TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O tempo da hora-atividade na escola como espaço coletivo para a reflexão, organização e formação continuada do professor

Por:   •  11/10/2013  •  Tese  •  3.145 Palavras (13 Páginas)  •  377 Visualizações

Página 1 de 13

Este artigo é reflexo de toda uma construção acerca da Gestão Escolar e suas relações com o todo da escola, seu entorno e as pessoas que a compõem.

O curso tem como objetivo garantir o direito da população a uma educação de qualidade, através da formação continuada de gestores escolares em exercício em escolas públicas estaduais e municipais, tendo sido desenvolvido na modalidade de Educação a Distancia (EAD). Com base nas leituras e reflexões desenvolvidas no decorrer do curso, percebemos a necessidade de uma gestão direcionada essencialmente para o ensino e a aprendizagem do campo onde está inserida, observando atentamente sua população, seu meio social, sua historicidade, realizando uma leitura minuciosa do seu espaço educativo e construindo com base em suas análises uma proposta de melhoria da qualidade educativa. Agora sim, sabíamos onde intervir e como gestores, poderíamos contribuir para a melhoria da qualidade do trabalho de nossos docentes e, consequentemente, a qualidade do ensino para nossos estudantes e comunidade. Percebemos em nosso cotidiano, através de reflexões criticas de nosso papel e de nossa prática, a importância de um trabalho comprometido com o pedagógico e com a escola, afinal não estávamos nessa função por acaso. Concordamos assim com JÓFILI (2006: 65) quando diz que “A importante condição para tudo isso ocorrer é a existência de uma liderança democrática, consciente, curiosa, receptiva e cientificamente competente”, afinal estávamos caminhando para nos apropriarmos do conhecimento necessário a auxiliar nossa equipe em busca de melhorias significativas para nossa instituição. O tema aqui abordado e escolhido tem como premissa a formação continuada dos educadores da Escola Professora Jandira de Andrade Lima, numa perspectiva de pesquisa-ação e interação onde as reflexões tomam por base a abordagem Freire Ana e nos auxiliam na construção de uma proposta dialógica para uma reformulação da formação de seus docentes.

2.TEMA:

O tempo da hora-atividade na escola como espaço coletivo para a reflexão, organização e formação continuada do professor.

3. TÍTULO:

A importância do espaço coletivo na escola para a reflexão, organização e formação continuada dos professores.

4 . JUSTIFICATIVA:

Vivemos numa sociedade que desagrega o homem nas suas várias dimensões: trabalho, relacionamento afetivo, consciência, visão política, família, religião, etc. Sabemos que a fragmentação da vida e do saber fragiliza a pessoa, e é uma estratégia da classe dominante para sua perpetuação. Um dos processos mais perversos que se instalou em nossa civilização é precisamente a divisão social do trabalho: uns pensam, decidem e ficam com os resultados; outros executam e recebem o mínimo para a sobrevivência. Temos de resgatar o valor do trabalho, já que a dimensão do trabalho vai desde a realização pessoal até a realização do bem comum. Não sairemos totalmente da alienação enquanto não houver uma mudança mais radical na forma de organização da sociedade, mas podemos combatê-la, criar espaços de desalienação, onde as pessoas possam tomar consciência e ter uma experiência alternativa de relacionamento. Os sujeitos vão sendo despertados para uma nova consciência pela convivência reflexiva, e isto permite

a cada um assumir tarefas num nível cada vez mais profundo e crítico. Esta prática vai minando a corrente da alienação e prepara um movimento maior de mudança. A escola deve participar deste processo: uma nova estrutura para favorecer a reorganização do homem, deve permitir o encontro, a reflexão, a ação sobre a realidade, numa práxis libertadora. Das diferentes formas de trabalho no interior da escola que são importantes, há uma que é fundamental, uma vez que é a condição mesma para a concretização de uma prática transformadora. Trata-se do espaço coletivo constante na escola, reunindo os professores na hora-atividade. Este espaço permite reflexão crítica, coletiva e constante sobre a prática de sala de aula e da instituição da própria prática, pesquisa, desenvolvimento da atitude de cooperação e corresponsabilidade,

avaliação do trabalho e replanejamento, num processo de formação constante, formação esta que, segundo FACCI (2004) seja capaz de superar o senso comum promovendo a própria humanização procurando meios práticos e fundamentos teóricos que possibilitem compreender a profissão do

professor, tratando de forma dissociada questões relativas à formação, condições de trabalho, currículo e a subjetividade presente na prática pedagógica. Porém, para que a escola seja palco de um trabalho coletivo que realize

...

Baixar como (para membros premium)  txt (22 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com