TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ORIENTAÇÃO PARA ESTUDO / ATIVIDADE DE SISTEMATIZAÇÃO

Por:   •  3/11/2018  •  Trabalho acadêmico  •  943 Palavras (4 Páginas)  •  59 Visualizações

Página 1 de 4

UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Faculdade de Educação

Departamento de Estudos Aplicados a Educação

Didática / Estágio

Profª. Aura Helena

ORIENTAÇÃO PARA ESTUDO / ATIVIDADE DE SISTEMATIZAÇÃO

TEXTO 1

RAMOS, Aura Helena – Culturas, Diferença e Multiculturalismo

1 Globalização e culturas: espaços de fronteira

Reflita sobre o trecho abaixo e explicite por escrito sua compreensão sobre o conceito de hibridismo cultural destacando por que tal conceito não deve ser entendido simplesmente como uma soma ou mistura de diferentes culturas.

A cultura, entendida como processo híbrido, traz a marca do mesmo (visto como o modelo) e do outro (entendido como inferior), mas não é um ou outro unicamente nem a soma dos dois. O híbrido, como afirma Inês Dussel (2002), é ambas as coisas, e é uma terceira também – o novo. (pg.3)

Resposta: Hibridismo cultural é um conceito para um entendimento sobre a interação e troca de diferentes culturas que gera novas percepções,essa produção cultural nos ajuda a compreender a cultura de cada indivíduo, produzindo uma nova visão sem perder a essência raiz de cada indivíduo, compreendendo como uma adaptação entre culturas. Isso quer dizer , que não é uma simples mistura de diferentes culturas ou a soma delas , mas sim uma adaptação que permite ser tudo ao mesmo tempo, sem deixar o antigo e adquirindo o novo com a percepção do outro, não como uma mistura mas “na verdade, eram apenas, e como todos nós, o híbrido- a um só tempo o mesmo, o outro e o novo”.

2 Construção da diferença e poder

Faça considerações por escrito sobre o trecho a seguir:

...a diferença, seja qual for, não é algo natural. A diferença é uma construção histórica e social que cria e sustenta relações de poder assimétricas. (Pg.5)

Resposta: Pois percebe uma construção de um modelo imposto ao passar do tempo, como cultura superior e o tudo que não se seja esta cultura é julgada como diferente, inferior. ou seja , a diferença não é algo natural pq ela foi criada a partir de pressupostos de colonizadores que achavam sua cultura superior aos colonizados, essa relação de poder forjar uma diferença, não ocorreu um processo natural para a diferenciação , é sempre a relação do mais forte com o que se considera mais fraco a partir de uma ideologia/crença.

Releia as páginas 4 e 5 nas quais está presente o modo como homens e mulheres são representados na nossa sociedade, construindo-se a ideia de uma superioridade masculina / subalternidade feminina. Pense sobre isto e procure um outro exemplo de diferença, apontando como a ideia de superioridade/subalternidade se encontra justificada.

Resposta: A educação de casa reforça a visão de que é da mulher o papel de “cuidadora”. Assim são os presentes que recebe: casinha, panelas, bonecas, enquanto os meninos ganham bolas, carrinho, jogos de tabuleiro, laboratório de ciências, avião, peças de montar. Em suma,percebe-se aí que culturalmente para a “mulher são atribuídas características ligadas à natureza e, ao homem, qualidades relacionadas à produção de bens materiais e culturais”. Qualificando os atributos naturais como menos importantes do que a produção de saberes e cultura, formando uma idéia da superioridade masculina e justificando a subalternidade feminina.

Multiculturalismo(s)

Detenha-se na compreensão da distinção entre multicultural e multiculturalismo segundo Stuart Hall, apresentada na página (p.6).

Resposta: O autor diz que multicultural tem um sentido qualificativo ao ser usado para designar, para qualificar

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.3 Kb)   pdf (48.4 Kb)   docx (13.5 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com