TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Fichamento do Capítulo Espanha. In: Linhagens do Estado Absolutista

Por:   •  6/11/2019  •  Resenha  •  353 Palavras (2 Páginas)  •  5 Visualizações

Página 1 de 2

HIS 340                                           Pedro Henrique Cabral Orsay       100223

Fichamento da unidade 3:

ANDERSON, Perry . Espanha. In: Linhagens do estado absolutista. Porto: Afrontamento, 1984, pp.65-94.

O autor Perry Anderson, em seu capitulo Espanha, procura mostrar mais acerca do absolutismo, o que o compunha, suas singularidades. Além de procurar mostrar suas diferenças políticas de um lugar para o outro.

● Anderson, enfatiza a importância da Espanha, para toda a conjuntura absolutista do ocidente, inferindo na centralização política dos Estados.

 ● Para justificar tamanha importância ao Estado Espanhol, o autor explica que o mesmo concentrou riquezas, explorando metais do Novo Mundo. Aliado a isto, foi apresentado pelo autor, a questão dos casamentos dinásticos que, "proporcionado" pela dinastia Habsburgo muitos territórios foram anexados e,portanto, influência.

●  Adiante o autor, explica sobre a formação do Estado Espanhol, que se originou devido a junção entre os reinos de Castela e Aragão, ressaltando a força econômica dessa união.

● No reino de Castela, como mostra Anderson, a prática pastoril era intensa, a base econômica das casas aristocráticas era fruto da produção de lã, o que estimulava o desenvolvimento e o comércio. Vale ressaltar que a maioria das terras eram comandadas por uma minoria aristocrata.

● Já no reino de Aragão, o qual era dividido em três províncias(Aragão, Catalunha e Valencia), o autor destaca as características das mesmas. A província de Aragão era para o autor, a partir de sua estrutura feudal expressiva, tinha um sistema senhoril muito forte. A província da Catalunha, era muito forte no comercio marítimo, mas depois entrou em declínio devido a peste negra. E a província de Valencia, se aproveitando do declínio econômico da Catalunha, começa a se firmar economicamente.

● O autor argumenta adiante sobre a incapacidade de unificar e harmonizar os reinos no Estado Espanhol, culminando em seu declínio e dando a oportunidade para o Estado absolutista Francês invadir o território espanhol.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.1 Kb)   pdf (63.1 Kb)   docx (7.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com