TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Lean Manufacturing

Monografias: Lean Manufacturing. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/6/2013  •  3.185 Palavras (13 Páginas)  •  938 Visualizações

Página 1 de 13

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar os principais pressupostos da abordagem Lean, ou seja, uma abordagem enxuta no planejamento e programação da produção, destacando a evolução e a aplicação dos conceitos desta mentalidade para os processos da empresa. Através de estudos bibliográficos e comparativos entre e método tradicional e a mentalidade enxuta os resultados se mostraram altamente positivos com relação à otimização dos recursos de produção e conseqüentemente com redução dos custos. O lean thinking, ou seja, a mentalidade enxuta deve ser vista como um antídoto ao desperdício, uma ferramenta para definir valor ao produto, tornando os processos mais ágeis e eliminando os erros. Os dados levantados no estudo mostraram-se altamente favoráveis à implementação desta mentalidade na empresa com resultados altamente positivos em diversos níveis da produção como a redução do tempo de manufatura do produto, diminuição de set-ups, redução da movimentação de matéria-prima e equipamentos.

Palavras-Chave: Lean, otimização, redução de custos.

Sumário

1. Introdução 4

I. Filosofia JIT 6

2. Histórico 8

3. Conceitos e pilares do sistema 11

I. Fluxo Contínuo Flexível 12

II. Nivelamento, Ritmo e Puxada 13

III. POPs e Ciclo PERP 14

IV. Hoshin Kanri (Gerenciamento das Políticas) 15

4. Referencial Teórico 16

5. Aplicação Prática 18

6. Você obtém aquilo que você mede... 19

I. Suposições: 20

II. Comportamentos: 21

III. Medições do Desempenho Lean: 22

7. Conclusão: 24

8. Referências Bibliográficas 25

1. Introdução

Qualquer atividade humana ou mecânica que utiliza, absorve ou consome recursos, mas não cria valor é considerada como desperdício.

Erros que exigem retificações, produção indesejada, etapas desnecessárias e bens que ficam esperando porque etapas anteriores não foram completadas dentro do prazo são desperdícios que comprometem a saúde da empresa.

A melhor maneira de manter os custos baixos e reduzir o ciclo de produção é manter o mesmo item o maior tempo possível no processo de fabricação, ganhando assim produtividade e reduzindo custos com set-ups (trocas de tipos), pois, quanto maior for o número de troca de itens dentro da linha de produção, menor é sua produtividade e maiores serão os seus custos.

Outro fator importante é produzir de acordo com as necessidades, evitando ao máximo o uso indevido de recursos materiais, humanos e tecnológicos, que agregam custos as suas operações e não geram receitas ao negócio.

Para eliminar as atividades que não adicionam valor todos os elementos da cadeia produtiva devem ser examinados criticamente para identificar os custos que eles geram e o valor que eles adicionam ao produto.

A aplicação dos conceitos da mentalidade enxuta é uma forma de atribuir valor as atividades da cadeia produtiva e mostrar a melhor seqüência das ações no planejamento da produção para eliminar custos.

O termo produção enxuta surgiu como um movimento de adaptação e propagação do sistema Just In Time (no tempo certo) e prega a remoção das anomalias e desperdícios ao longo da cadeia produtiva.

Tipicamente, 95% do tempo total de produção é de Valor não Agregado.

Tempo total de execução

Para fluir bens semi-processados, a empresa enxuta usa os conceitos críticos do Just in Time e da programação nivelada, levando-os até a conclusão lógica e colocando-os em fluxo contínuo sempre que possível.

O sistema Just in Time é um conjunto de boas práticas e procedimentos; como a redução de set up, do mix de produtos e a racionalização e gestão dos processos logísticos.

I. Filosofia JIT

 Satisfazer as necessidades dos clientes

 Eliminar desperdícios

 Melhorar continuamente

 Envolver totalmente as pessoas

 Organização e visibilidade

Alguns Resultados Alcançados com o JIT:

O foco da produção enxuta está no sistema de produção puxado no qual os bens são feitos somente quando há pedidos no processo, nada é produzido até que seja gerado um pedido, desta forma eliminam-se desperdícios com movimentação, defeitos, altos inventários, espera e equipamentos.

O alto custo de produção e a pressão constante pela otimização dos recursos disponíveis com a maximização plena da produção são fatores determinantes na busca de novas ferramentas e métodos de gestão da produção.

Falhas no fluxo de produção ou interrupções por falhas na programação, altos inventários de materiais em processo, equipamentos ou mão de obra ociosa são fatores que podem determinar o fracasso de uma empresa.

Este trabalho busca contribuir com a proposição de um modelo de utilização dos conceitos lean para gerir a programação da produção de maneira ágil, evitar os gargalos de produção, diminuir os estoques de produtos em processo e garantir o fluxo contínuo da cadeia de produção interna da empresa.

2. Histórico

O termo "lean" foi cunhado originalmente no livro "A Máquina que Mudou o Mundo" (The Machine that Changed the World) de Womack, Jones e Roos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (22.3 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com