TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PRIMO BASÍLIO - SÁTIRA

Por:   •  29/1/2019  •  Ensaio  •  1.769 Palavras (8 Páginas)  •  19 Visualizações

Página 1 de 8

[pic 1]

Grupo de Teatro

“Metamorphos”

[pic 2]

Cuidadosa  Mente!!!

Texto: mamute Teixeira

Personagens:

  • Teófilo
  • Rosália
  • Paula

Rosália e Paula entram em cena resmungando, falando mal uma da outra com a plateia!

Paula – Vocês estão vendo aquela ali? É a maior fuxiqueira da empresa. Cuidado com o que vocês fazem. Se derem o menor vacilo, ela vai correndo falar pro chefão!

Rosália – Estão vendo aquela ali? É uma preguiçosa de marca maior! O prédio tá todo empoeirado graças a ela! Oh mulher que não faz nada!

        As duas correm para o palco e começam a brigar entre si!

Rosália – O que você tava falando de mim ali, hein? Sua monga!

Paula – E você! O que tava falando de mim, hein? Sua Arara vermelha!

Rosália – Veja lá como você fala comigo! Se eu quiser, todo mundo aqui da empresa fica sabendo que você foge do trabalho pra ficar paquerando no Tinder!

Paula – Veja você como fala comigo! Pensa que esqueci que semana passada peguei você na sala de limpeza se agarrando com o FRANCISCO?

Rosália – (balbuciando) Mas, mas, mas eu já expliquei que ele estava passando mal!

Paula – E para que era o beijo?

Rosália – Respiração boca a boca!

Paula – De língua?

Rosália – Ai, ai, ai! Vamos mudar de assunto? Você já acabou o seu serviço?

Paula – Problema meu!

Rosália – O serviço vai acumular!

Paula – Problema meu!

Rosália – Os funcionários vão reclamar!

Paula – Problema seu!

Rosália – Então esse é o seu planinho aqui neh? Você quer fazer corpo mole, para que depois o chefão fique me cobrando, me pressionando, me consumindo a paciência!

Paula – Tadinha dela! Parece que só ela tem problemas na vida! Acha que é limpar uma empresa como essa!

Rosália – Mas você tem o pessoal que te  ajuda! Eu, tenho um palavra infernal na minha mente que se chama Meta! Oh palavrinha dos infernos é essa!

Paula – Tem nada haver! Meta é uma palavra como outra qualquer! Você chega, mete e pronto! Acabou o sofrimento! Muito pelo contrário é só alegria!

Rosália – Oh sua anta desvairada! Não é meta do verbo meter não! É meta do sentido traçar um objetivo, completar aquela missão, chegar ao que foi mandando!

Paula – Entendi! Também não sou avoada assim! E você não pode pedir ajudar aos seus companheiros de trabalhos não?

Rosália – Queridinha do meu coração! Poder eu posso! Mas como eu vou pedir ajuda a alguém aqui. O povo aqui é ocupado! E fora que se eu for pedir, capaz até de rirem de mim e me chamarem de brôca!

Paula – Nisso iriam acertar!

Rosália – Você está dizendo que eu sou brôca?

Paula – E se eu estiver? Não vai ter nada!

Rosália – Ora sua preguiçosa!

Paula – Veja lá como fala, sua fuxiqueira!!

    As duas começam a discutir, a brigar uma com a outra, e param quando escutam a voz do médico que vem lá do fundo do palco!

Teófilo – SILÊNCIO!!! Mas que bagunça da molestia é essa aqui? Se querem agir dessa forma, vão para um galinheiro! Aqui não é lugar para este de comportamento!

Rosália – Essa mulher aí que não deixa eu fazer meu trabalho direito!

Teófilo – NÃO QUERO SABER! AQUI É UM AMBIENTE TRABALHO! NÃO PODEMOS TER ESTRESSE! NÃO PODEMOS TER BRIGAS! PRECISAMOS ESTAR CALMOS! VEJAM COMO EU ESTOU CALMO!

Paula – Ah é! Calmo ligado no modo Fabio Assunção!

Teófilo – Pois bem! Agora que as duas se acalmaram, já poderemos conversar! Primeiramente bom dia! Meu nome Teófilo Antonio Almeida Garcez. Sou o psicólogo contratado por essa empresa para analisar o quadro clínico dos funcionários!

Rosália – Prazer Doutor! Sou Rosália Campos Pinto! Recebi esse nome Rosália porque minha mãe amava cheirar rosas!

Paula – Pois é doutor! Me chamo Paula Rego de Jesus! Recebi esse nome Paula porque minha mãe amava cheirar...

Teófilo – Palmito! Eu já entendi! Sua mãe adorava cheirar palmito! Eu percebi, ela percebeu, toda a plateia percebeu que você iria falar palmito!

Paula – Mas afinal Seu Teófilo! Pra que o senhor veio aqui?

Teófilo – Muito boa pergunta minha cara Paula!

Rosália – Cara? Essa aí é mais barata que banana vendida em penca na feira!

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.6 Kb)   pdf (158.2 Kb)   docx (94.1 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com