TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Pedagogia Psicologia

Dissertações: Pedagogia Psicologia. Pesquise 785.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  20/11/2013  •  1.208 Palavras (5 Páginas)  •  326 Visualizações

Página 1 de 5

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

CURSO DE PEDAGOGIA

PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO

Atividade Prática Supervisionada (ATPS) entregue como requisito para conclusão da disciplina “Psicologia da Educação”, sob orientação do professor-tutor a distância SIMONE PISA.

JUNDIAÍ

2012

INTRODUÇÃO

As rápidas mudanças ocorridas na sociedade e o grande volume de informações estão refletindo-se no ensino, exigindo, que a escola não seja uma mera transmissora de conhecimentos, e sim um ambiente estimulante, que valorize a invenção e a descoberta, que faça à criança percorrer o conhecimento de maneira menos forçada, que proporcione um movimento de parceria, de trocas de experiências, de afetividade no ato de aprender e desenvolver o pensamento crítico reflexivo.

Neste trabalho sistematizaremos as concepções das teorias de Freud, Piaget, Wallon e Vygotsky que falam sobre a criança, o desenvolvimento, a aprendizagem e a linguagem.

As teorias de Freud, Piaget, Vygostky e Wallon apresentam afinidades e diferenças sobre determinados títulos, mas comungam de uma visão interacionista de desenvolvimento.

Na teoria de Freud, desperta interesse do publico em geral, aqui você encontrará um resumo das principais terias de Freud, os que marcaram a história da Psicanálise.

Na teoria de Vygotsky vemos que o mesmo apóia a concepção de um sujeito interativo que elabora seus conhecimentos sobre os objetos, em um processo mediado pelo outro. O conhecimento tem gênese nas relações sociais, sendo produzida na inter subjetividade e marcado por condições culturais, sociais e históricas.

Na teoria de Piaget Formado em Biologia, especializou-se nos estudos do conhecimento humano, concluindo que, assim como os organismos vivos podem adaptar-se geneticamente a um novo meio, existe também uma relação evolutiva entre o sujeito e o seu meio, Para que ocorra uma adaptação ao seu ambiente, o indivíduo deverá equilibrar uma descoberta, uma ação com outras ações. A base do processo de equilibração está na assimilação e na acomodação, isto é, promove a reversibilidade do pensamento, é um processo ativo de auto-regulação.

E a psicologia de Henri Wallon é vista de maneira complexa, pois ele buscou compreender o desenvolvimento infantil por meio das relações estabelecidas entre a criança e seu ambiente, privilegiando a pessoa em sua totalidade, nas suas expressões singulares e na relação com os outros. Wallon propõe estágios de desenvolvimento, assim como Piaget, porém, ele não é adepto da idéia de que a criança cresce de maneira linear. O desenvolvimento humano tem momentos de crise, isto é, uma criança ou um adulto não são capazes de se desenvolver sem conflitos.

Sigmund Freud e suas Contribuições para Educação

As experiências próprias pontuaram sua obra Sigismund Schlomo Freud, que passou a assinar Sigmund Freud,nasceu em 1856 em Freiberg, na Áustria,em uma família judia de classe média que,três anos depois,se mudaria para Viena,onde Freud se formou em medicina.Seu interesse pela pesquisa o levou a estudar neuropatologia em Paris e a se associar ao médico Joseph Breuer (1842-1925).Casou-se com Martha Bernays,com quem teve seis filhos.Experiências clinicas e pessoais, como a morte do pai,foram elaboradas por Freud como teoria psicanalítica e apresentada pela primeira vez de modo sistemático no livro A Interpretação dos Sonhos (1900), ao qual se seguiram Psicopatologia da Vida Cotidiana(1904)e Três Ensaios sobre a teoria da sexualidade(1905),A obra de Freud adquiriu amplitude de temas em Totem e Tabu (1913 e O Mal-Estar na Civilização(1930).Acuado pelos nazistas, ele mudou-se com a família em 1938 para Londres,onde morreu no ano seguinte.

Da Antropologia à teoria literária, da filosofia à ciência política, poucas áreas do pensamento humano escaparam à influência do médico austríaco Sigmund Freud (1856-1939). A Educação não é diferente como o próprio Freud observou,suas pesquisas começaram pela observação da histeria em mulheres, mas aos poucos foram se deslocando para psicologia infantil.Um dos motivos da ampla influência da psicanálise é que seu autor a desenvolveu em duas vertentes: no estudo do psiquismo e no método terapêutico.Portanto, ao mesmo tempo que abre caminho para um profundo conhecimento do ser humano,essa ciência tem noção dos limites e das dificuldades de sua aplicação como cura ou solução.Por isso,tentar fazer uso prático da

Psicanálise na escola é perda de tempo. ”Muita gente utiliza diversas teorias na Educação como quem se vale de uma caixa de ferramentas”,diz Leandro de Lajonquiere,psicanalista e professor da faculdade de Educação da Universidade de São Paulo.As maiores contribuições de Freud nessa área estão no conhecimento do desenvolvimento sexual da criança e no papel da linguagem.Pelo menos em duas ocasiões,Freud escreveu que Educação,política e psicanálise são atividades”impossíveis”, pois as três lidam

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com