TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS CONTABILIDADE INTERNACIONAL

Por:   •  19/5/2014  •  1.077 Palavras (5 Páginas)  •  457 Visualizações

Página 1 de 5

Etapa 1 – AULA – TEMA: Perspectivas da contabilidade internacional adoção pela primeira vez das normas internacionais de relatórios financeiros –IFRS.

Esta atividade é importante para que você compreenda por que o modelo de contabilidade, que atendia às necessidades locais de cada país, deu lugar a um modelo que visa padronizar a contabilidade no mundo.

HISTÓRIA DA CONTABILIDADE

Vamos fazer uma viagem à fabulosa história da contabilidade, começando pela pré-história. O homem primitivo já usava a contabilidade para contar seus instrumentos de pescas e caça, mas foi na Mesopotâmia que foram encontrados os primeiros casos no qual o homem começava a registrar seu patrimônio que era a origem do diário.

Com o passar dos séculos surgem os povos egípcios foram ele os primeiros a desenvolver as trocas em bases monetárias com a expansão de seus comércios assim eles simplificaram os registros contábeis por símbolos.

Mais impérios nascem, crescem e morrem o tempo não para, na idade média os árabes trouxeram obras manuscritas de contabilidade que muito influenciou o comercio na Europa que floresceu nas cidades de Veneza, Pisa, Gênova e Florença. Os comerciantes precisavam de uma escrituração capaz de refletir os interesses dos credores e seus investidores e que era ao mesmo tempo útil nas suas relações com os consumidores a sistematização da contabilidade estava a caminho.

Assim a ciência e artes vão crescendo e o mundo deixando a idade das trevas surgindo o renascimento e com ele a figura de Luca Parcioli que dispõe o método das partidas dobradas, princípios contábeis que diz que todo lançamento a crédito numa conta faz com que surge outra conta, registrada a mesma importância a debito.

No ano de 1500, era descoberto o Brasil e com a instituição do governo geral chegaram os provedores da fazenda, com o desenvolvimento da colônia passaram regulamentar os princípios contábeis assim foram separados cargos e funções na administração fazendária.

Em Portugal 1770 foi baixada a lei que regulamentava o exercício da profissão contábil e a partir da vinda da família real para o Brasil iniciava se o ensino contábil em terras brasileiras. Em 1810 foi instalado a “Aula de Comercio da corte”. Novas escolas foram fundadas a partir de então desenvolvendo normas e métodos.

A mais antiga instituição profissional e cultural da ciência contábil que se tem noticia no Brasil é a “Associação dos guarda livros da corte” fundada em 18 de Abril de 1869 na cidade do Rio de janeiro.

Para chegarmos ao ponto que estamos hoje muitos anos se passaram. No século XX em 1905 os diplomas da “Academia de Comercio do Rio de Janeiro” e da “Escola Prática de Comercio de São Paulo” eram reconhecidos como oficiais.

Em 1924 realizava se no Rio de Janeiro o primeiro congresso brasileiro de contabilidade que foi enfático ao recomendar a aprovação de uma lei para regulamentar o exercício da profissão. Mais para chegar a este objetivo foi preciso uma grande luta. Assim finalmente o presidente Eurico Gaspar Dutra através do decreto lei 9295/46 reconhecia uma das profissões mais antigas do Brasil.

Há 3500 anos surgia o primeiro instrumento dos contadores composto por varetas e pequenas bolas, mas a versão chinesa de 2600 anos atrás foi a que acabou se tornando mais conhecida.

Já a primeira máquina auxiliadora de cálculo surgiu em 1642 e ao longo dos anos foi sendo aperfeiçoado até que em 1901 foi construída a famosa máquina Ellis, precursora da máquina de contabilidade. Em 1938 foi idealizado o primeiro modelo viável a ser industrializado, uma máquina de escrever chamada datilógrafo muito útil para quem a usava. Porém, com a chegada do computador, essas máquinas acabaram sendo substituídas por eles.

1 – A empresa contratante recebeu com surpresa as novas normas de contabilidade e quer entender por que o mundo adotou um modelo padrão de normas contábeis e por que o Brasil também aderiu a este modelo. Para tanto, solicita ao grupo um parecer que indique os fatos históricos que geraram essa necessidade, qual a estrutura por trás disso e quais os impactos positivos que trará para a empresa.

É de extrema relevância a normalização da contabilidade. A globalização fez com que as fronteiras geográficas desaparecessem surgindo a fronteira do conhecimento

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.2 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com