TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Recompensando ou Demitindo

Por:   •  24/7/2014  •  Seminário  •  683 Palavras (3 Páginas)  •  82 Visualizações

Página 1 de 3

Recompensando ou Demitindo

Como ser justo?

Remunerando colaboradores

As empresas são formadas de pessoas, de colaboradores. São os colaboradores que vão criar e vender seus produtos e serviços e que vão satisfazer e fidelizar seus clientes. A remuneração tem grande influência na motivação dos colaboradores e na retenção de talentos.

Remunerando colaboradores

Atualmente, um dos pontos mais importantes para as empresas é criar ou implementar um sistema de remuneração e benefícios claro e justo. E, justiça, não é tratar todos os colaboradores da mesma forma. Justiça é tratar as pessoas diferentes de formas diferentes, e, portanto, a importância de ter um sistema de remuneração flexível e com muitas opções – para valorizar os colaboradores que fazem a “diferença”.

Remuneração variável

Toda remuneração depende do desempenho do colaborador, da equipe ou da empresa como um todo. Algumas empresas adotam metas e remuneram o desempenho em 3 níveis: individual, time e empresa. Imagine que se a empresa tiver um desempenho excepcional todos poderão sair ganhando. Se o desempenho de um determinado colaborador for excepcional, ele poderá ganhar uma recompensa maior que os demais.

Gratificações

Gratificações apropriadamente administradas podem reforçar o comportamento que levará sua firma ao sucesso recompensando as pessoas por fazer uma contribuição específica para a empresa.

Gratificações distribuídas inadequadamente resultarão em empregados insatisfeitos que as esperam, mas que podem não se sentir felizes com o que recebem.

Como estabelecer objetivos

Para obter o máximo pelas bonificações, associe-as a objetivos claramente estabelecidos.

Eles devem ser concretos, atingíveis, e fundamentais para o crescimento da sua empresa.

Gratificações por abjetivos

Estabeleça os objetivos com os empregados;

Reavalie os objetivos com freqüência;

Estabeleça objetivos específicos ou avaliáveis;

Estabeleça objetivos que comprometam os funcionários com o sucesso da empresa;

Certifique-se de que os objetivos sejam atingíveis pelos funcionários.

Desligamento

Uma das tarefas mais difíceis que os gerentes enfrentam é o desligamento de colaboradores seja porque quebraram algumas regras, ou por não estarem desempenhando satisfatoriamente suas funções, ou criando problemas com outros colaboradores, ou mesmo por conta de uma mudança estrutural na empresa.

Formas de demissão

Demissão esperada - É aquela que, de certa forma, já era esperada e a empresa já vinha sinalizando para o colaborador que sua performance estava abaixo do esperado.

Demissão surpresa - É aquela que pega o colaborador totalmente de surpresa. Aqui a carga emocional envolvida na reunião será gigantesca e o grande desafio do gerente será conduzir a reunião de maneira muito lógica, embasando todos os fatos e decisões.

Dica 1:

Explique a situação da empresa e do grupo

Explique a situação do colaborador e a decisão da empresa em fazer o desligamento

Neste momento deixe que o colaborador possa expressar seus sentimentos e angústias

Fale que a empresa se esforçará, ao máximo, para ajudar o colaborador a se recolocar no mercado de trabalho

Comunique os próximos passos

Dica 2

Seja breve, objetivo, direto e, na medida do possível, honesto. Tenha em mãos todos os documentos que possam comprovar o que você estiver falando, por exemplo, as avaliações de desempenho, as cartas ou e-mails de advertência, etc.

Dica 3

Hoje, existem várias empresas de “outplacement” que ajudam o colaborador a se recolocar no mercado de trabalho. Talvez sua empresa queira contratar o outplacement para o colaborador que está sendo desligado.

Dica 4

Assegure-se de acompanhar o colaborador até a saída evitando que ele leve consigo documentos, dados ou informações confidenciais ou estratégicas da empresa.

Quando demitir um funcionário?(pela visão de Jack Welch)

Grupo A: Produção

a1. PRODUZEM Muito.

b2. PRODUZEM Pouco.

Grupo B: Alinhamento a Filosofia da Empresa

b1: MUITO Alinhados a Filosofia da Empresa.

b2. POUCO Alinhados a Filosofia da Empresa.

a1 + b1: Funcionários que PRODUZEM Muito e são MUITO Alinhados a Filosofia da Empresa

Esses são os funcionários perfeitos, mas raros nas organizações. Os que são, crescem muito rápido.

a1 + b2: PRODUZEM Muito, mas são POUCO Alinhados a Filosofia da Empresa.

Esses funcionários ficam sempre em cima da tecla de que são muito bons e insubstituíveis, e por isso, não querem seguir as regras. Precisam ser DEMITIDOS sem pena, mesmo que produzam muito.

a2 + b1: PRODUZEM Pouco mas são MUITO Alinhados a Filosofia da Empresa.

A empresa deve fazer tudo o que pode (mesmo que exaustivamente) para aumentar a produtividade deste funcionário. Demitir só quando não houver mais jeito.

a2 + b2: PRODUZEM pouco e são POUCO Alinhados com a Filosofia da Empresa.

Devem ser demitidos sem demora.

Inglês

França

...

Baixar como  txt (4.9 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »