TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Filme Medidas Extremas

Por:   •  25/2/2021  •  Resenha  •  785 Palavras (4 Páginas)  •  962 Visualizações

Página 1 de 4

“MEDIDAS EXTREMAS”

                                                               

            Nesse filme, os profissionais da área da saúde estão diretamente envolvidos com as questões de ética profissional, a primeira situação ocorre quando o médico Guy Luthan, tem que optar por um dos pacientes para levar para a sala de cirurgia, um era assaltante, que estava em estado crítico e o outro com o caso menos crítico que é o policial ferido por esse mesmo assaltante. O médico acaba por optar pelo caso com menor risco de vida que é o policial.Escolha incorreta, pois o certo seria escolher o paciente mais grave para tentar reverter à situação, assim sendo antiético e não cumprindo com o seu juramento. Essa questão se relaciona com o artigo 3° dos princípios fundamentais do código de ética da enfermagem, pois no artigo diz que o profissional deve respeitar a vida, a dignidade e os direitos da pessoa humana, em todo seu ciclo vital, sem discriminação de qualquer natureza, que foi o que não aconteceu em nenhum momento.Pois o médico alegou que escolheu o policial porque ele tinha família.Sendo que o raciocínio seria que ele teria que atender pelo estado de saúde e não discriminar por ele ser um assaltante. Dr. Guy Luthan não agiu com ética ao juramento do seu curso

           A segunda situação é que a enfermeira, a mesma que repreendeu o Dr. Luthan por ele ter feito uma escolha antiética, fez a mesma coisa quando não denunciou e cooperou com as experiências científicas, para beneficiar seu irmão e amenizar sua memória que a fazia pensar que era culpada pela deficiência de seu irmão resultante de um acidente de trânsito no qual ela estava dirigindo embriagada. Relaciona-se com vários artigos mas principalmente com  o art. 4° que fala de exercer as suas atividades com justiça, competência, responsabilidade e honestidade. No momento em que ela colocou sua vida pessoal em primeiro lugar ela já não age com justiça e responsabilidade. Também outro artigo o 6° dos Princípios fundamentais, fala que o profissional deve exercer a profissão respeitando os preceitos legais da enfermagem, a enfermeira não respeita os preceitos legais da enfermagem.

            No hospital em que o Dr. Myrick fazia suas “experiências” e tratava os pacientes do Gremmercy como cobaias, todas as atitudes vinham a ser antiéticas, pois de acordo com o código de ética todos dizem que o profissional deve respeitar a vida, os direitos da pessoa humana, isso está nos princípios fundamentais. E como esses pacientes estavam sendo “usados” como experimentos, o Dr. Myrick e todos os outros que compartilhavam sobre essas experiências agiram contra o código de ética de suas respectivas profissões, pois quando se trata do paciente, respeito pela vida, direito de ser informado sobre os procedimentos, sobre a conduta, todos se interligam.Pois o doutor simplesmente brincava de ser Deus e escolhia entre quem ia viver e quem ia morrer.

             No art. 36- Em nenhum momento foi interrompido a experiência, mesmo que tem havido o risco de vida e a integridade humana.

             No art. 37 – o Dr. Myrick não foi honesto no relatório da pesquisa . Ele sabia que os pacientes iriam a óbito após os procedimentos realizados.

No art.52 (Das proibições) – O hospital conivente aos maus-tratos aos pacientes

              Art. 70 (Das proibições) Denegrir a imagem do colega e/ou de outro membro da equipe da instituição onde trabalha, foi o que Myrick fez com Luthan, implantando provas para duvidarem da sua sanidade mental, fazendo com que ele fosse impedido de clinicar.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.1 Kb)   pdf (51.4 Kb)   docx (8.5 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com