TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Deveres do Assistente Social diante da ética e meio Ambiente

Por:   •  11/9/2015  •  Trabalho acadêmico  •  1.531 Palavras (7 Páginas)  •  323 Visualizações

Página 1 de 7

[pic 1]

UNIVERSIDADE ANHANGUERA

POLO DE PINDAMONHANGABA

CURSO DE SERVIÇO SOCIAL 

DISCIPLINAS: FILOSOFIA APLICADA AO SERVIÇO SOCIAL; SOCIOLOGIA; RESPONSABILIDADE SOCIAL E MEIO AMBIENTE.

NOME DO ACADÊMICO (A) MARCIA APARECIDA DA SILVA RUFINO E RA 8378842586

DESAFIO PROFISSIONAL: DEVERES DO ASSISTENTE SOCIAL DIANTE DA ÉTICA E DO MEIO-AMBIENTE, EM NOME DE UMA SOCIEDADE SUSTENTÁVEL.

TUTORA EaD THALITA SILVA NEVES VELOSO COSTA

PINDAMONHANGABA / SP

08/10/2014

Passo 1 – Postura do Assistente Social segundo Código de Ética

Os desafios a serem enfrentados pela profissão de serviço Social estão ligados a questão Social, sua atuação esta inserida no contexto que tem como pilar central a ética profissional e através do Código de Ética se estabelece princípios como liberdade, cidadania, igualdade, justiça e outros.

Para que o homem tenha condição de se preparar para viver e trabalhar numa sociedade transformada que vive em contínua mudança, onde as instituições econômicas, políticas e sociais tenham condições de responder a essas transformações, para que tenhamos uma sociedade mais justa, onde se tenha menos exclusões e que o profissional de Serviço Social desempenhe as tarefas ligadas a sua natureza e contribua para que haja mais respeito a dignidade da pessoa humana e que também o Estado e toda sua estrutura de governo cumpra o seu papel e seja um instrumento em favor da promoção de uma sociedade onde se priorize o desenvolvimento humano, quando se trata de desenvolvimento humano o assistente social deve zelar pela base da sociedade que é a família sempre defendendo seus direitos, contribuindo intervindo para o bem estar da família.

Quando se fala em uma sociedade mais justa e humanizada que promova a justiça social é preciso colocar em prática o princípio da igualdade de direitos, onde há uma sociedade marcada pelas desigualdades cabe ao profissional do Serviço Social colaborar com os poderes públicos fazendo com que haja justiça na distribuição dos direitos e deveres entre os cidadãos, colaborando na capacitação dos indivíduos para que tenha uma ordem social e diante do código de ética do assistente social ele deve atuar como mediador procurando proceder de maneira a proporcionar aos mais desfavorecidos melhores condições de vida e defender direitos da vida humana empenhando-se para a eliminação de qualquer tipo de discriminação incentivando o respeito e discussão das diferenças e trabalhando para realização de programas sociais.

 Quando é preciso colocar o ser humano como prioridade, vemos uma insatisfação com os rumos da política onde se há tantas desigualdades sociais e abusos de poder tanto político como econômico e diferentes formas de violência e como respostas a essas demandas cabe não somente ao assistente social, mas as organizações de nossa sociedade as empresas privadas dar direção ao ser humano com ações que promovam a cidadania e que tenham uma maior responsabilidade social.  

Para o assistente social diante de sua ética profissional cabe respeitar a justiça e deve ter sua vida baseada sempre na verdade atuando com outras profissões e sempre respeitando os princípios éticos dessas profissões e procurando se atualizar em seus conhecimentos para que haja melhor resultado no desempenho da sua profissão e prática.

Na profissão de assistente social não existem receitas, mas o código de ética indica valores a seguir, e praticando esses valores é possível intervir e contribuir para uma sociedade mais justa buscando estratégias e ações que visem dar ao ser humano o respeito que a ele é devido e coloca-lo no centro das relações politicas, comerciais e culturais.

Passo 2 – Carta da Terra e o Contexto Social.

Uma sociedade sustentável é quando os cidadãos possuem no mínimo uma vida digna e que não esteja absorvendo nada que seja prejudicial a outros como bens, recursos naturais e energéticos, é preciso que se faça um trabalho de conscientização visando o meio ambiente como um direito fundamental da pessoa humana, a cidadania e questão ambiental precisam andar juntas pois a ação do homem pode causar prejuízos irreversíveis nos ecossistemas, para o cidadão cabe a tarefa de proteger o meio ambiente garantindo a sua sobrevivência e de gerações futuras.

Políticas e propostas que fazem parte do compromisso do governo o que vemos hoje são empresas, ONGS onde pelos meios de comunicação tem como objetivo erradicar a pobreza social e ambiental trabalhar para que o ser humano tenha educação, saúde e uma vida com condições melhores combatendo as desigualdades sociais.

No Brasil tornou-se tema central uma ecologia sustentável é preciso ter uma preocupação com os avanços tecnológicos para que se tenha um progresso econômico precisa-se de critérios e limites para se usar os recursos naturais, com a globalização o que podemos analisar é que alguns possuem excelente qualidade de vida e outros vivem em um contexto social desigual não possui direitos básicos como moradia, água potável, ar puro saneamento básico entre outras coisas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.1 Kb)   pdf (142.7 Kb)   docx (104.1 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com