TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estudo Caso ATM

Por:   •  12/8/2014  •  1.209 Palavras (5 Páginas)  •  716 Visualizações

Página 1 de 5

Estudo de Caso – ATM

O fazendeiro Armando Tadeu Malaquias trabalha com duas culturas distintas: a agricultura através do plantio de cana-de-açúcar/soja e a pecuária através da criação de gado para corte.

Dentre essas duas atividades, a cana-de-açúcar/soja, por ser uma cultura semi permanente (tem um retorno do investimento mais rápido do que culturas permanentes como o cultivo da laranja, por exemplo) e ser realizada pela empresa já há alguns anos, tem sido extremamente lucrativa e tem financiado a atividade de criação de gado, atividade está que está sendo realizada há poucos anos e ainda é foco de muitos investimentos em compra de novilhas e também da estrutura para sua criação. A contabilidade da empresa é extremamente rigorosa e tem total controle das transações e do histórico do resultado para cada uma das atividades. Esse controle permite uma visão dos custos e despesas de cada processo que compõe as atividades realizadas, onde, por exemplo, pode-se conhecer o custo dos processos de tratamento do solo, plantio e colheita da cana-de-açúcar.

Para o ano de 20X4, o ATR, que é a base monetária definida mercadologicamente para que as usinas de açúcar de açúcar e álcool paguem a cana-de-açucar dos fazendeiros, tem uma tendência de queda muito grande. O reflexo desta queda é que a atividade de cana-de-açúcar seja deficitária em X4 e, por conseqüência, a empresa tenha um grande prejuízo no ano.

Frente a essa situação, o diretor geral das fazendas e os gestores das duas atividades se reuniram para implementar um plano de ação buscando alternativas para evitar ou ao menos minimizar esse resultado negativo em X4. Eles têm em mãos anos de histórico das duas atividades, mas não tem idéia de como esses dados podem auxiliá-los a resolver esse problema.

Dados adicionais:

a) a área de agricultura é constituída por 04 fazendas que tem como principais gastos:

Principais Despesas-Agricultura

43 – Salários (CF)

23 – Adubo e Fertilizante (CV)

24 – Defensivo (CV)

33 – Material Manut. (CF)

29 – Óleo Diesel (CV)

185 – Transporte Cana Terc. (CV)

34 – Serviço Manut. (CF)

54 – Serviço Terceirizado (CV)

181 – Sementes / Mudas (CV)

285 – Encargos sob Salários (CF)

66 – Benfeitorias (CF)

36 – Acessória / Consultoria (CF)

b) a área de pecuária é constituída por 03 fazendas que tem como principais gastos:

Principais Despesas-Pecuária

Aquisição Bezerros (CV)

43 - Salários (CF)

26 - Ração (CV)

Aquisição Novilha (CV)

305 - Parcerias Rurais (CV)

27 - Sal Mineral (CV)

29 - Óleo Diesel (CF)

83 - Frete (CV)

285 - Encargos (CF)

179 - Sêmen (CV)

33 - Material Manut. (CF)

182 - Vacina (CV)

66 - Benfeitoria (CF)

182 - Vacina (DV)

315 - Produto Veterin. (CV)

Pede-se:

1. Qual método de orçamento você escolheria e por quê?

O método escolhido foi o Orçamento Base Zero, nesse caso o ano anterior não pode ser usado como ponto de partida, outro detalhe é a questão do prazo de aplicação que pode ser de 12 meses com monitoramento a cada mês, ou a cada trimestre. Esses detalhes são importantes devido aos tipos de culturas trabalhadas que são semi permanentes, ou seja, o retorno é mais rápido.

Podemos afirmar que o Orçamento Base Zero é uma “remontagem” da peça orçamentária, que parte da necessidade de justificar a existência de cada despesa ou programa funcionando como ferramenta de redução ou adaptação das despesas,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com