TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Artigo do Mário Aquino Alves

Por:   •  6/12/2017  •  Resenha  •  1.037 Palavras (5 Páginas)  •  66 Visualizações

Página 1 de 5

Rafael Lima da Silva

20161520025

        O artigo do Mário Aquino Alves trata sobre o surgimento do conceito de Terceiro Setor. Ele aborda diversos pontos cruciais para a compreensão do termo e narra desde o surgimento, até a sua abordagem no Brasil. Há diversas nomenclaturas com suas respectivas críticas e caracterização.

        O Terceiro Setor é algo pouco falado. A sociedade atual dispõe de um conhecimento muito superficial que está interligado a pouca pesquisa realizada no Brasil. A expressão Terceiro Setor começou a ser usada em torno dos anos 70, nos EUA, com o objetivo de caracterizar o setor da sociedade em que as organizações sem fins lucrativos, inclinadas a produção ou a distribuição de bens e serviços, atuavam. A partir dos anos 80, o uso do termo foi cada vez menos usado e substituído por “setor não-lucrativo”. Essa nova expressão recebeu críticas e a principal era o uso de “comparações negativas entre as ações na esfera do mercado e as ações em seu campo.” Segundo Lohmann (citado no artigo), as atividades que não possuem fins lucrativos de alguma maneira, são uma forma desviante de empreendimento comercial.

        Usada principalmente nos EUA e no Reino Unido a expressão Setor de Caridade possui uma denominação antiga e tradicional. Ela é copiosamente contestada por apresentar uma conotação negativa do termo caridade e uma vilipendiosa, precipuamente nos meios de militância. A Filantropia é um outro termo usado por alguns autores, especialmente nos EUA. O Mário Aquino cita três diferentes definições: Filantropia como um processo intencional, na qual há uma doação voluntária e possui como objetivo a geração de um bem público. O serviço praticado tem a intenção de proporcionar um bem maior para a raça humana; Filantropia como uma coleção de comportamentos com o intuito de promoção de serviços humanitários; Filantropia como uma atividade institucional, onde o bem público é promovido pela sociedade e não por uma ONG. A crítica fica a cargo dos autores Salamon e Anheier que consideram a não equivalência das expressões “Setor não-lucrativo” e “Filantropia”. Eles reputam a Filantropia, conforme as circunstâncias, como parte constituinte do Setor não-lucrativo. Outros termos muito comuns na atualidade, também são usados como equivalentes, tais como “responsabilidade social” e “filantropia empresarial”.

        A expressão “Setor Independente” é equivalente a “terceira força, destacando a relevância do papel desempenhado pelas organizações que se mantém paralelas tanto da esfera do governo, quanto do setor comercial. Não é muito aceito socialmente. Os críticos julgam que não é possível a negação de que os setores lucrativos da sociedades são os provedores de recursos do Setor sem fins lucrativos.

        O Setor Voluntário é uma expressão que enfatiza a contribuição dos cidadãos voluntários.

        A Economia Social é um termo que designa na França as organizações sem fins lucrativos. O conjunto de atividades econômicas de produção, distribuição, consumo, poupança e crédito, organizadas sob a forma de autogestão.

        O termo mais usado atualmente quando se fala em Terceiro Setor: Organizações Não-Governamentais. É considerado pelo autor como um termo que reúne vários outros termos correlatos. Segundo David Korten, essa expressão reúne quatro tipos de organizações: voluntárias, contratadas de serviço público, organizações populares, e as ONG’s governamentais.

        Graças ao Johns Hopkins o termo Terceiro Setor foi ressuscitado. No fim dos anos 80 ocorreram diversos seminários, na Alemanha, Israel e Indianápolis. Diversos pesquisadores de todo mundo se reuniram com o interesse de conhecer melhor o fenômeno emergente das organizações sem fins lucrativos que estavam surgindo. Hopkins tinha um objetivo que se estende até os dias de hoje, que é a mensuração do impacto do Terceiro Setor.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.3 Kb)   pdf (50.4 Kb)   docx (12.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com