TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL

Por:   •  2/8/2022  •  Abstract  •  1.365 Palavras (6 Páginas)  •  22 Visualizações

Página 1 de 6

[pic 1]

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA

CAMPUS PATOS

 BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL

 

DISCIPLINA: MECÂNICA DOS SOLOS I

PROFESSOR: BRUNO ANDRADE DE FREITAS

COMPONENTES: 

JOÃO PAULO MARÇAL DE SOUZA                MATRÍCULA: 201926550028

KYVYA DAYSE ALVES DE MEDEIROS         MATRÍCULA: 20192655

RELATÓRIO DE ENSAIO DE ANÁLISE GRANULOMÉTRICA DO SOLO

PATOS, 04/08/2022

  1. INTRODUÇÃO

O solo é um dos materiais com maior visibilidade e predominância terrestre. Sendo formado através do processo de intemperismo das rochas, através de agentes físicos e químicos, por esse motivo esse material é caracterizado por grãos de diversas gramaturas e tamanhos. Dessa forma, características e qualidades dos solos em questão irão depender de diversos fatores desde questões interligadas a origem do material – a/as rochas originárias deste solo, até questões como o clima e a vegetação local (    ).

A qualidade do solo atinge de forma expressiva o desenvolvimento econômico da região. Ele é muito importante para o desenvolvimento humano e de vital importância para o progresso das tarefas humanas, exemplo disso, são as atividades agropecuárias ou até mesmo da Construção Civil. Sob esse viés, tendo em vista a importância do material no contexto comunitário, o solo vem sendo estudado nos últimos anos pelas mais variadas áreas de atuação, a qual em cada uma delas o solo irá apresentar classificações mútuas a depender dos seus objetivos e finalidades.

Especificamente para a Engenharia Civil, grande quantidade de subáreas necessita de conhecimentos mínimos das características do solo para aplicação e desenvolvimento das técnicas na área. Tendo seu estudo determinado pela Geotecnia, o objetivo de estudo na Engenharia Civil é classificação dos solos, tendo em vista que através das características determinadas pelos ensaios de solos é que se pode conceber uma visão acerca do terreno ou local mais adequado a se construir. Assim, “ter conhecimento prévio do terreno onde a obra será realizada é primordial para que o projeto seja realizado de forma adequada e, com isso, problemas futuros possam ser evitados” (JZ ENGENHARIA, 2019, p. 1).

No estudo dos solos pode-se determinar as mais variadas características que podem influenciar de forma direta e indireta as sua efetiva qualidade, como no caso a sua textura, a sua estrutura, sua consistência, porosidade, incidências de patologias, entre outras (  ). Seus ensaios são compreendidos desde experimentos qualitativos até quantitativos, sendo eles: observação tato-visual ou ensaios como o de teor de umidade, massa específica, granulometria dos solos, compactação, permeabilidade, compressão, sondagem à percussão, dentre outros.

Nessa perspectiva, um dos ensaios mais comuns para determinação das características dos solos é o de análise granulométrica, a qual objetiva entender as características do material dispondo de uma curva que determina diversas informações classificatórias sobre o solo estudado. O ensaio consiste na distribuição das dimensões dos grãos de um solo. Ou seja, É a determinação das dimensões das partículas do agregado e de suas respectivas percentagens de ocorrência, em massa. Esse estudo é feito através de dois momentos, sendo eles: a separação mecânica (peneiramento) e o ensaio de sedimentação do material, para amostras inferiores a 0,075 mm.

Os solos do tipo areias e pedregulhos (solos grossos), tem sua curva granulométrica determinada utilizando o peneiramento mecânico ou manual. Já nos solos finos (no caso de siltes e argilas), a técnica utilizada é a de sedimentação. Baseada na Lei de Stokes, o ensaio de sedimentação leva em consideração questões como: a velocidade de queda de partículas esféricas num fluido que depende do peso específico do material da esfera, do peso específico do fluido, bem como da viscosidade do fluido e do diâmetro da esfera.

Dada a manifesta importância de se estudar e classificar os tipos de solos, este estudo tem como intuito a obtenção da análise granulométrica de um solo em questão. Ademais, através da análise do material, objetiva-se dispor da sua curva granulométrica, no sentido de entender as características físicas em questão do solo estudado.

  1. OBJETIVOS

  1. OBJETIVO GERAL

            Estudar a distribuição da granulometria de um solo, por meio dos métodos de peneiramento e sedimentação, com intuito de se obter a curva granulométrica do solo em questão, o qual possibilitará entender as características físicas do material estudado.

  1. OBJETIVOS ESPECIFICOS

  • Identificar os solos grossos através da separação mecânica do material;
  • Realizar procedimento de sedimentação do material fino contido na peneira de abertura 2,0 (menores que 0,075 mm);
  • Definir a curva granulométrica do material levantado;
  • Classificar os tipos de solos através da amostra obtida;
  1. MATERIAIS E MÉTODOS
  1. Materiais
  • Solo previamente selecionado;
  • Água destilada;
  • Estufa com capacidade mínima de manter temperatura entre 60°-65°C e 105°-110°C;
  • Balança;
  • Proveta de vidro, com traço de referência indicando 1000 cm³ a 20º;
  • Béquer de vidro com capacidade de 250ml;
  • Densímetro de bulbo simétrico;
  • Termômetro;
  • Relógio com contagem de segundos;
  • Peneiras:
  • Escova com cerdas metálicas;
  • Bisnaga.
  1. Métodos

              O experimento foi realizado segundo a NBR 7181:2016, que diz respeito à análise e determinação granulométrica dos solos, por peneiramento ou por uma combinação de peneiramento e sedimentação. O ensaio ora exposto fora realizado em duas etapas, através do método de peneiramento e por sedimentação.

Inicialmente, realizou-se o quarteamento do material, como pode ser identificado na figura 1. Nesse processo, foi possível extrair da amostra total, uma amostra menor, homogênea e representativa da amostra ensaiada. Ademais, das amostras selecionadas realizou-se o destorroamento do material selecionado. Logo após, usa-se a peneira #10 (abertura de 2,0 mm) para primeiro peneiramento.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.4 Kb)   pdf (134.7 Kb)   docx (28.8 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com