TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ResUmo Do Livro As Dua Faces De Um Crime

Pesquisas Acadêmicas: ResUmo Do Livro As Dua Faces De Um Crime. Pesquise 811.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  22/9/2013  •  737 Palavras (3 Páginas)  •  734 Visualizações

Página 1 de 3

As duas faces de um crime

Em as duas faces de em crime temos um excelente exemplo de como utilizar certos

conhecimentos da Psicologia para o exercício do controle social.No filme Martin Vail

(Richard Gere), um poderoso advogado de Chicago. Seu trabalho é defender...

especialmente se o caso vai colocar seu nome nas manchetes e promover sua carreira.

Quando ouve falar que um pobre coroinha (Edward Norton) é acusado de assassinar o

arcebispo, Vail agarra o caso, pensando somente nos holofotes da mídia. Ele vai lidar

com um ninho de corrupção, vai ficar contra uma promotora (Laura Linney), que é sua

ex-namorada, e pôr em risco toda sua habilidade, seu discernimento e até mesmo sua

atitude de vencer a qualquer preço.

Para ele, o mais importante em uma causa não é o cliente, mas sua própria performance

no tribunal ("Eu falo. Você, não. Tudo o que tem a fazer é ficar sentado e parecer

inocente.", diz ele em uma cena).

O assassino do arcebispo sexualmente perverso teria esfaqueado a sua vítima. Ao fazê-

lo seria Aaron, um jovem tímido e gago, que por exigência da vítima o fizera

protagonizar uma cena "pornô" com outros dois jovens. E havia Linda entre eles, pela

qual Aaron se apaixonara. Aaron que perdera a mãe e sofrera maus-tratos do pai. E a

outra face do crime, alguém chamado Roy ficava deslembrado por Aaron ao acordar de

sua crise. Absolvia-se ele, não se podendo culpar Roy como produto da divisão

psicótica e amnésica. Mas no fim do filme, o criminoso tem um ato falho e se denuncia.

Aaron é que era produto da imaginação de Roy, de um histrionismo que o criara

conscientemente, para fugir da pena de morte!

Esse filme trata de dois assuntos: Um advogado que gosta de estar na midia e um jovem

que sofre um transtorno chamado de Perversão ou Psicopatia.

O perverso tem o objetivo de manipular o outro. Vive transgredindo normas e valores,

como por exemplo a corrupção. Acha que ele é o melhor, que no mundo só há idiotas e

por isso ele nunca vai ser pego nas suas transgressões. Geralmente, o prazer dele está

não no ato errado em si, mas fazendo o errado, ou seja, transgredir, já lhe causa prazer.

Os psicólogos behavioristas estudavam os eventos ambientais (estímulos), o

comportamento observável (respostas) e como a experiência influenciava o

comportamento, as aptidões e os traços das pessoas mais do que a hereditariedade.

Comportamento - precisamente, descreve uma relação entre atividades do organismo,

que são chamadas de respostas, e eventos ambientais, que são chamados genericamente

de estímulos.

Define-se "comportamento" como a relação entre estímulo e resposta.

Ambiente - deve ser entendido como "a situação" na qual o responder acontece, bem

como à situação posterior ao responder, ambiente inclui não só o local com o qual o

sujeito interage como também todos os objetos e seres vivos incluídos nessa interação e

o próprio organismo, nesse caso denominado como ambiente interno.

Respostas:

Em princípio, um organismo vivente está sempre respondendo, mesmo que tais

respostas não sejam acessíveis publicamente. Ou seja, pode-se falar de respostas

manifestas,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.2 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com