TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Filme Nell

Por:   •  14/4/2015  •  Exam  •  3.255 Palavras (14 Páginas)  •  857 Visualizações

Página 1 de 14

Este filme conta a história de uma mulher com cerca de 30 anos de idade, criada por sua mãe em uma floresta isolada de toda a sociedade, foi considerada uma selvagem, intocada pela sociedade moderna, foi julgada selvagem pelo seu modo de falar, de viver e se é possível dizer de tentar conduzir sua vida. 
Nell tinha dificuldades em lidar com pessoas, pois as únicas pessoas as quais mantivera contato foram sua irmã gêmea que havia falecido quando eram crianças, e sua mãe que teve alguns problemas de saúde e lhe foi comprometida a fala por uma paralisia facial. 
Em pouco tempo ela se transformou em um mistério para a medicina e para especuladores, pensavam que ela tinha algum tipo de distúrbio mental, pois seu modo de falar aparentava grande estranheza. 
Quando Nell foi descoberta após o falecimento de sua mãe, foi estudada e acompanhada pelo médico Dr. Jerome Lovell e a pela Psicóloga Dr.ª Paula Olsen.
Os dois começaram a observá-la para que pudessem tentar descobrir se havia mesmo algum distúrbio mental, descobrir seus costumes e suas limitações mais complexas.
Todos achavam que Nell não podia viver sozinha na floresta, achavam que o melhor seria interná-la em um hospital Psiquiátrico, no entanto o Dr. Lovell foi contra este posicionamento, pois ao tentar um convívio com a personagem ele passou a perceber que ela era independente na sua maneira de enxergar a vida.

Entretanto, Nell se tornou também uma lição de vida para muitos, pois ela demonstrou que em meio a sua simplicidade sabia viver muito bem e ainda aprender. 

Ela tinha medo de estranhos, do dia, da rua, de barulhos, de tudo que fosse fora do seu ambiente comum. 
Mas, contudo essa era a vida dela, a vida que ela foi acometida a viver e ela foi condicionada a falar dessa forma, pois devido à limitação de sua mãe e como fora a única pessoa com quem teve contato foi à forma com a qual aprendeu a se comunicar, era como se as elas tivessem um dialeto próprio. Um diálogo que poucos entendiam, mas que para ela era o essencial para sua sobrevivência. 
Com o tempo e a ajuda do Dr. Lovell e da Dr.ª Paula foi se habituando a sociedade, com o sol, com o barulho, com as pessoas... 
Nell passou a ensinar também sobre a simplicidade, e tomou a frente da sua vida. Lutou por sua escolha e por sua liberdade perante um tribunal. 
Perdeu o medo e aprendeu a falar de modo que todos entendessem, foi um trabalho árduo, mas muito gratificante. 
Nell não era doente, tampouco tinha problemas mentais, apenas vivia o que aprendeu a viver, falava como aprendeu a falar. 
Sem chances para novas experiências até ser encontrada. 
Tudo o que ela havia aprendido havia sido reforçado pela sua mãe, foi condicionada a simplicidade e falácias mal formadas. 
Aprendemos por tanto, que o meio em que vivemos influência em questões de sobrevivência, civilização e costumes, o meio em que se vive também modifica nossa forma de aprender algo ou pensar sobre algo. 
Cada ser possui uma subjetividade e um modo de aprender, Nell surpreendeu também pela sua capacidade de aprender, após a vida adulta, aprendeu a falar a nova língua, fazer amigos, andar na rua e toda essa nova aprendizagem foi adquirida através de imitação e reforço de estímulos. 
No caso de Nell verificou-se sinais a princípio de medo, nervosismo e até um pouco de violência e fobia social, por ter vivido sem nenhum tipo de conhecimento universal, ela era delimitada, porém suas limitações foram superadas, pelo poder da mente humana que pode reverter alguns sintomas de má aprendizagem, traumas e limitações psíquicas e cognitivas.
Nell foi capaz de aprender uma nova linguagem, o inglês correto, foi capaz de se socializar e fazer novos amigos, mas com tudo era feliz dentro do contexto da sua simplicidade.
Aprendemos então que o meio em que é introduzido

Aprendizagem associativa por condicionamento clássico

Aprendizagem associativa por condicionamento operante

Aprendizagem por observação

Exemplos de comportamentos apresentados por
Nell:
-No filme há uma cena em que Nell esboça algumas características herdadas de sua mãe, características essas conhecidas como; estímulo incondicionado (EI), a cena em questão é a que ela demonstra o medo que de se expor ao contato com outras pessoas. De acordo com a Dr. Paula esse comportamento gerou a partir daquilo que a mãe lhe ensinou, pois a mesma tinha esse trauma por ter sido estuprada.
-Seu terapeuta usa este condicionamento para obter o resultado desejado, no filme há uma cena onde Nell já havia manifestado a fobia de sair durante o dia, o trauma foi herdado de sua mãe, ele utilizou comida para atraí-la para fora de casa, ofereceu um pouco para que experimentasse depois que provou e gostou, ele a condicionou para fora da casa para que ela pudesse comer mais, teria que ir buscar, então depois de um tempo ela finalmente sai e percebe que não há nada que a ameace.
-Aprendeu a falar observando a forma que sua mãe se comunicava.
-Na cena final mostra que ela aprendeu a se comunicar perfeitamente.

UNÇÃO DOS PROCESSOS COGNITIVOS
É uma forma relacionada à idéia de como vemos e de como percebemos o mundo, ligado com o processo de adquirir conhecimento. 

A personagem Nell apresentava problemas em sua cognição ela possui uma forma diferenciada de ser e perceber o mundo.
Ela apresentou um comportamento semelhante a uma pessoa com autismo,

sendo ate até diagnosticada com esta patologia, por ter sido tirada de ambiente familiar ela teve um choque perdendo suas referências não sabendo como lidar com aquela situação.

A cognição faz parte do desenvolvimento intelectual do indivíduo: pensamento, linguagem, memória, percepção e raciocínio.

Pensamento:
É uma forma de processo mental e atividade intelectual, ato de formar idéias organizadas, possibilitando o indivíduo a planejar e definir estratégias, previsão e solução de problemas. Existem diferentes tipos de pensamentos, são eles: dedutivo, indutivo, analítico, pensamento sistêmico, e pensamento crítico. 

-Pensamento dedutivo: é um tipo de raciocínio lógico, ou seja, este pensamento se forma a partir de dados existentes. 
Ex.: Quando Nell diz para o Dr. Lovell que “todo mundo um dia vai embora”, devido os fatos de sua irmã e mãe falecerem ela já tinha em mente que as pessoas não estarão com ela para sempre.

-Pensamento indutivo: é um raciocínio ou argumento que necessita de várias informações para se chegar a uma conclusão dos fatos.
Ex.: Como quando no tribunal ela depõe em relação as pessoas não darem valor as coisas simples.

-Pensamento analítico: é um tipo de pensamento com o intuito de esclarecer as coisas, alguns exemplos de pensamento analítico: definição de problemas, coleta de dados e desenvolvimentos de soluções.
Ex.: No momento em que percebe que sua liberdade dependerá do seu desempenho perante o júri, ela levanta da cadeira e de maneira sútil pede para que o Dr. interprete sua fala e depõe a seu favor.

-Pensamento sistêmico: o sistema é o todo, formado por partes, o todo vem sempre antes das partes, ou seja, pensamento sistêmico

...

Baixar como (para membros premium)  txt (20.7 Kb)   pdf (89.8 Kb)   docx (19.1 Kb)  
Continuar por mais 13 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com