TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resumo "Uma viagem ao mundo dos surdos"

Por:   •  1/10/2015  •  Resenha  •  390 Palavras (2 Páginas)  •  524 Visualizações

Página 1 de 2

Começando a viajar no mundo dos surdos, como menciona o título posso concordar quando o autor diz que "somos notalvelmente ignorantes a respeito da surdez, pois nunca paramos para pensar sobre o assunto enquanto não acontece com alguêm proximo.

O livro nos faz refletir sobre as dificuldades que os surdos enfrentam, principalmente na apredizagem.  Devemos nos atentar aos diferentes tipos de surdos, existem pessoas que nascem ou se tornam surdas, atentar também aos graus de sudez variados, e a quantidade de pessoas que têm dificuldade de ouvir e que geralmente passam desabercebidas por nós.

Por milhares de anos os surdos foram julgados "estupidos" e "incapazes" tendo em vista suas limitaçoes, isso me fez pensar que nós seres humanos estamos sempre julgando, descriminando, tudo o que não conhecemos.

Muito me chamou atenção o relato de David Wright contando como foi sua chegada à escola especial na Inglaterra, que era proibido o uso da linguagem de sinais, mas que as crianças sentido a nescessidade de se comunicar, usavam essa linguangem quando nenhuma pessoa ouvinte estava presente. Ele diz que era nesse momento que ele podia relaxar as inibições, sem usar máscaras.

Acho que o autor foi infeliz ao citar a seguinte frase: ("No princípio era o verbo") e interpretar que a frase foi preconceituosa. O verso completo diz: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus". Neste verso a palavra verbo está escrito sempre com a primeira letra maiúcula, pois se refere a Jesus, e nesse caso tambêm a "ação". Em nenhum momento a bíblia foi preconceituosa, no livro de Jeremias capítulo 29 versículo 13 diz: "E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração". Em nenhum momento na bíblia diz que é preciso ter voz para falar com Deus, pois ele conhece nossos pensamentos.

Os surdos foram e são muito discriminados e privados de seus direitos, por exemplo: por anos estudiosos tentaram fazer com que surdos conseguisem falar ou imitassem a fala, não aceitando as condições dos mesmos. Esses estudos só tiveram exito quando começaram a respeitar as limitações dos surdos, incluindo-os na sociedade (utilizando a lingua de sinais junto a fala).

Ao concluir a leitura desse livro devo concordar que é uma viagem ao mundo dos surdos, um mundo que pra mim até então era desconhecido, mas que aguçou a minha curiosidade.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.4 Kb)   pdf (36 Kb)   docx (10.9 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com