TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TRABALHO SOBRE COMPORTAMENTO HUMANO NOS ACIDENTES DE TRABALHO

Por:   •  11/11/2015  •  Trabalho acadêmico  •  3.142 Palavras (13 Páginas)  •  546 Visualizações

Página 1 de 13

FACULDADE

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

                                                  JOÃO CARLOS

O FATOR HUMANO NOS ACIDENTES DE TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO EM UMA OPERAÇÃO DE LOGISTICA

                                             

Lauro de Freitas

2014

JOÃO CARLOS

O FATOR HUMANO NOS ACIDENTES DE TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO EM UMA OPERAÇÃO DE LOGISTICA

.

Projeto do Trabalho de pesquisa realizado no curso de Engenharia de Produção da Faculdade Apoio, como requisito de avaliação para obtenção da nota da disciplina Trabalho de Conclusão de Curso.

Lauro de Freitas

2014

JOÃO CARLOS

O FATOR HUMANO NOS ACIDENTES DE TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO EM UMA OPERAÇÃO DE LOGISTICA

Aprovado em: ______/__________/__________

Banca Examinadora

__________________________________

Professor Orientador

__________________________________

Professor convidado

___________________________________

Professor convidado


RESUMO

Palavras-chave: Absenteísmo, Ausência no trabalho, Saúde ocupacional.


SUMÁRIO

 1. INTRODUÇÃO        07

 1.1 PROBLEMÀTICA        07

 1.2 OBJETIVO GERAL        07

 1.3. OBJETIVOS ESPECIFICOS        07

1.4. JUSTIFICATIVA        07

1.5. METODOLOGIA        08

REFERENCIAS        09



  1. INTRODUÇÃO

O trabalho é considerado como sendo um provedor das necessidades fisiológicas do ser humano, seguindo uma hierarquia, logo após está o grupo de necessidades de segurança, que é tido como o orientador da disponibilidade de segurança ao trabalhador durante a realização de suas atividades laborais, gerando nestes a sensação de se estar livre do perigo. (MORAES et al, 2005).

A motivação é um dos principais fatores que levam os indivíduos a tomarem determinadas atitudes, por essa premissa o capital humano passou a ser valorizado, haja vista que tornou-se notório a gradativa participação do fator humano como causador de acidentes de trabalho.

Quando a empresa faz uso da gestão de pessoas no seu sentido mais geral, os benefícios são certamente relacionados à saúde organizacional garantindo o aumento da produtividade e da satisfação dos empregados. (LIMA, PEDRONI, 2010).

        

Segundo Costa (2009, p. 81), pode-se então definir acidente do trabalho como “um ataque inesperado ao corpo humano ocorrido durante o trabalho, decorrente de uma ação traumática violenta, subitânea, concentrada e de consequências identificadas”, que, diferentemente da doença profissional ou do trabalho, possibilita identificar o exato momento em que ocorreu a lesão e, assim sendo, se pode estabelecer a cronologia entre lesões ocorridas sucessivamente.

As principais causas de acidentes de trabalho ocorrem devido a condições inseguras (que abrange equipamentos sem proteção ou defeituoso, iluminação e ventilação impróprias e temperaturas inadequadas), e atos inseguros provocados pelas pessoas consciente ou inconscientemente, situação definidas como inseguras: carregar materiais pesados inadequadamente, não usar procedimentos seguros, subir ou descer degraus apressadamente, distração, negligência, brincadeiras e abusos, etc,uso de forma inadequada de equipamentos.(CHIAVENATO,2008).

1.1Problemática

O papel do fator Humano nos acidentes de trabalho.

 1.2 Objetivo geral

Demonstrar qual a relação do fator humano nos acidentes de trabalho.

1.3 Objetivos específicos

  • Avaliar a importância da motivação no ambiente organizacional
  • Analisar as medidas preventivas mais utilizadas pelas organizações para reduzir os acidentes de trabalho.
  • Relatar os tipos de acidentes de trabalho mais comuns.

1.4 Justificativa

Mediante a evolução e a competitividade acirrada por uma fatia de mercado, as empresas buscam cada vez mais formas de reduzir o índice de acidentes e incidentes dentro dos seus ambientes organizacionais. Muito se fala em segurança do trabalho, entretanto ainda é considerado elevado a quantidade de acidentes registrados nas organizações.

CAPÍTULO 3 – PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

3.1        AS VARIÁVEIS DA PESQUISA

3.2         A OBTENÇÃO DOS DADOS

  • Levantamento do histórico de acidentes no período de 5 anos ( com afastamento e sem afastamento) e elaborar uma curva de cada.
  • Explicar o comportamento da curva obtida
  • Formular um questionário a ser aplicado na empresa. Adaptar o já existente. Mas não esquece de citar a fonte!!!
  • E após o preenchimento por parte dos funcionários? O que você irá fazer com essas ifnformações?

Por uma maior proximidade com a realidade a escolha é por um estudo de caso para a composição do trabalho, este que Segundo Yin (2001), o estudo de caso nada mais é que uma investigação empírica que compreende um método abrangente, a partir da lógica do planejamento, da coleta e da análise de dados. Podendo ser incluído em uma única investigação estudos de caso único ou múltiplos, assim como abordagens quantitativas e qualitativas de pesquisa.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (21.8 Kb)   pdf (192.6 Kb)   docx (31.1 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com