TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA E A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

Por:   •  28/9/2015  •  Projeto de pesquisa  •  4.655 Palavras (19 Páginas)  •  174 Visualizações

Página 1 de 19

PROJETO DO ARTIGO CIENTÍFICO

A HISTÓRIA DA MATEMÁTICA E A APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

Aluno:

2-PROBLEMA DE PESQUISA OU PROBLEMATIZAÇÃO:

Muitas vezes se indaga acerca dos reais motivos que geram os altos índices de evasão e abandono. As famílias e a escola não tem conseguido cumprir com seu papel. A escola, a priori, permanece inerte, presa a antigas metodologias e normalmente não considera o saber que o educando traz de suas experiências já vividas no plano social. A História da Matemática poderá instigar e relacionar os conceitos matemáticos básicos apresentados ao aluno, contribuindo para que sua aprendizagem ocorra de forma significativa. Ao longo deste trabalho se pretende demonstrar que o aprendizado de Matemática é possível e não ‘massante’ como infelizmente figura socialmente.

        

3-OBJETIVO:

Objetivo geral:

O objetivo desta pesquisa é explanar sobre a história da matemática e a aprendizagem significativa.

Objetivos específicos:

Esta pesquisa apresenta como objetivo específico analisar sobre:

  1. um aprender significativo do qual o aluno participe raciocinando, compreendendo, reelaborando o saber historicamente produzido e superando, assim, sua visão ingênua, fragmentada e parcial da realidade.
  2. apresentar a matemática como possibilitador de construção de um saber agora imbuído de significado para o aluno.

4 – JUSTIFICATIVA

Esta pesquisa se justifica na intenção de proporcionar aos alunos uma aprendizagem significativa à medida que o novo conteúdo matemático é incorporado às estruturas de conhecimento de um aluno e adquire significado para ele, e começa a fazer sentido nas suas ações cotidianas.

A escola do século XXI precisa se tornar significativa para o aluno. Interligar cada vez mais o mundo científico e cotidiano do aprendiz. Através de dinâmicas, vídeos e filmes motivacionais, espera-se oportunizar o aluno a explorar fatos que antes não haviam pensado e por assim o ser se interliga ao Projeto Político Pedagógico da Escola que traz em seu cerne a escola que se tem e a escola que se deseja ter.

Através do diferente avalio ser oportuno se abrir um novo contexto de aprendizagem, afinal, em pleno século XXI não é possível se pensar uma escola na qual se aprenda sempre o mais do mesmo.

O grande número de erros cometidos por alunos em Matemática, em qualquer nível de ensino, há tempos desperta questionamentos acerca da prática educadora. Tendo em vista a constatação de que tais erros vêm se constituindo em uma das causas principais do baixo aproveitamento dos alunos na disciplina de Matemática, talvez seja necessário desenvolver estratégias para utilização dos erros como ferramenta alternativa para a melhoria da aprendizagem.

A partir de uma nova metodologia, que seja um jogo, uma brincadeira, algum material diferenciado, construtivo, há de ser mais atraente, interessante e palpável, afasta o preconceito e as aulas de Matemática findam por ser mais atrativas.

Afinal, a matemática se encontra presente na vida social de cada ser vivo sobre a terra e o pretenso não gostar que muitos alunos referem seja oriundo do fato dos problemas apresentados nas aulas de matemática não encontrarem aplicação no cotidiano do aluno e nem se relacionarem com problemas reais com os quais o educando convive, levando-os a acreditar que trata-se de uma ciência pronta e acabada, onde os resultados são exatos.

Na escola, entretanto, a matemática não é tratada como algo que evolui e se modifica. Geralmente é encarada como um gigantesco corpo de conhecimentos ‘sacramentados’ que precisa ser transmitido ao aluno. E ele tem de gostar. Será?

5 - METODOLOGIA DA PESQUISA

Esta pesquisa se constrói a partir de uma ampla e minuciosa pesquisa bibliográfica. O termo Bibliografia[1] advém do grego bíblio, ‘livro’, e grapheiu, ‘escrever’, ‘escritura de livros’. Desde meados do século XVIII, a palavra bibliografia passou a ser sinônimo de lista de livros ou de outro tipo de material escrito referindo-se a um campo concreto.

As bibliografias informam sobre autores, títulos de obras, edições, lugares e datas de publicação e, em alguns casos, estilo ou tipo dos livros, tamanho e outras características físicas da publicação.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (31.8 Kb)   pdf (203.1 Kb)   docx (25 Kb)  
Continuar por mais 18 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com