TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resumo Livro O Mundo Assombrado Pelos Demônios

Por:   •  12/11/2018  •  Trabalho acadêmico  •  854 Palavras (4 Páginas)  •  167 Visualizações

Página 1 de 4

SAGAN, Carl; A coisa mais preciosa. In: SAGAN, Carl; O mundo assombrado pelos demônios; Companhia das letras; 1996; p.11-29;

O capítulo inicia-se em um aeroporto, o autor apresentando o texto em primeira pessoa, entra em contato com um motorista que lhe aguarda, e diante dessa situação começam a dialogar, e o motorista passa a conhecer aquele homem e então desperta curiosidades sobre ciência, contudo o autor depara com este querendo falar mesmo sobre as pseudociências. O autor faz uma reflexão pela forma de ver a ciência, o motorista. Fazendo um levantamento do pensamento científico, e crítico em relação as culturas e as sociedades, passa a exemplificar alguns fenômenos científicos e que muitas da vezes só estão submissos a crenças do indivíduos. Explana acerca da expectativa de vida que só aumenta, em decorrência do aprimoramento da tecnologia médica, ainda sim apresenta algumas melhorias para que se mantenha ativa essa, indo além da ciência, mas atribuído a tecnologia. Sagan ressalta sobre os exemplos da pseudociência, cuja baseia-se em evidências insuficientes e até mesmo ignoram caminhos, sendo esta considerada mais fácil que a ciência, pois os critérios acabam por ser menos rigorosos. Uma série de crenças é natural que exista, para a partir se chegar a algo, acontece que as pessoas acabam por nutrir algumas necessidades envoltas nestas. O autor enfatiza o papel de como a ciência é transmitida nos meios midiáticos, apresentando por outro lado a existência de falsas crenças como mais fáceis de dominar atualmente. Finaliza discernindo sobre o conceito de ciência e pseudociência, na qual a primeira avalia as alternativas com melhor perspicácia que a segunda.

SAGAN, Carl; Ciência e esperança. In: SAGAN, Carl; O mundo assombrado pelos demônios; Companhia das letras; 1996; p.30-43;

De início, o autor relata sobre suas descobertas, e pela forma com que ele desejava compreender como de fato as coisas ocorriam, mostrando seu amor e deslumbramento pela ciência. Este traz em seu livro que o fato de não explicar a ciência é algo perverso, assim como um casal apaixonado gosta de propagar o amor, este era seu desejo. A diversos elementos que dependem profundamente da ciência e da tecnologia, como a educação, medicina, transporte, em contrapartida muitas pessoas não a compreendem, mesmo essa sendo tão importante. A ciência ocupa um foco na qual os cientistas levantam e acreditam, que só existe aquilo que descobre, isto segundo alguns escritores, acontece que a ciência está longe de ser única no processo de construção do conhecimento. O sucesso da ciência se dá pela busca em que esta tem de apresentar a compreensão do mundo, através de um status verídico, ou seja, sempre buscando estar dentro das conjecturas e hipóteses. Assim como as leis da natureza, esta não é absolutamente correta, as pessoas devem ter a noção de que a verdade absoluta está longe de ser concebida. A ciência é algo simples, o autor enfatiza ainda sobre a construção do conhecimento, que muitos indivíduos ficam insatisfeitos quando descobrem que o mundo não é como pensam e imaginavam, já quando ocorre uma compreensão desta, a satisfação ocorre. O êxito da ciência ocorre pelo fato de que não existe

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.4 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com