TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

FUNCIONÁRIO DE ESCOLAS: CIDADÃOS, EDUCADORES, PROFISSIONAIS E GESTORES EIXO FORMAÇÃO PEDAGÓGICA

Por:   •  31/10/2017  •  Trabalho acadêmico  •  1.687 Palavras (7 Páginas)  •  330 Visualizações

Página 1 de 7

PLANO DE ATIVIDADE PRÁTICA

CADERNO 01 – FUNCIONÁRIO DE ESCOLAS: CIDADÃOS,

EDUCADORES, PROFISSIONAIS E GESTORES

EIXO FORMAÇÃO PEDAGÓGICA

IDENTIFICAÇÃO


Aluno (a): Diego Salustriano da Silva

Curso: Secretaria Escolar

Local de realização da PPS: Unidade Integrada Isabel Cafeteira

Tutor(a) ou Profissional da Escola: Antonia Gessiane

Ano: 2017                        Módulo: I

Professor (a) da Área Pedagógica: Karen Krystine Ferraz Trinta

Atividade I

Encaminhamentos Metodológicos e atividades propostas:

Reúnam-se em grupos (no máximo quatro grupos);

Leiam o texto “História e construção da identidade: Compromissos e expectativas”

Preencham o quadro histórico a partir das informações retiradas do texto;

Discutam sobre essas informações.

Identidade do funcionário de escola

Período dos Jesuítas

Período das Aulas Régias

Período da República

Período da democratização do Acesso escolar

- Inicio em 1500 em Salvador - BA

- Jesuítas eram os educadores

- Jesuítas eram responsáveis pelas aulas, missas, pregações e exerciam o poder repressivo.

- Os coadjutores eram responsáveis por administrar os trabalhos materiais.

- os educadores eram responsáveis por toda a vida dos alunos.

- houve o trabalho escravo nas tarefas menos qualificadas.

Findou-se esse período em 1759 com a expulsão dos jesuítas.

 Período das aulas régias (1772-1834)

- Eram vistos apenas os professores e alunos.

- Demais funcionários eram invisíveis, sem a devida importância.

Escravos realizavam apoio material

Todos os demais funcionários eram vistos apenas como escravos, com identidade fundida a dos negros

Funcionários com de caráter subalternidade.

-Surgiram e se institucionalizaram as funções não docentes nas escolas.

-Surge uma inovadora legislação sobre o “pessoal administrativo” garantindo o reconhecimento em portarias e diários de  diversas funções.

-Inicio de admissões por indicação politica.

-A figura do professor normalista projetou uma sombra que inviabilizou os demais servidores da educação.

-de 1949 em diante houve um aumento na demanda das funções de limpeza e merenda escola o que acelerou a mudança no perfil dos funcionários da escola.

-Houve uma carência maior de funcionários da escola, devido o crescimento no acesso a escola.

-as atividades de limpeza e alimentação eram vistas como um prolongamento de funções domesticas femininas.

-O profissional sofria com baixos salários e esses subempregos eram trocados por favores políticos.

-Reforça-se a invisibilidade dos funcionários.

-Cria-se uma hierarquia entre os próprios não docentes, onde quem mais sofre são o pessoal da alimentação, limpeza e vigilância.


Atividade II

Encaminhamentos Metodológicos e atividades propostas:

  • Pesquisar em uma escola da sua comunidade, com o diretor, o coordenador, um professor e um funcionário escolar: O que para eles é uma escola de qualidade? O que entendem por gestão democrática? O que é necessário para que a educação brasileira seja uma educação de qualidade?
  • Pesquisar com pessoas da comunidade em que vive (familiares, vizinhos, amigos): O que eles pensam quando se fala em gestão escolar democrática e educação de qualidade? Nossas escolas podem ser consideradas democráticas e de qualidade? O que falta para que isso ocorra?
  • Analisar os pontos de vista colhidos sobre educação de qualidade e gestão democrática e a relação destes com a sua compreensão;
  • Pesquise com o maior número de pessoas que conseguir;
  • Anote todas as conclusões.

Durante as pesquisas foi constatada que uma escola de qualidade é aquela que pode proporcionar o aprendizado para as crianças e que também receba toda a comunidade da melhor forma possível, a qualidade esta diretamente ligada a aulas com professores capacitados, espaços de ensino adequado e recursos fundamentais para o processo de ensino.

Quando se fala em gestão democrática tem-se em mente algo meio distante da realidade da maiorias da escolas, no entanto no processo de pesquisas foi relatado que a escola está apta para ouvir todos os membros da escola, os professores e os demais funcionários se sentem confortáveis em opinarem, a direção e a coordenação trabalha em prol dessa gestão democrática, onde todos os membros da escola possam enriquecer o trabalho com seus conhecimentos individuais.

Quando de fala a respeito da responsabilidade de realização de uma escola de qualidade, é ressaltado que é papel primordial do governo proporcionar atitudes voltadas para educação bem como investir na capacitação dos educadores. Os professores também influenciam nessa questão, na qual é necessário um comprometimento real com as praticas de ensino. E por fim é importante que os pais estejam comprometidos com a escola, e no processo de educação de seus filhos.

 Na analise com a comunidade, a principio não a maioria não conhecia esse termo, no entanto após breve explicação foi visto que a escola prevê essa gestão democrática para a comunidade, pois a comunidade se depara frequentemente com um quadro de funcionários preparados para ouvir e usar ideias que fortalecem a escola, assim como esta preparados para criticas que podem melhorar o serviço.

Atualmente as escolas ainda enfrentam constantes dificuldades, mas mesmo assim é buscada a produção de um ensino de qualidade. A comunidade ver a escola como uma das melhores da região, mas também reconhecem alguns empecilhos que não são fáceis de solucionar e requerem atenção de toda a comunidade escolar.


Atividade III

Encaminhamentos Metodológicos e atividades propostas:

Ler um trecho do texto “A construção do perfil de profissionais da educação”

Pesquisar junto à comunidade escolar (professor, pais, gestão e funcionário de escola): Qual deve ser a real atuação do funcionário de escola no processo de democratização da gestão escolar? As atividades desempenhadas hoje se relacionam às ações da gestão democrática? O que é necessário ser feito para mudar o cenário atual? Qual a importância da participação e do comprometimento dos funcionários de escola na gestão escolar democrática?

Entreviste o máximo de pessoas que conseguir;

Levantem bastantes informações;

Anotem suas conclusões.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.8 Kb)   pdf (266.1 Kb)   docx (168.8 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com