TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Psicologia no Campo da Saúde

Por:   •  23/3/2020  •  Resenha  •  452 Palavras (2 Páginas)  •  5 Visualizações

Página 1 de 2

A psicologia no campo da saúde

A Psicologia historicamente, foi se desenvolvendo muito distante de um contexto social e que segundo (Botomé,1996, p.198) foi servindo de suporte científico das ideologias dominantes, das relações hierarquizadas de poder, onde os profissionais apareciam como “cúmplices da já conhecida política de dominação dos mais fracos”, uma vez que só atendiam um público alvo, o público que tinha condições de pagar por tal atendimento.

Porém, diante do crescimento populacional, das constantes modificações sociais e com a chegada da modernidade, foi nítida a percepção da deterioração da saúde nas pessoas, acarretando uma expansão na área de atuação do psicólogo no contexto do bem-estar social, que foi buscando formas de compreensão dos processos patológicos de forma mais abrangente, olhando a saúde não somente em suas características físicas, mas também levando em conta seus aspectos psicológicos e psicossociais.  

Uma das vertentes da psicologia social, é a psicologia comunitária que estuda o resultado decorrente da relação entre o indivíduo, seu modo de vida, e contexto onde está inserido, visando promover o desenvolvimento da consciência dos mesmos como sujeitos históricos e comunitários, contribuindo para que haja uma ampliação das possibilidades desse sujeito, em relação a esse contexto histórico-social, promovendo saúde física e mental.

Democraticamente falando, assim como educação e moradia, a saúde deveria ser um direito de todos, mas infelizmente essa necessidade básica atualmente é de lastimar-se. Tem acesso a saúde somente quem tem condições de pagar por um plano privado, e quem não consegue pagar fica dependente de um atendimento que por sinal está degradado, o SUS (sistema único de saúde). Sem investimentos, e sem atenção, pensando somente em interesses próprios e deixando de lado o bem ao próximo, a humanidade e até mesmo as leis e deveres que regem o país cada vez mais tende a decair a situação da saúde pública no Brasil.

Assim como ocorreu na década de 1970 com a imposição da reforma sanitária e da criação do SUS, é necessário que a comunidade esteja ciente das condições do meio em que vive. O papel do psicólogo nesse cenário é de extrema importância, ao se comprometer eticamente e moralmente com a sociedade um dos primeiros passos é promover ao indivíduo a condição  de ser capaz de agir e refletir sobre sua realidade, o situando em seu contexto histórico e cultural, político e econômico, que ao entender a si mesmo, seu mundo, seu papel no mundo, e as relações como de ideologias de dominação de classes,  seja capaz de transformar a sua realidade, através de mudanças de hábitos, atitudes e condutas deixando de lado o conformismo, e estagnação, com o objetivo de modificar o ambiente onde está inserido, promovendo saúde física e mental, e condições dignas de subsistência.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)   pdf (55.7 Kb)   docx (8.6 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com