os quais possam interessar ao futuro organizacional. É importante também que haja dedicação completa e absoluta ao negócio nos primeiros anos para que se obtenha ao menos uma condição que lhes permita pensar no futuro e desfrutar desta relação de motivações que os impulsionaram a abrir o negócio.

Um plano de negócio é um documento que descreve por escrito os objetivos de um negócio e quais passos devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, diminuindo os riscos e as incertezas. Um plano de negócio permite identificar e restringir seus erros no papel, ao invés de cometê-los no mercado. As informações são a matéria prima para um plano de negócios, e ele, deve ser encarado como um instrumento rígido, e acompanha-lo sempre.

Ao descrever o plano, temos que fazer um breve relato com suas principais características, procurando mencionar: o que é um negócio; quais os principais produtos e ou serviços; o montante de capital a ser investido; qual será o faturamento mensal; que lucro espera obter do negócio; em quanto tempo espera que o capital investido retorne. Esses relatos influenciam na atuação da empresa, também levantar dados como: local, instalações, maquinário, número de funcionários, material que será trabalhado etc.

Logo fazer um estudo com a legislação da cidade em que a empresa irá operar. Ver de que maneira que ela encaixa na lei de zoneamento, em qual região ele pode operar, para não ter a desagradável surpresa, ao descobrir que o prédio que alugamos não poderá ser utilizado para o que pretendemos. Algumas atividades necessitam de autorização de funcionamento por parte do órgão ambiental competente, levando em conta o tipo de operação e os materiais utilizados.

A forma jurídica é necessária para que uma empresa exista. A forma jurídica determina a maneira pela qual ela será tratada pela lei, assim como seu relacionamento jurídico com terceiros. As formas jurídicas mais comuns para micro e pequenas empresas são:

-Sociedade Limitada, nesse tipo de empresa duas ou mais pessoas associam-se para a criação de uma pessoa jurídica, com existência e patrimônios distintos da pessoa física dos sócios. Em síntese, a responsabilidade dos sócios é limitada.

-Empresário: é aquele que exerce individualmente e de maneira organizada atividades voltadas para a produção ou comercialização de bens e serviços, sendo obrigatório seu registro na Junta Comercial.

A pequena empresa pode adotar três formas diferentes para o cálculo e o recolhimento dos impostos junto ao Governo Federal: o Empreendedor Individual, o Regime Normal ou o Simples Nacional.

A análise de mercado é muito importante para o plano, assim podemos observar:

-O estudo dos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (28.7 Kb)  
Continuar por mais 16 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com