TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Realidade Aumentada e Comunidade Surda

Por:   •  30/3/2021  •  Artigo  •  7.762 Palavras (32 Páginas)  •  10 Visualizações

Página 1 de 32

[pic 1]

[pic 2]

[pic 3]

DOI 10.20396/etd.XXXXXXXXXX

REAL WORD: CATÁLOGO DE PALAVRAS E FRASES EM LIBRAS

-REALIDADE AUMENTADA APLICADA AO APRENDIZADO DO SURDO-

REAL WORD: CATALOG OF WORDS AND PHRASES IN LIBRAS

-AUGMENTED REALITU APPLIED TO DEAF LEARNING-

CATÁLOGO DE PALABRAS Y FRASES EN LIBRAS

-REALIDAD AUMENTADA APLICADA AL APRENDIZADO DEL SURDO-

Fúlvia Carolina Alves Correa[1], Luis Carlos da Silva Soares[2]

RESUMO

Este estudo propõe, além da realização de pesquisas bibliográficas acerca dos assuntos, a elaboração de um catálogo de palavras ou frases de determinadas disciplinas, que através de um aplicativo, sejam remetidas, pelo uso da Realidade Aumentada, à vídeos que as traduzam para a Língua Brasileira de Sinais. O objetivo foi facilitar o aprendizado do aluno surdo e o trabalho do intérprete de Libras em sala de aula, bem como o conhecimento do termo (ou palavra) pelo próprio professor e colegas ouvintes.  Para a criação do catálogo, chamado de Real Word, além do intérprete em Libras e do criador das auras (imagens da Realidade Aumentada), foi preciso a participação dos professores das disciplinas escolhidas (matemática, matemática financeira e sistemas de informação) para a aplicação do mesmo e do aluno que apresenta a surdez. Observou-se uma otimização da aprendizagem no que diz respeito ao desenvolvimento dos termos em Libras que foram aplicados durante o processo, além da curiosidade e pré-disposição dos alunos ouvintes em aprender a língua, o que foi positivo para as relações sociais do surdo. Esse estudo pode ser aplicado à alunos de qualquer nível educacional, podendo ajudar, inclusive, o aluno surdo que não tem um intérprete dedicado a seu dispor.

PALAVRAS-CHAVE: Realidade Aumentada. Catálogo. Libras. Língua Brasileira de Sinais

ABSTRACT

The purpose of this study, in addition to performing bibliographic researches on the subjects, is the development of a catalog of words or phrases from certain disciplines that through an application might be sent to videos that translate them to the Brazilian Sign Language by the use of Augmented Reality. The goal was to facilitate the learning of the deaf students and the Sign Language interpreter's task in the classroom, as well as the knowledge of the term (or word) by the teacher himself and fellow listeners. For the creation of the catalog, called Real Word, in addition to the Sign Language interpreter's and the creator of the auras (images of Augmented Reality), it was necessary the participation of teachers of the chosen disciplines (mathematics, financial mathematics and information systems) for the application , and the deaf student. It was observed a learning optimization in regard to the development of the terms in Sign Language that were applied during the process, as well as the curiosity and pre-disposition of the hearing students in learning Sign Language, which was positive for the social relations of the deaf. This study can be applied to students of any educational level, and may even help the deaf students who doesn’t have a dedicated interpreter at his or her disposal.

KEYWORDS: Augmented Reality. Catalog. Libras. Palavras chave em inglês. Brazilian Sign Language.

RESUMEN

Este estudio propone, además de realizar búsquedas bibliográficas sobre los temas, el desarrollo de un catálogo de palabras o frases de ciertas disciplinas que a través de una aplicación, sean remitidas, por el uso de la Realidad Aumentada, a videos que las traduzcan para la Lenguaje de Señas Brasileño. El objetivo era facilitar el aprendizaje de los estudiantes sordos y la tarea del intérprete de Lenguaje de Señas en el aula, así como el conocimiento del término (o palabra) por parte del propio profesor y colegas oyentes. Para la creación del catálogo, llamado Real Word, además del intérprete de Lenguaje de Señas y el creador de las auras (imágenes de Realidad Aumentada), fue necesaria la participación de los profesores de las disciplinas elegidas (matemática, matemática financiera y sistemas de información) para la aplicación, y el estudiante sordo.  Se observó una optimización del aprendizaje en lo que se refiere al desarrollo de los términos en lenguaje de señas se aplicaron durante el proceso, así como la curiosidad y predisposición de los estudiantes oyentes en el aprendizaje del Lenguaje de Señas, que fue positivo para las relaciones sociales del sordo. Este estudio se puede aplicar a estudiantes de cualquier nivel educativo, e incluso puede ayudar a los estudiantes sordos que no tienen un intérprete dedicado a su disposición.

PALAVRAS-CLAVE: Realidad Aumentada. Catálogo. Libras. Lenguaje de Señas Brasileño.

1 INTRODUÇÃO

A Educação especial no Brasil, já há algum tempo, tenta se ajustar às políticas públicas, principalmente por que o número de pessoas com alguma deficiência vem crescendo. De acordo com o Censo 2010, 14,5% da população brasileira são portadoras de alguma deficiência, desses, 166.400 mil se declararam surdas (BRASIL, 2010). Considera-se pessoa surda, o indivíduo que perdeu a audição ou nasceu sem ela, passando a compreender e interagir por meio de experiências visuais e comunica-se, principalmente pela Língua Brasileira de Sinais (Libras) (BRASIL, 2005), que é uma língua gestual. Nesse contexto, além de ser uma língua de extrema importância para a comunicação, a Libras é uma conquista em relação à inclusão social, cultural e educacional do surdo.

Sabe-se que o vocabulário de pessoas surdas é reduzido em comparação ao de ouvintes, tendo o canal visual como receptor de informações, este se torna o canal mais relevante para a construção de um vocabulário mais rico. De acordo com Carvalho (2011) além de o aluno conhecer a Libras, é preciso manter uma comunicação adequada com seus pares, para assim, ampliar tanto seu vocabulário quanto aproveitar as oportunidades de aprendizagem em relação à Lingua Portuguesa.

Apesar de Decreto 5.262 de dezembro de 2005 afirmar que as instituições federais são obrigadas a garantir às pessoas surdas acesso a um interprete desde a educação infantil até a superior (BRASIL, 2005), o país apresenta poucos profissionais capazes que estejam disponíveis para tal e, mesmo os que estão, enfrentam a dificuldade de comunicação quando entram em sala de aula com conteúdo mais técnico ou específico de uma área qualquer. Para superar essa dificuldade, pode-se usar Tecnologia Assistiva (TA) que são tecnologias usadas para auxiliar, aumentar, melhorar ou manter o desempenho funcional e as habilidades de indivíduos com algum tipo de deficiência (MELLO, 2005), no caso, indivíduos com surdez. A TA mantém como eixo principal a relação indivíduo e tecnologia e envolve tanto esses, quanto todo o processo e obtenção de conhecimento para prescrever, criar e escolher qual a tecnologia mais apropriada para cada caso (ROCHA; CASTIGLIONI, 2005). Acredita-se que a Realidade Aumentada (RA) é uma tecnologia que pode ser usada amplamente nesse contexto.                        

...

Baixar como (para membros premium)  txt (31.7 Kb)   pdf (2 Mb)   docx (2 Mb)  
Continuar por mais 31 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com