TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A PSICOLOGIA COMO FORMA DE APRENDIZAGEM

Por:   •  16/6/2013  •  Tese  •  3.843 Palavras (16 Páginas)  •  593 Visualizações

Página 1 de 16

1. APRESENTAÇÃO

2.1. A PSICOLOGIA COMO FORMA DE APRENDIZAGEM

A Psicologia tem papel de fundamental importância para a Educação. Colabora para a formação dos educadores, influenciando diretamente na interação entre eles e os alunos. A Psicologia vem contribuir, complementar e enriquecer a Educação de uma forma geral.

2.2. ASPECTOS SIGNIFICATIVOS DAS TEORIAS DA APRENDIZAGEM

As Teorias da Aprendizagem citadas neste Portfólio trazem ideias de total relevância para a Psicologia da Educação, porque enfocam diferentes aspectos do processo de aprendizagem e ajudam a explicar como ela ocorre. Cabe ao professor/educador procurar se inteirar e pesquisar mais sobre cada uma delas para ampliar seus conhecimentos e saber aplicá-las nos momentos apropriados.

2.3. O DESENVOLVIMENTO LINGUÍSTICO NA ESCOLA

O presente estudo visa abordar o desenvolvimento da linguagem do aluno durante o processo de aprendizagem, sendo que a interação na sala de aula se dá por meio da linguagem, tanto por parte do professor quanto por parte do aluno.

2.4. CONTRIBUIÇÕES DOS JOGOS NA EDUCAÇÃO

O jogo é uma atividade física ou mental organizada por um sistema de regras. É uma atividade lúdica, pois se joga pelo simples prazer de realizar esse tipo de atividade. Jogar é uma atividade natural do ser humano.

Ao recorrer ao uso de jogos, o professor está criando na sala

de aula uma atmosfera de motivação que permite aos alunos participar ativamente do processo ensino-aprendizagem, assimilando experiências e informações e, sobretudo, incorporando atitudes e valores.

Em virtude dessa atmosfera de prazer dentro do qual se desenrola, o jogo é portador de um interesse intrínseco, que canaliza as energias no sentido de um esforço total para a consecução de seu objetivo. Portanto, o jogo é uma atividade excitante, mas é também um esforço voluntário.

Além desses motivos, o jogo tem um valor formativo porque supõe relação social, interação. Por isso, a participação em jogos contribui para a formação de atitudes sociais: respeito mútuo, solidariedade, cooperação, obediência às regras, senso de responsabilidade, iniciativa pessoal e grupal. É jogando que se aprende o valor do grupo como força integradora, da colaboração consciente e espontânea e o sentido da competição salutar.

Com crianças, a utilização dos jogos no ensino torna-se mais imperiosa. Brincando e jogando, a criança aplica seus esquemas mentais à realidade que a cerca, apreendendo-a e assimilando-a. Brincando e jogando, a criança reproduz suas vivências, transformando o real de acordo com seus desejos e interesses. Por isso, pode-se dizer que é através do brinquedo e do jogo que a criança expressa, assimila e constrói a sua realidade.

2. A PSICOLOGIA COMO FORMA DE APRENDIZAGEM

A Psicologia na Pedagogia tem como finalidade a interação entre aluno e professor, atender e entender as necessidades do outro é um processo psicológico que possibilita uma aprendizagem completa.

A percepção que o aluno

tem de uma atividade concreta e particular de aprendizagem não coincide necessariamente com a que o professor tem; os objetivos do professor e do aluno, as intenções e as suas motivações ao propô-la e participar dela são em geral diferentes. Há, portanto, todo um conjunto de fatos, que poderíamos qualificar como motivações relacionais, ou inclusive afetivas, que desempenham um papel de primeira grandeza na mobilização dos conhecimentos prévios do aluno e sem cuja consideração é impossível entender os significados que o aluno constrói a propósito dos conteúdos que lhes são ensinados na escola.

A construção de significados implica o aluno em sua totalidade e não só nos seus conhecimentos prévios e sua capacidade para estabelecer relações substantivas entre estes e o novo material de aprendizagem.

Ainda que neste momento tenhamos uma compreensão muito limitada dos processos psicológicos mediante os quais os alunos atribuem um sentido as atividades de aprendizagem, não há qualquer dúvida acerca de sua existência e de sua importância para a realização de aprendizagens significativas.

Acreditamos que a disciplina da psicologia da educação seja importante na formação do educador, porém essa deve ser pensada e proposta a partir de uma concepção histórica e crítica de homem e mundo para suas relações com os objetivos de uma educação emancipadora, libertadora e transformadora. Os conteúdos estudados na disciplina psicológica

...

Baixar como (para membros premium)  txt (25.7 Kb)  
Continuar por mais 15 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com