TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PIM II - GESTÃO COMERCIAL UNP

Por:   •  11/10/2020  •  Trabalho acadêmico  •  2.265 Palavras (10 Páginas)  •  13 Visualizações

Página 1 de 10

Universidade Paulista – UNIP

Hilton Corrêa dos Santos Filho Silva

        

Projeto Integrado Multidisciplinar II

  1. Camargo

Trindade

2019

Hilton Corrêa dos Santos Filho Silva

Projeto Integrado Multidisciplinar

A.Camargo

Trabalho apresentado ao curso de gestão Comercial, da Universidade Paulista, como requisito de aprovação.

Trindade

2019

Introdução

Nosso objeto de estudo para este projeto integrado multidisciplinar será a empresa “A. Camargo”. Fundada em 1957, é um distribuidor de peças para o segmento agrícola e ferramentas manuais e elétricas para todos os públicos. Com mais de 50 anos neste ramo, ela domina o mercado no que tange a venda de peças e acessórios para os maquinários usados no campo, como colheitadeiras, trituradores, tratores e caminhões. Se diversifica também, com produtos usados nas áreas de jardinagem, instrumentos de medição e ferramentas para auto center.

Concentrarei meus dados e estudos em dois produtos do distribuidor, o primeiro, voltado para o mercado aberto, como mecânicos de auto center e profissionais autônomos, “Jogo de soquetes ¾”” e um voltado para o segmento agrícola, “Disco recortado com furo” que comumente é chamado de disco de arado.

A escolha destes dois produtos se deve ao fato de ambos serem os campeões de vendas por parte do cliente, tendo de manter e controlar o estoque dos produtos como também acompanhar preços de compra e venda.

Será feita uma abordagem micro econômica, com dados sobre quantidade de produtos vendidos, concorrência e uma macroeconômica, onde abordaremos o crescimento econômico e uma projeção de venda para o ano seguinte.

Além, um estudo sobre seu estoque e departamento de compras, que são fundamentais para sucesso do distribuidor no mercado. Técnicas utilizadas para tal controle e capital de giro.

No quesito de matemática, se abordará como o distribuidor chega ao número equivalente ao seu estoque mínimo e por fim, a conclusão sob um olhar crítico.

Tópico I – Abordagens Micro e Macroeconômicas.

        Com muitos anos em um mesmo local, a A.Camargo está consolidada no mercado de peças, acessórios e ferramentas, mas o mercado, na sua região apresenta outros concorrentes no mercado de ferramentas manuais. Na mesma região de atuação existem outros três distribuidores que também vendem o mesmo Jogo de soquete ¾’. Para superar a concorrência, bimestralmente ele realiza promoções, em um dia de loja, no qual ele oferece um desconto adicional de 10%. Além, faz uso de propagandas em jornais com a divulgação de seus produtos semanalmente (Marketing).

        Sempre que ele realiza esse dia de loja, há uma demanda maior de venda dos jogos de soquetes, pois o preço diminui, aumenta a oferta e a quantidade de venda. Geralmente ele vende 2 jogos de soquete por dia, já no dia de loja, essa quantidade é elevada a 10 unidades, cada um tem valor de R$ 450,00, nos dias normais, no dia de loja, R$ 405,00.

Preço do bem [pic 1]

Quantidade demandada pelo consumidor[pic 2]

        No “Dia de loja” o distribuidor precisa arcar com custos extras, como café da manhã, estrutura de som, investimento no Marketing. Todo o lucro, da venda dos jogos de soquete, fica basicamente investido nesses gastos, mas ele o faz pois é um momento de aproximação com seu cliente, além do distribuidor ter a oportunidade de ofertar outros produtos que comercializa.

        Semelhantemente, os discos de arado, tem venda média mensal de 500 discos. Como ele atende a produtores rurais, sempre há períodos de entre safras, porém estes períodos não se coincidem, e ele mantem a venda mensal, sem percas o ano todo. Cada disco ele vende a um preço de R$ 300,00. A diferença se dá no fato do monopólio que o mesmo exerce, quanto a venda de produtos para o segmento agrícola. Não há, dentro do mercado atuante, quem consiga atender o marcado com os produtos que o distribuidor oferece.

                Como a venda destes produtos demanda alguns conhecimentos específicos, o distribuidor tem duas equipes de vendas diferentes, uma, com três vendedores para a área de ferramentas manuais e outra equipe, com demanda muito maior de oito vendedores para a linha de produtos voltados ao segmento agrícola.

        Para que a Camargo possa continuar a operar com margens tranquilas, tendo solidez e lucro, há um detalhe importante, no preço de vendas, para os jogos de soquetes, como existe concorrência de mercado, ele opera em torno de 57% de lucro sobre o preço de custo. Já na demanda dos discos de arado, o distribuidor monopoliza as vendas, ele então exerce 150% de lucro sobre o valor de custeio de cada produto        

        O gráfico apresenta informações sobre a disposição do distribuidor quanto aos produtos abordados.

        

Produto

Equipe de vendas

Quantidade Vendida mês

Preço de Custo

Custo de Venda

Jogo de Soquetes

3

64*

285,00

450,00

Disco de Arado

8

500

120,00

300,00

*Média mensal de 60 jogos, acrescentado dos jogos vendidos no dia de loja

        Cada ano, existe a projeção de crescimento de 20%, isso se deve por causa da inflação sobre os produtos. No jogo de soquetes, há, por parte do fabricante, um acréscimo no preço de custo entre 10-20%. E quantos aos discos de arado, 12-18%.

        Como o cliente possui infraestrutura própria, não arcando com aluguel, tendo em média gastos de R$ 5.000,00 com recursos de uso comuns ao funcionamento, Água, energia, Telefone, Internet, ele destina, para a área de marketing, todo mês 1% do valor líquido das vendas dos produtos. Como cada vendedor, recebe um salário médio de R$ 2.350,00, podemos projetar o faturamento para o ano de 2020, com base no crescimento necessário e ainda quanto será destinado, mensalmente, para a área de marketing.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.8 Kb)   pdf (65.4 Kb)   docx (16.8 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com