TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Do Filme "Escritores Da Liberdade"

Por:   •  3/12/2013  •  750 Palavras (3 Páginas)  •  898 Visualizações

Página 1 de 3

Resenha do Filme - Escritores da Liberdade (Freedom Writers)

Ficha Técnica:

Diretor: Richard LaGravenese

Elenco: Hilary Swank, Pat Carroll, Patrick Dempsey, Jason Finn, Scott Glenn, David Goldsmith, Kristin Herrera, Blake Hightower, John Benjamin Hickey, Will Morales, Anh Tuan Nguyen, Vanetta Smith, Imelda Staunton, Deance Wyatt.

Produção: Danny DeVito, Michael Shamberg, Stacey Sher

Roteiro: Richard LaGravenese

Fotografia: Jim Denault

Trilha Sonora: Mark Isham, RZA

Duração: 123 min.

Ano: 2007

País: EUA

Gênero: Drama

Cor: Colorido

Distribuidora: Não definida

Estúdio: Paramount Pictures / MTV Films / Jersey Films

************************************************************************************

Indicado pela Profª Aline Ferreira - Sistema de Multimidia da Educação e realizado pelos alunos do 2º e 3º Periodo de Licenciatura em Computação e Informatica: Alfredo, Bruno, Marília, Miriam e Ricardo.

O filme “Escritores da Liberdade” se baseia em uma história de fatos verídicos, por volta de 1992. O filme começa mostrando um pouco da época em um bairro periférico dos EUA que estava em guerra devido a batalha entre as gangues. Guerreavam entre si por território e respeito racial. Em meio a estes grandes conflitos, uma professora chamada Erin Gruwell decidiu mudar sua vida e lecionar em uma das escolas da cidade. Uma escola problemática, onde a integração social acabou colocando os alunos, na faixa etária de 14 a 16 anos, que vivenciavam os problemas das gangues na escola.

A professora chega cheia de expectativas na sala de aula no seu primeiro dia de aula, e o que vê não lhe agrada muito. Os adolescentes chegavam, sentavam na cadeira e viravam em direção ao colega que estava do lado, ignorando ela completamente. Ela tenta se apresentar, mas em meio a falação dos alunos ela acabada se perdendo e os alunos acabavam brigando. Suas primeiras aulas foram frustrantes a ponto dos alunos olharem para cara dela com olhar de puro desprezo. Porém, em meio a tantas frustrações e decepções, Erin não desiste, chega em sala de aula com uma proposta de trabalho que se identifica com os alunos através da música que eles mais se identificam que é o hip-hop. Ela começa a querer se entrosar na realidade que os jovens daquela época viviam. Tentou conhecer cada um deles. No primeiro momento os argumentos não são os esperados, as palavras eram ofensivas como “... o que você faz aqui? o que vai fazer não vai mudar minha vida...”. Surpresa com os questionamentos dos alunos, a professora os questiona se valia a pena participar

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.6 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com