TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

REFLEXÃO SOBRE A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA NA QUESTÃO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Por:   •  9/4/2018  •  Resenha  •  2.086 Palavras (9 Páginas)  •  106 Visualizações

Página 1 de 9

[pic 1][pic 2][pic 3][pic 4]

[pic 5]

[pic 6]

[pic 7]

[pic 8]

[pic 9]

[pic 10]

[pic 11]

[pic 12]

[pic 13]


SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO.......................................................................................................3

   

   2 DESENVOLVIMENTO............................................................................................4

2.1COMPREENSSÃO DO ARTIGO.............................................................................5

2.1.1 REFLEXÃO SOBRE A FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA NA QUESTÃO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA.............................................................................................5

2.1.1.1 EDUCAÇÃO ESPECIAL NO MODELO SEGREGADO E A CONFIGURAÇÃO DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA.......................................................................................6

2.1.1.1.1 A MUDANÇA OCORRIDA COM O CONCEITO DE ESCOLA - ESCOLA INCLUSIVA..................................................................................................................7

3 CONCLUSÃO...........................................................................................................9

4 REFERÊNCIAS.......................................................................................................11



  1. INTRODUÇÃO

           O presente trabalho falará sobre a transição da Educação Especial no modelo segregado à perspectiva da Educação Inclusiva no Brasil.

         Serão citados alguns caminhos percorridos pela Educação Especial, os quais marcaram sua evolução, dos seus primórdios até hoje.

        A Educação Especial avançou muito nos últimos tempos, principalmente no que diz respeito ao termo necessidades educativas especiais.

        A Educação Inclusiva pode ser concebida como a capacidade de acolher a todos independente  de suas condições; possibilita revisão de nossas práticas, para assim, construir a escola a escola da diversidade. Na escola de todos não há espaço para práticas que exijam o domínio de aprendizagem de todos  da mesma forma. A inclusão acontece por meio do acesso a um currículo flexível e adaptado, atividades e materiais diversificados.

       


  1. desenvolvimento

DE EDUCAÇÃO SEGREGADA A EDUCAÇÃO INCLUSIVA

                            A educação de alunos com necessidades educativas especiais que, tradicionalmente se pautava num modelo de atendimento segregado, tem se voltado nas últimas décadas para a Educação Inclusiva.

                       Para alunos com alguma necessidade especial a educação escolar não era considerada necessária.  O trabalho educacional era relegado a um interminado processo de “prontidão para a alfabetização”, sem maiores perspectivas já que não havia expectativas quanto à capacidade desses indivíduos se desenvolverem-se academicamente e ingressar na cultura formal.

                    Recursos e métodos de ensino mais eficazes proporcionaram às pessoas com deficiência, maiores condições de adaptação social, superando, em parte, suas dificuldades e possibilitando sua integração  e participação mais ativa na vida social.

                 O modelo segregado de Educação Especial passou a ser severamente questionado, desencadeando a busca por alternativas pedagógicas para a inserção de todos os alunos, mesmo os com deficiências severas, preferencialmente no sistema de rede regular de ensino.

               O conceito de Escola Inclusiva, implica em uma nova postura da escola regular que deve propor no P.P.P, no currículo, na metodologia, na avaliação e nas estratégias de ensino, ações que favoreçam a inclusão social e praticas educativas diferenciadas que atendam a todos os alunos. Porém, para oferecer uma educação de qualidade para todos, a escola precisa capacitar seus professores, preparar-se, organizar-se, enfim, adaptar-se. “Inclusão não significa simplesmente, matricular os educandos com necessidades específicas, mas significa dar ao professor e à escola o suporte necessário à sua ação pedagógica (MEC – SEESP, 1998).

                No entanto a Educação Inclusiva ainda não se configura em nosso país como uma proposta amplamente difundida e compartilhada. A grande maioria das redes de ensino carece das condições institucionais necessárias para sua viabilização.

  1. COMPREENSÃO DO ARTIGO

O desafio da inclusão escolar é enfrentado como nova forma de repensar e reestruturar políticas e estratégias educativas, de maneira a criar oportunidades efetivas de acesso para crianças e adolescentes com necessidades educativas especiais, e, sobretudo, garantir condições indispensáveis para que possam manter-se na escola e aprender.

Dessa forma, não há que se perder de vista a necessidade de um trabalho conjunto e interligado que se concretize interdisciplinarmente na aprendizagem da criança, de modo a não se caracterizarem dois processos distintos e desvinculados, ou seja, duas “educações”: a comum e as especial (CARVALHO, 2000).

Fica claro em vários momentos de resistência dos professores em relação à proposta de inclusão escolar pode ser motivada pela insegurança, ao temor de não corresponder às expectativas, ao fato de não terem sidos “preparados” para lidar com esses alunos.

Uma coisa bastante importante que devemos perceber em nossa pratica pedagógica é a existência de contexto diversificados, diferenciados, que cada aluno é diferente, pois vem de um ambiente social, cultural, religioso e econômico diferente. Assim, mesmo os alunos que não possuem nenhuma patologia, síndrome ou limitação, merecem que sejam tratados na diversidade, com suas formas diferentes de aprender, de se relacionar, construindo ambientes de socialização, que deve partir do professor.  

   

2.1.1 REFLEXÃO SOBRE A FUNÇÃO SOCIAL  DA ESCOLA NA QUESTÃO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.4 Kb)   pdf (114.8 Kb)   docx (21.6 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com