TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

DEFINIÇÃO DO CONCEITO DE COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

Por:   •  10/6/2013  •  Projeto de pesquisa  •  2.664 Palavras (11 Páginas)  •  320 Visualizações

Página 1 de 11

INTRODUÇÃO

Comportamento Organizacional é o estudo dos comportamentos dos indivíduos e de seus impactos no ambiente de uma empresa. Visa trazer maior entendimento sobre as lacunas empresariais para o desenvolvimento contínuo e assertivo de soluções, afim de: reter talentos, evitar o turnover e promover engajamento e harmonia entre os stakeholders.

Entender o comportamento organizacional é fundamental na dinâmica de manutenção e melhoria da gestão de pessoas, pois baliza o trabalho dos líderes e confere a estes a possibilidade de prever, e especialmente evitar problemas individuais ou coletivos entre os colaboradores.

O Comportamento organizacional apresenta características próprias e marcantes. Trata-se de uma área do conhecimento humano que é vital para a compreensão do funcionamento das organizações. As principais características, segundo Chiavenatto, são:

Uma disciplina científica aplicada. Está ligado a questões práticas no sentido de ajudar pessoas e organizações a alcançar níveis elevados de desempenho nunca antes alcançados. Sua aplicabilidade está em simultaneamente buscar aumentar a satisfação das pessoas no trabalho e elevar os padrões de competitividade e de sucesso da organização;

Adota uma abordagem contingencial. Procura identificar as diferentes situações organizacionais para que se possa lidar com elas e extrair o máximo proveito delas. O C.O. utiliza abordagem situacional, já que não existe uma única e exclusiva maneira de lidar com as organizações e com as pessoas. Tudo depende das circunstâncias, e nada fixo ou imutável.

Utiliza métodos científicos. Desenvolve e testa empiricamente hipóteses e generalizações sobre a dinâmica do comportamento nas organizações. Os fundamentos do CO se baseiam em uma metodologia científica de pesquisa sistemática;

Ajuda a lidar com as pessoas nas organizações. As organizações são entidades sociais, pois são constituídas de pessoas. O objetivo básico do C.O. é ajudar as pessoas e organizações a se entenderem cada vez melhor. De um lado, o C.O. é fundamental para os administradores que dirigem organizações ou unidades delas, assim como é indispensável para toda e qualquer pessoa que pretenda ser bem sucedida na sua atividade com as organizações, dentro ou fora delas.

CAPÍTULO 1

DEFINIÇÃO DO CONCEITO DE COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

C.O. é um campo de estudos que investiga o impacto que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o comportamento dentro das organizações, com o propósito de utilizar esse conhecimento para promover a melhoria da eficácia organizacional.

Para James G. Hunt, em primeiro lugar, o C.O. é um corpo interdisciplinar de conhecimento com forte ligação com as ciências comportamentais da psicologia, sociologia e antropologia; bem como as ciências sociais, tais como a economia e sociologia. O C.O. é singular, contudo, em sua dedicação à aplicação e integração desses diversos enfoques para obter uma maior compreensão do comportamento humano nas organizações. Em segundo lugar, o C.O. usa métodos científicos para desenvolver e testar empiricamente suas teorias e conceitos. Em todos os casos, a base científica do CO é importante por que: 1) o processo de coleta de dados é controlado e sistemático; 2) as explicações propostas são cuidadosamente testadas; 3) apenas as explicações que possam ser cientificamente verificadas são aceitas. Em quarto lugar, o C.O. utiliza pensamento contingencial para verificar como situações diferentes podem ser entendidas e trabalhadas. Em vez de buscar uma forma única ou universal de gerenciar pessoas e organizações, o C.O. reconhece que as práticas devem se encaixar nas necessidades de cada situação. Umas das importantes variáveis contingenciais estudadas no C.O. são o meio ambiente, tecnologia, estrutura e as pessoas.

Para Idalberto Chiavenato, existe um relacionamento de intercâmbio entre os indivíduos e a organização. O modo pelo qual os objetivos individuais são satisfeitos determina sua percepção do relacionamento. Esse relacionamento poderá ser percebido como satisfatório para as pessoas que percebem que suas recompensas excederam as demandas feitas sobre elas. A pessoa ingressa na organização e nela permanece se espera que suas satisfações pessoais sejam maiores que seus esforços pessoais. Se ela acredita que seus esforços pessoais ultrapassem as satisfações, ela se torna propensa a abandonar a organização, se possível.

VARIÁVEIS DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

As variáveis dependentes são os fatores-chave que você pretende explicar ou prever e que são afetados por outros fatores. Quais são as variáveis dependentes básicas no comportamento

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17.5 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com