TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

HIGIENE E QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO

Por:   •  11/5/2015  •  Trabalho acadêmico  •  3.671 Palavras (15 Páginas)  •  158 Visualizações

Página 1 de 15

HIGIENE E QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO

1. RESUMO --------------------------------------------------------------------------- 04

2. INTRODUÇÃO.....................................................................................05

3. DESENVOLVIMENTO-------------------------------------------------------------07

4. CONCLUSÃO------------------------------------------------------------------------16

5. REFERÊNCIAS---------------------------------------------------------------------17

RESUMO

Este artigo tem como principal objetivo discorrer sobre a temática higiene, segurança e qualidade de vida no trabalho, na qual higiene esta ligado ao ambiente de trabalho, e suas condições tem que assegurar a saúde dos colaboradores tanto física quanto mental. Pôde-se observar que a abordagem da qualidade de vida nas organizações mostra-se emergente e de grande importância na atualidade coorporativa. Conclui-se que abordar qualidade de vida nas empresas é mais que um benefício para o trabalhador/colaborador, é uma necessidade de vital importância para que o maior patrimônio da instituição, o trabalhador, tenha condições para desempenhar com eficácia, suas tarefas, de modo que todos saiam ganhando, empregador e colaborador.

Portanto, a promoção de ações e/ou programas de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) vem se tornando a maneira pela qual é possível se desenvolver e manter a motivação e o comprometimento dos trabalhadores, resultando em inúmeros benefícios.

Palavras-chave: Higiene; Segurança; Qualidade de Vida no Trabalho.

INTRODUÇÃO

A grande competitividade entre as empresas, a própria globalização, faz com que elas busquem formas para se tornarem mais competitivas. Os investimentos em tecnologia, marketing e qualificação profissional são cada vez mais importantes, sendo que as máquinas, equipamentos e tecnologia têm grande importância no sucesso das empresas. O mundo corporativo já está consciente da importância da qualidade de vida e da necessidade de criar melhores condições para o bem-estar dos colaboradores.

O ser humano tem buscado várias maneiras para se obter uma vida mais satisfatória. Entretanto, a busca pela qualidade de vida vem se tornando um grande anseio para o ser humano, que deseja tudo que possa proporcionar maior bem estar e o equilíbrio físico, psíquico e social.

A iniciativa de promover projetos visando à satisfação pessoal dos colaboradores cresce cada vez mais no mercado de trabalho, de microempresas a grandes corporações multinacionais.

Futuramente, o diferencial de uma empresa para outra será a qualidade de vida de seus colaboradores, bem como o clima que predomina no local de trabalho, ressaltando a produtividade e a qualidade, resultantes do bem-estar organizacional.

A segurança e a higiene no local de trabalho é outro fator importante, visto que estando em um ambiente seguro e bem cuidado diminuem-se os riscos de acidentes e doenças ocupacionais. Nesse sentido observa-se que é atribuição da empresa, através de seus gestores, a tarefa de cuidar da integridade física e mental de seus funcionários, respeitando seus limites e cuidando para que estes tenham uma boa saúde.

Portanto a promoção de qualidade de vida nas empresas vem se tornando a maneira essencial para manter-se a motivação e o comprometimento.

Muitas empresas, intituladas como “as melhores em gestão de pessoas” têm se destacado em aumento da produtividade, baseando-se na QVT, ao inseri-la em seu planejamento e gerenciamento dos recursos humanos.

É visto que a inclusão da QVT dentro das empresas gera inúmeros benefícios, ainda mensuráveis em sua totalidade e os dados estatísticos são aleatórios. Entretanto, sabe-se que a redução de custos com a saúde dos trabalhadores é considerável, apresentando diminuição dos níveis de estresse, menor incidência e prevalência de doenças ocupacionais, e isso ainda, associado ao ganho secundário no aumento de produtividade (ANGELUCI et al., 2005). Trata-se de um setor inexplorado e imprescindível que está sendo recentemente inserido no trabalho diante das pressões de um conceito antigo, mas antes sem relevância, o respeito por todos e a valorização da vida de cada um e dos bens coletivos.

No

...

Baixar como (para membros premium)  txt (25.8 Kb)   pdf (153.7 Kb)   docx (25.1 Kb)  
Continuar por mais 14 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com