TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha do filme Central Do Brasil

Por:   •  29/5/2019  •  Trabalho acadêmico  •  608 Palavras (3 Páginas)  •  379 Visualizações

Página 1 de 3

INSTITUTO DE PÓS-GRADUAÇÃO EXTENSÃO E CONSULTORIA[pic 1]

BRUNA ALMEIDA

BEATRIZ REZENDE

DEBÓRA NASCIMENTO

LUIZ CLAUDIO NEVES

MARIÂNGELA REIS

TAIANE SALES

RESENHA CENTRAL DO BRASIL

SÃO FELIPE- BA

DEZEMBRO  2018

BRUNA ALMEIDA

BEATRIZ REZENDE

DEBÓRA NASCIMENTO

LUIZ CLAUDIO NEVES

MARIÂNGELA REIS

TAIANE SALES

RESENHA CENTRAL DO BRASIL

[pic 2]

SÃO FELIPE- BA

DEZEMBRO  2018


CENTRAL do Brasil. Direção: Walter Salles Júnior. Produção: Martire de Clermont-Tonnerre e Arthur Cohn. Intérpretes: Fernanda Montenegro; Marilia Pera; Vinicius de Oliveira; Sônia Lira; Othon Bastos; Matheus Nachtergaele e outros. Roteiro: Marcos Bernstein, João Emanuel Carneiro e Walter Salles Júnior. [S.l.]: Le Studio Canal; Riofilme; MACT Productions, 1998. 1 bobina cinematográfica (113 min), son., color., 35 mm.

Em  Central do Brasil, conta a vida de Dora (Fernanda Montenegro), uma professora aposentada que ganha a vida escrevendo cartas para analfabetos, na maior estação de trens do Rio de Janeiro, (Central do Brasil), lugar onde ela conhece Josué (Vinicius de Oliveira), um garoto com oito anos de idade, órfão de mãe,  que sonha com uma viagem ao Nordeste para conhecer o pai. Dora rendeu-se ao apelo do menino e o acompanhou em busca de seu pai e irmãos numa longa viagem para Bom Jesus do Norte- ES.

O Filme, é retratado de paisagens áridas, capturadas de tal forma que cria contrastes belíssimos entre as paisagens, mas que auxilia na convicção dos espaços onde a trama se situa. A comunicação se faz presente em todo filme, seja por cartas, telefonemas, conversas, palavras escritas nas paredes, dentre outros. A comunicação em nossa vida pessoal é um fator de extrema importância para que possamos transmitir informações, algo que o filme retrata, ao vermos a personagem Dora usando seus conhecimentos para garantir sua renda escrevendo cartas com papel e caneta em uma estação de trem.  Josué também faz uso da comunicação no momento que ambos ficam sem dinheiro para manter-se, e em diversas partes do filme que a comunicação foi algo de grande importância. Os personagens que ditam cartas para Dora escrever e que revelam seus problemas e dificuldades enfrentadas pela falta de alfabetização e letramento, possuem sotaques das mais diversas regiões do país. Isso nos mostra que o Brasil é extremamente diversificado em sua cultura e variações linguísticas, o que traz consigo o preconceito linguístico, onde Dora corrigia e descriminava as pessoas por não conseguir pronunciar as palavras corretas enquanto ditavam para ela.

No atual contexto, não basta ler e escrever, é preciso ir além da alfabetização funcional, onde as pessoas são alfabetizadas, mas não fazem uso da leitura e da escrita na sua prática social. As pessoas convivem diariamente com vários gêneros textuais escritos em uma linguagem verbal e não verbal e até mesmo digital, daí a importância do convívio social e das práticas existentes na atualidade por meio da informação escrita em papel

 Ao final, temos um desfecho eminente e emocionante que se anunciava desde o instante em que Dora escreveu a carta ditada pela mãe do Josué, até o momento em que a carta percorreu com os dois pelo Sertão nordestino rumo a Bom Jesus do Norte, para ser entregue ao destinatário Jesus (pai de Josué). Após Dora conseguir completar a missão que lhe foi destinada, fica a dor, saudade, mas também a certeza que aquelas duas figuras ensinaram mais uma a outra do que qualquer outra pessoa poderia ter feito em suas vidas. Ambos retornariam para suas vidas, mas ela jamais seria a mesma.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.3 Kb)   pdf (125.5 Kb)   docx (19.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com