TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha – Educação Física Progressista

Por:   •  29/11/2017  •  Resenha  •  496 Palavras (2 Páginas)  •  1.420 Visualizações

Página 1 de 2

                                 Resenha – Educação Física Progressista

                   
Paulo Ghiraldidelli Jr. aborda em seu livro a educação física progressista as várias concepções da educação física, abordando os determinantes históricos e filosofias subjacentes a cada concepção. Dentre as concepções da educação física e suas respectivas fases estão elas: Educação Física Higienista, Educação Física Militarista, Educação Física Pedagogicista, Educação Física Competitivista e Educação Física Popular, nessa respectiva ordem.
                         A Educação Física Higienista
 busca a erradicação de doenças e exaltação do sanitarismo. Nessa concepção, a educação física é um instrumento de saneamento público. Dessa maneira, a educação física busca resolver o problema da saúde pública através da educação. Essa concepção teve seu firmamento, no Brasil, de 1889 até o ano de 1930, sendo fruto do liberalismo.
                          Visando a formação de “cidadãos-soldados”, a educação física militarista tem como ênfase contribuir para a maximização da força e o poderio da população. Sendo assim, a coragem, a vitalidade, o heroísmo e a disciplina exarcebada fazem parte da plataforma básica que compõe a educação física militarista. No Brasil, seu firmamento foi de 1930 a 1945.
                         A Educação Física Pedagogicista está preocupada em usar a educação física como agente educativo, diferentemente da concepção militarista ou da concepção higienista. O sentimento corporativista de valorização do profissional da educação física permeia a concepção pedagogicista. Essa concepção buscava fojar um sistema capaz de promover a educação física do homem brasileiro respeitando suas peculiaridades culturais, físico-morfológicas e psicológicas. Essa concepção firmou-se no Brasil no período de 1965 a 1964.
                          Educação Física Competitivista é sem dúvidas, a concepção mais tecnicista de Educação Física, se reduzindo somente ao desporto de alto nível. Dessa forma, é desenvolvido o treinamento esportivo baseado nos estudos avançados da fisiologia do esforço e da biomecânica. Essa concepção firmou-se no Brasil em 1964 e durou até a abertura democrática.
                          Já a Educação Física Popular é focada na ludicidade e no coletivismo, diferentemente das outras concepções. Essa concepção entende que a educação dos trabalhadores está diretamente ligada ao movimento de organização das classes populares para o embate da prática social, ou seja, para o confronto cotidiano imposto pela luta de classes. Firmou-se após a abertura democrática no Brasil.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.7 Kb)   pdf (48.9 Kb)   docx (10.7 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com