TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

AMBIENTE EMPRESARIAL

Trabalho Escolar: AMBIENTE EMPRESARIAL. Pesquise 798.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  5/5/2013  •  1.192 Palavras (5 Páginas)  •  667 Visualizações

Página 1 de 5

3 AS TENSÕES NO AMBIENTE DE TRABALHO

3.1 Estresse causado por uma Demissão mal planejada

As causas e as consequências de uma demissão mal planejada no âmbito organizacional. Muitos dos problemas que ocorrem na organização, podem ser decorrentes de demissões mal planejadas, e essas, por sua vez, podem ser geradas por falhas em processos básicos de recursos humanos. Buscou-se identificar problemas que, comprovados por autores dessa área de conhecimento, mantivesse uma relação com a política que a organização adota no momento de realizar demissões. A metodologia utilizada para a execução desse estudo foi a pesquisa bibliográfica e o seu intuito foi alargar o conhecimento sobre o tema abordado, que apesar de ser um tema atual e pertinente não oferece grande variedade de literatura disponível. Os resultados alcançados apontam que muitas demissões ocorridas nas organizações poderiam ter sido evitadas e com isso, a organização seria poupada de enfrentar diversos contratempos. O fenômeno das demissões mal planejadas acontece de uma forma quase invisível nas organizações. Na maioria dos casos a organização não percebe que está praticando esse tipo de demissão e a realiza de forma inconsciente. Para confirmar que as organizações não realizam as demissões mal planejadas de forma proposital, Yoshida (2003, p.18) afirma que "... salvo em mentes deformadas, demitir alguém está entre os atos mais dolorosos que um profissional tem que tomar, pela carga de sofrimento que impõem ao demitido e pelo desastre humano que a demissão pode causar". As causas dessas demissões estão nas falhas em processos de recursos humanos realizados por essas organizações ou na desqualificação gerencial. Essas causas geralmente podem ser motivadas pelas seguintes falhas: problemas no recrutamento e na seleção, insuficiência de treinamento e desenvolvimento, sistema insatisfatório de avaliação de desempenho, problemas interpessoais entre os gerentes e os subordinados e downsizing realizado por modismo. O recrutamento e a seleção são a forma de entrada indivíduo na organização. É impensável haver um sem o outro, pois são processos complementares e por esse motivo eles são analisados simultaneamente. Antes de se apresentar o conceito de demissão, é necessário se entender a definição de Oliveira (1999, p.18) sobre o trabalhador:

Antes de ser uma mão de obra, é uma pessoa humana, que tem aspirações, que tem dignidade, que é pai de família, que é um educador, que é um companheiro nas catástrofes e nas alegrias, que é um homem de fé num futuro melhor, que está disposto a trabalhar para fazer e restaurar tantos bens necessários à sobrevivência da humanidade. A todos cabem uma pequena parte do trabalho e, excetuando os casos extremos, não cabe alijar o trabalhador, expulsá-lo do canteiro de obras, da linha de montagem de uma indústria, do balcão de uma fábrica, do balcão de uma loja de comércio.

Entrevista publica pelo órgão da ISMA no EUA sobre estresse. É melhor parar de reclamar que sua rotina anda agitada demais. Em pequenas doses, a tensão gerada diante de um novo desafio, como uma fala em público,a entrega de um trabalho ou até uma discussão em família, diminui os riscos de doenças como Alzheimer, artrite e alguns tipos de câncer, revelam pesquisas recentes.O velho ditado de que a diferença entre o veneno e o remédio está na dose se aplica muito bem ao estresse, que nada mais é que uma reação natural do ser humano diante de uma situação de perigo. Picos curtos de estresse durante o dia servem de motivação para encarar algo inesperado e terminam por gerar satisfação, explica Ana Maria Rossi, Ph.D., presidente da seção brasileira da International Stress Management Association

(Isma-BR). Se estressar de vez em quando também ativa o sistema imunológico. Um estudo recente da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, sugere que levar uma vida calma demais aumenta em 43% as chances de morrer prematuramente. O motivo? Se nunca estimulado, o sistema imunológico não se fortalece e a pessoa adoece com mais facilidade.Entretanto, o estresse só é bom se dura de minutos a alguns dias. Se passa desse tempo torna-se um desgaste emocional crônico e, em vez de bem, começa a fazer mal à saúde. Quando o estresse é ruim, a sensação após determinado episódio é de opressão, nunca de excitação, e leva a um descontrole que gera desde fugas emocionais até reações agressivas, explica Ana Maria. Uma pesquisa realizada em 2009, pela Isma com 1mil executivos, brasileiros revelou que 53% têm comportamentos agressivos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.6 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com