TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Quais os principais fatores externos que influenciaram na formação do Direito do Trabalho do Brasil

Por:   •  10/9/2013  •  Pesquisas Acadêmicas  •  1.412 Palavras (6 Páginas)  •  1.249 Visualizações

Página 1 de 6

Universidade Anhanguera – UNIDERP

Centro de Educação a Distância

Curso: Ciências Contábeis

Disciplina: Legislação Social, Trabalhista e Previdenciária.

Nome RA

CAMPO GRENDE - MS

2012

Universidade Anhanguera – UNIDERP

Centro de Educação a Distância

DESAFIO DE APRENDIZAGEM

PROF.º Ma. Juliana Leite Kirchner

CAMPO GRANDE-MS

2012

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO...........................................................04

2. DESENVOLVIMENTO..............................................05

3. CONSIDERAÇÕES FINAIS......................................11

4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS.........................12

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem por objetivo favorecer a aprendizagem, desenvolver competências, estimular o aprendizado. Apresentando aspectos do Direito do Trabalho no Brasil demonstrando alguns assuntos importantes que influenciaram na criação do direito trabalhista.

1-DESENVOLVIMENTO

1 - Quais os principais fatores externos que influenciaram na formação do Direito do Trabalho do Brasil?

No Brasil o direito do trabalho foi influenciado por fatores externos, dentre eles as influencias advindas de outros países e que exerceram, de certo modo, alguma pressão no sentido de levar o Brasil a elaborar leis trabalhistas, sublinhem-se as transformações que ocorriam na Europa e a crescente elaboração legislativa de proteção ao trabalhador em muitos países. Dentre as influências advindas de outros países e que exerceram, de certo modo, alguma pressão no sentido de levar o Brasil a elaborar leis trabalhistas, sublinhem-se as transformações que ocorriam na Europa e a crescente elaboração legislativa de proteção ao trabalhador em muitos países.

2 - Quais as primeiras leis ordinárias trabalhistas em nosso país?

As primeiras leis ordinárias com o tema trabalhistas surgiram nos últimos anos do século XIX e primeiros anos do século XX.Constituía-se em leis esparsas que trataram de questões como trabalho de menores (1891), organização de sindicatos rurais (1903), e urbanos (1907) e férias (1925). Surgiram, em fins de 1800 e começo de 1900, como leis esparsas que trataram de questões como trabalham de menores (1891), organização de sindicatos rurais (1903), e urbanos (1907) e férias (1925). Ministério do Trabalho, indústria e comercio (1930), regulamentação das relações de trabalho de cada profissional (decretos a partir de 1930), nova estrutura sindical (1931), proteção ao trabalho da mulher (1932), convenções coletivas do trabalho (1932), justiça do trabalho (1939) e salário mínimo (1936).

3 - Por que a Consolidação das leis do Trabalho (CLT) não é considerada um código?

O Direito do Trabalho destaca-se por seu caráter teleológico, incorporado em seu conjunto de princípios, regras e institutos, objetivando assim a melhoria das condições de pactuarão da força do trabalho na ordem socioeconômica. A consolidação das Leis do Trabalho é a sistematização das leis esparsas existentes na época, acrescidas de novos institutos criados pelos juristas que a elabora. Porém não é um código, porque não obstante a sua apreciável dimensão criativa, sua principal função foi a reunião das leis existentes e não a criação, como num código, de leis novas.

Etapa 02

DIFERENÇA ETRE EMPREGADO

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.9 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com