TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Gerenciamento de conhecimento e requisitos: A organização tem sistemas formais ou informais para o gerenciamento de conhecimentos e requisitos?

Por:   •  8/1/2019  •  Monografia  •  1.016 Palavras (5 Páginas)  •  22 Visualizações

Página 1 de 5

1) Gerenciamento de conhecimento e requisitos: A organização tem sistemas formais ou informais para o gerenciamento de conhecimentos e requisitos? Quais diretrizes o gerente de projeto deve estabelecer para que os requisitos sejam reutilizados no futuro?

R- A empresa tem alguma coisa de registro formal de prática de gerenciamento de projetos, mas ainda depende muito de cada coordenador. Não existe de fato uma cultura empresarial. O que tem feito falta, pois não existe um padrão de registro e nem a constância de faze-los.

2) Validação e controle: A organização tem políticas, procedimentos e diretrizes formais ou informais existentes para a validação e controle?

R- Nenhuma. E isto ocasiona muito retrabalho, pois as alterações e refazimentos são constantes, muitas vezes com retorno ao modelo anterior devido a insucesso da alteração e neste caso refazimento de etapa.

3) Abordagem de desenvolvimento: A organização usa abordagens ágeis para gerenciar projetos? A abordagem de desenvolvimento é iterativa ou incremental? Uma abordagem preditiva é usada? Uma abordagem híbrida seria produtiva?

R- Não utiliza abordagem ágeis e a prática fica mais perto de incremental, visto que as definições não são tomadas todas no início, as ao longo do desenvolvimento.

4) Estabilidade dos requisitos: Existem áreas do projeto com requisitos instáveis? Os requisitos instáveis requerem o uso de técnicas ágeis ou outras adaptativas até que estejam estáveis e bem definidos?

R- Sem a gestão adequada, este ponto é bem frágil. Dependendo muito da característica do coordenador do projeto, normalmente implicando em produto final com falhas de especificação.

5) Governança: A organização tem políticas, procedimentos e diretrizes formais ou informais existentes para auditoria e governança?

R- Nenhuma. O que resulta em sérios problemas para entrega de produto final ao cliente.

  • Que barreiras a uma comunicação eficaz você pode detectar nesse caso?

 Acredito que faltou da parte da Silvia Ramos um melhor esclarecimento do trabalho em que ela queria realizar, além de pedir os dados a que ela era necessária também informar quais seriam as intenções de melhorias. O que acarretou na visão de Tomás Biliardo uma baixa importância no assunto, tomando a decisão de priorizar totalmente suas atividades rotineiras. Acredito também que ela deveria ter tomado a iniciativa de conversar com o Superior dela, discutir as ideias e assim tomar partido de solicitar dados ao Tomás Biliardo, sendo que após enviar um e-mail sem sucesso de responsa, ir até Tomás e conversar pessoalmente, tomando como princípio também a aprovação da Carlos Mendes.

 

  • Há alguém "errado" nessa situação? De que outra maneira Silvia Ramos poderia ter solicitado as informações a Tomás? O que você acha da reação de Tomás? Justifique sua resposta.

 Acredito que houve erro das duas partes, Silvia antes de tudo deveria ter tomado a iniciativa de conversar com o superior dela e deixa-lo a parte do que estava planejando, assim após o primeiro e-mail ignorado deveria ter ido conversar pessoalmente com Tomás, explicando suas intenções com os dados a serem coletados e pedir colaboração dele nesse trabalho, tomando como contrapartida a opinião do superior dela.

A atitude de Tomás, ao meu ver foi algo que não deve existir em uma empresa que visa o crescimento e a melhoria continua, pois ele simplesmente avaliou pelo seu ponto de vista se o que Silvia estava solicitando era de utilidade para ele ou não e simplesmente resolveu não respondê-la causando desconformo e desgosto por parte dela, após a cobrança, a justificativa dele foi apenas que não via vantagens no envio das informações e que ele não respondia a ela e assim não tinha o porquê dar a justificativa da não resposta, o que ao meu ver é um absurdo vendo que as ideias de melhorias podem partir de pessoas de quaisquer cargos.

  • Enquanto a comunicação vertical (para cima ou para baixo), em uma organização, não costuma ser um grande problema, por que as comunicações horizontal ou diagonal são mais difíceis de serem realizadas?

As comunicações verticais das organizações seguem níveis hierárquicos, onde todos trabalham pela mesma meta, tem atividades que devem ser reportadas aos superiores, onde estes realizarão cobranças frequentes aos seus subordinados, fazendo assim com que a comunicação seja rotineira.

Nas comunicações horizontais apesar de ser a mesma empresa com a mesma visão, cada departamento tem suas metas a serem cumpridas, o que acaba distanciando o interesse de um funcionário ao outro. Como aconteceu com Silvia e Tomás, ambos estão no mesmo nível hierárquico, mas de áreas diferentes, o interesse de um não foi suficientemente interessante ao outro, tomando assim apenas a “obrigação” de dar uma justificativa de resposta ao superior direto.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.6 Kb)   pdf (87.2 Kb)   docx (13.9 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com