TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O Uso Do Lean Manufacturing Pelas Empresas

Ensaios: O Uso Do Lean Manufacturing Pelas Empresas. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  13/5/2014  •  549 Palavras (3 Páginas)  •  457 Visualizações

Página 1 de 3

Com o advento da globalização e o surgimento de um mercado cada vez mais competitivo e mais exigente quanto à redução de custos e melhores níveis de produtividade e qualidade, as empresas viram-se obrigadas a enfrentar grandes desafios e a adequar suas formas de produção.

As empresas inseridas nesse novo “Mercado Global” precisam evoluir continuamente e se mobilizar para alcançar o grau máximo de competitividade, não somente para enfrentar a concorrência local com aqueles que estão “do outro lado do muro”, como também para garantir que sobreviverão diante da concorrência imposta por aqueles que estão “do outro lado do mundo”. Como exemplo, temos os países emergentes que conseguem produzir produtos idênticos aos da maioria das empresas, porém com preços muitos mais baixos.

Neste mesmo cenário de busca pela diferenciação e vantagem competitiva em relação aos concorrentes, logo após a Segunda Guerra Mundial a conhecida empresa de automóveis Toyota, desenvolveu no Japão, uma prática que inicialmente foi conhecida como Sistema Toyota de Produção.

Taiichi Ohno, engenheiro da Toyota, após uma viagem às fabricas da Ford nos Estados unidos, percebeu que não era possível competir com empresas norte-americanas usando o método de Produção em Massa, método este que exigia elevado numero de recursos de produção bem como a existência de uma mão de obra grande produtividade. (LEAN WAY 2013)

Com um Japão devastado pela Guerra, a Toyota amargava a ausência de recursos produtivos. A falta de capital, falta de espaço físico na fábrica, baixa produtividade sua mão de obra, levou Taiichi Onho a concluir que seria necessário criar seu próprio Sistema de Produção, e que este fosse baseado na radical eliminação de desperdícios gerados no processo produtivo. Reduzir custos e aumentar a produtividade era o caminho para tornar a Toyota capaz de competir com as poderosas empresas americanas.

De Acordo com Veras (2009), Eiji Toyoda, da família proprietária da Toyota, e Taiichi Ohno nos anos 50 concluíram que o sistema Ford não poderia funcionar na Toyota, que era sensivelmente menor e precisava de soluções mais eficientes e menos dispendiosas.

Neste contexto deu-se o inicio desta filosofia atualmente conhecida como Lean Manufacturing.

Conforme Panizzolo (1998), [...] a necessidade de tornar as empresas ocidentais mais competitivas levou-as a adotar as práticas do Lean como forma de melhorar seus indicadores de custos e qualidade, tornando-as mais produtivas com processos cada vez mais flexíveis”

A necessidade de ser adequar a este mercado exigente alcançou empresas de todas as regiões e portes, assim é possível observar à busca das empresas do Sul fluminense atualmente por melhorias e mudanças nos seus processos produtivos, a fim de se adequarem e se manterem vivas neste cenário onde a competição acirrada e a busca pela vantagem competitiva predominam. Desta forma, surge o Lean Manufacturing, com seus princípios e ferramentas, como uma prática indispensável e obrigatória para que todas as empresas possam assegurar sua sobrevivência e atrair cada vez mais os clientes.

Essa filosofia assume o papel de um sistema de produção que tem o potencial de melhorar o desempenho produtivo de qualquer organização. Segundo apud Cantidio (2004) “Projetos de manufatura enxuta sustentam

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.6 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com