TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resumo do livro Mundo pos-moderno

Por:   •  14/11/2017  •  Trabalho acadêmico  •  1.372 Palavras (6 Páginas)  •  202 Visualizações

Página 1 de 6

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

Faculdade de Direito Unidade São Gabriel

RESUMO DO LIVRO “MUNDO PÓS-MODERNO”

Stephanie Pereira Cassimiro

Prof. Enrique Porta

Belo Horizonte, 12/Setembro/2017

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

Faculdade de Direito Unidade São Gabriel

Tese: Impulsionada pelas Grandes Guerras mundiais houve a revolução tecnológica, e assim surgem os meios de comunicação, que passaram a exercer grande influencia na população. Assim causando mudanças sociais, culturais e até psicológicas caracterizando o chamado “mundo pós moderno”.

Modos e modas de nosso tempo: O modelo de vida norte americano desde as Grandes Guerras começara a despertar inveja e admiração assim tornando- se o centro da irradiação financeira e cultural do planeta. Ações como o lançamento da minissaia em uma sociedade britânica conservadora que lhe dava com sexo como tabu escandaliza o mundo, assim aquilo que era tratado como um movimento de contestação feminina seria rapidamente incorporado ao tradicional mundo da moda parisiense. Do outro lado do atlântico, mas falando o mesmo idioma os EUA (Estados Unidos) estavam em plena efervescência com o rock do Elvis Presley que lutava pelos direitos humanos e contra o racismo.

Nesse clima de agitação, era inevitável que a forma de alguém se vestir imediatamente o identificasse alguma corrente ideológica . Dessa maneira, a moda “rebelde” foi logo absorvida pela grande indústria e os jovens acabaram se tornando principais produtores e consumidores dessa indústria, assim a juventude deixa de gastar energia com os movimentos sociais e passa a ser canalizada para e pela indústria de massa e informática. A moda que tinha uma clara conotação ideológica deixou de ser rotulo ou senha de identificação para se tornar algo mais superficial.

Quando o vídeo game captura a vida: Na atualidade os vídeo games tomaram o lugar das brincadeiras de rua, restabelecendo a forma de passa tempo, tendo aceitação não apenas do público infantil, mas também do adulto. Um jogo com aspecto inofensivo representa um fenômeno de natureza social, além do mais, os efeitos físicos e psicológicos do vídeo game tendem a ser os mesmos em todos os jovens do planeta, sendo um traço característico da cultura contemporânea que combina tecnologia, velocidade e fantasia.

As tecnologias estão revolucionando a relação entre homem e maquina e homem e a cultura em geral. Os otimistas acreditam e tem argumentos de sobra, para defender o uso do vídeo game como instrumento de educação e ajuda ao desenvolvimento intelectual e psicomotor de seus usuários. Já os pessimistas acreditam que os videogames multiplicam os efeitos nocivos já alarmantes da televisão, estimulam individualismo, impunidade já que o jovem se sente próprio personagem do jogo, lembrando também dos malefícios a saúde. Dessa forma o vídeo game se torna uma operação de mão dupla que pode ser usado tanto para educação quanto para alienação e novamente estamos lidando com fenômenos culturais para os quais ainda não temos resposta.

Sociedade das tribos: Os partidos políticos e as grandes agremiações entre outros que supostamente deveriam lutar pelos direitos do cidadão não tem cumprido com suas funções de fato, além disso, o capitalismo e o socialismo se mostraram incapazes de cumprir suas promessas de conquista a felicidade.

As pessoas estão completamente desacreditadas, por conseqüência se formam os micro grupos como: Neonazistas, Cyber punks entre outros .Essas pequenas organizações sociais tenha ganhar luz própria, seja como códigos de comportamento exóticos, seja pela violência , seja pelo combate ao chamado “sistema”.Em todos os casos cada gangue tem suas próprias leis , linguagem típica e nenhuma confiança no futuro.

A musica que não e musica: Quando o rock começa nascer na década de 50, era inadmissível para os padrões da época o ritmo ser aceito pelos jovens, foi mais uma renovação das formas tradicionais de se compor musica. Se há uma coisa que nunca foi bem aceita nem pela cultura pop é o plagio e a lei não deixava sobras para este. Essa lei começou a mudar a partir de um acréscimo em suas linhas que permitiu que os samplers (processo de reprodução por computador de qualquer musica ou som) fossem usados para reproduzir sons de discos já gravados. Dessa forma, a reprodução eletrônica modifica com os efeitos desejados pelo sampleador, tornando não só uma simples copia do som.

E assim o rap chegou ao auge, mudando a idéia do padrão de musica que deveria ter harmonia e melodia. Os rappers e musicas de hip hop acham a violência como “auto proteção”, sendo a única forma que os negros que vivem nos bairros pobres tem de protestarem contra o chamado “sistema”. Musicas que mostram um reflexo muito duro e realista da miséria enfrentada por parcela da sociedade. Foi criado o movimento grunge tem como característica resgatar o movimento

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.6 Kb)   pdf (80.3 Kb)   docx (12.7 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com