TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RESENHA TEXTO BACIA DO RIO PIRACICABA

Por:   •  22/2/2016  •  Resenha  •  885 Palavras (4 Páginas)  •  418 Visualizações

Página 1 de 4

Júlia Martinelli de Oliveira                                              Engenharia Civil - Turma 01S

                                       

RESENHA TEXTO BACIA DO RIO PIRACICABA

O texto da Bacia do Rio Piracicaba faz uma análise de todos os aspectos dessa bacia, dividido em quatro capítulos. No primeiro é discutido seu processo de ocupação histórica, inserindo-se os ciclos agrícolas e mudanças ambientais, recursos naturais e seu passado que já foi muito preservado.

O segundo abrange os recursos naturais, como a água acompanhada de seu uso, seu meio físico e descrito, desde o histórico geológico até a fauna e flora recente e a critica da degradação que vem sendo causada pela sociedade.

Terceiro capitulo é uma conscientização para o futuro, discutindo os desafios a serem cumpridos para que possa ser preservado maior parte do território, abrangendo principalmente o recurso natural principal: água.

O ultimo capitulo é rápido e simplificado, citando a economia da água e energia, o replantio da mata ciliar, a redução dos resíduos, como a reciclagem e seu reuso, o apoio à educação e à informação ambiental, e por ultimo a participação cidadã.

O capítulo que mais desperta atenção é o primeiro, trazendo informações interessantes. Em relação à esse, ou seja, ao histórico, as manchas nativas e os demais recursos naturais são resultados da forma como ocorreu a expansão das atividades humanas por aquele território. Dois fatores foram essenciais para a ocupação da Bacia do Rio Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ): a posição da região no mapa morfológico e geológico do estado de São Paulo; e a privilegiada e peculiar condição natural dos rios. Os rios das bacias do PCJ apresentam original característica do trajeto litoral-interior.

O interesse da Coroa portuguesa pela ocupação ao longo do Caminho de Goiás, que serviu de referência à concessão de sesmarias, onde seriam depois montados os primeiros núcleos de urbanização nas bacias do PCJ. O Caminho de Goiás e o rio Piracicaba e afluentes foram, assim, as principais rotas de ocupação na região do PCJ, onde nasceram as primeiras freguesias e vilas. A ocupação agrícola foi intensa e extensa.

Grande parte das cidades da região do PCJ nasceu à margem de um rio, córrego ou riacho, como Piracicaba, Jundiaí, Campinas, Americana, Rio Claro, entre outras.

No assunto dos ciclos agrícolas, mais da metade do território do PCJ ainda é área rural. O ciclo da cana, nas últimas décadas do século 18, foi o momento em que começou a ser derrubada a floresta de domínio atlântico que cobria a região. Intensificou-se o uso de mão-de-obra escrava na região e a cana voltou a representar a maior parte da produção agrícola em Piracicaba.

O ciclo do café foi o período dourado para a cidade de Campinas. Após o predomínio desses dois alimentos, a produção agrícola na região do PCJ intensificou-se, e com o Proálcool, a região voltou a ser polo canavieiro.

Fator importante é que a região do PCJ é um forte polo de ciência e tecnologia. O parque universitário e os centros de pesquisa promovem a proteção ambiental e ajudam a construir o desenvolvimento sustentável, como o IAC, em Campinas, a ESALQ e a UNIMEP em Piracicaba.

Interessante citar que a Reserva da Serra do Japi é uma das áreas de vegetação nativa remanescentes no PCJ, resultado da preservação da rica biodiversidade regional que ainda resiste no século 21.

No capitulo dois, cita-se a fauna e flora, realçando a diversidade fisionômica e florística. Em relação à flora, predominam fragmentos isolados, distanciados entre si, de florestas secundárias que sofreram diversas formas de perturbação. A redução da vegetação deu-se em função dos interesses econômicos cíclicos e dos imediatos. Restam cerca de 8% da área da bacia coberta com vegetação nativa.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.3 Kb)   pdf (70.6 Kb)   docx (10.9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com