TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O uso do alho (Allium sativum) no ambiente doméstico

Por:   •  5/4/2016  •  Projeto de pesquisa  •  1.864 Palavras (8 Páginas)  •  186 Visualizações

Página 1 de 8

[pic 1]

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS NATURAIS

TURMA 2014.2

DISCIPLINA:  BOTÂNICA

                                       DOCENTE: JEFFERSON ALMEIDA ROCHA

      ACADÊMICO: JARDEANE SANTOS DE FRANÇA

O uso do alho (Allium sativum) no ambiente doméstico

                                    JARDEANE   SANTOS DE FRANÇA

GRAJAÚ-MA

2015

Introdução

     Desde a antiguidade acredita-se nos benefícios que o alho traz para a saúde humana. As culturas egípcia, indiana, grega e romana tinham a visão de que o alho continha propriedades profiláticas e terapêuticas. O primeiro a descrever o efeito bactericida do alho foi Louis Pasteur. Atualmente se reconhece cientificamente que o alho previne e trata infecções patogênicas, câncer e doenças cardiovasculares, tornando-se uma das ervas medicinais mais utilizados no mundo (Educação ,2008)

        Dentre tantas espécies vegetais, o alho (Allium sativum) é considerado uma especiaria que pertence à família Liliaceae, que contém mais de 700 espécies, incluindo a cebola, o alho-poró, e a cebolinha (Brasil, 2005). O seu cultivo teve origem na Ásia Central e desde a antiguidade era utilizado como alimento ou remédio. No século XXI, o alho continua sendo muito pesquisado devido às qualidades nutricionais e terapêuticas (Mota et al., 2005).

         Allium sativum é uma planta herbácea, caracterizada por um bulbo (cabeça) dividido em dentes (bulbilhos). É um alimento funcional rico em alicina que possui ação antiviral, antifúngica e antibiótica, tem também, considerável teor de selênio agindo como antioxidante. Alguns compostos sulfurados presentes no alho possuem atividade hipotensora, hipoglicemiante, hipocolesterolêmica e antiagregante plaquetária, reduzindo o risco de doenças cardiovasculares. As demais substâncias encontradas no alho possuem atividade imunoestimulatória e antineoplásica (Corzo-Martínez et al., 2007). A ideia que determinados tipos de alimentos podem ser benéficos a saúde vem de longa data, sendo inclusive referida por Hipócrates, há 25 séculos. No entanto, a partir da década de 80, inicialmente no Japão e em seguida nos Estados Unidos e em vários países da    Europa começou–se a aceitar que a alimentação poderia exercer um papel na preservação e inclusive na melhoria da saúde das populações (SALGADO, 2001). Disto resultou um novo conceito de alimentos em nutrição o de ´´Alimentos Funcionais`` que está vinculada à ação dos alimentos em alguns sistemas biológicos (CUPPARI, 2002). Possui propriedades bactericidas, preventivo de doenças cardiovasculares, ótimo contra a hipertensão, seus efeitos são potencializados quando triturado ou cortado.  Pelo seu efeito bactericida extermina bactérias malignas do intestino, combate ao câncer gastrointestinal por impedir o crescimento das células cancerígenas. Fortalece o sistema imunológico como um todo, aumentando a resistência orgânica a infecções, fluidifica e desodoriza as secreções no caso de bronquite, tuberculose, diminui a tosse, provoca a expectoração.Pode ser utilizado também em ferimentos e cortes de prego enferrujado, espinhos, espetos de madeira e cacos de vidro, mordedura de bichos venenosos, promove a desintoxicação do sangue. 

JUSTIFICATIVA

        O alho (Allium sativum) apresenta características bem peculiares se deparando com o seu odor forte além de ser um tempero encontrado em qualquer cozinha, hoje em dia tem uma grande importância medicinal é um alimento rico em nutrientes, apresenta muitos benefícios a saúde. Ele pode ser usado no tratamento de diversas doenças.

       Raras são as pessoas que nunca experimentaram algum tipo de chá, muitas vezes por influencias de pessoas mais velhas, na esperança de suavizar uma dor de cabeça, uma gripe ou um mal-estar qualquer. Mas não menos raro são também, aquelas que conseguem obter resultados plenamente satisfatórios com o uso das plantas medicinais, pelo simples fato de não disporem de informações mais objetivas, capazes de proporcionar segurança na aplicação do método, ainda que caseiro, sem que uma dúvida paire no ar e sem colocar em risco a própria saúde. Os tão famosos chás caseiros, base da medicina na antiguidade, nunca deixaram de ser importantes, e ainda hoje, muito tem contribuído para o bem-estar e pela elevação da nossa qualidade de vida, quando fazemos bom uso de suas potencialidades.  Para as informações deste trabalho fui em busca de pessoas que de alguma forma utilizam o alho como medicamento caseiro. Conserva-se neste trabalho, uma visão essencialmente popular (inclusive em sua linguagem), um esforço para resgatar aspectos consistentes da sabedoria popular que necessita do moderno conhecimento científico para desenvolver pesquisas que com certeza, só virão a confirmar a eficácia dos ensinamentos dos antigos.  Desde de os tempos antigos que o alho vem sendo utilizado como medicamento caseiro na Grécia antiga o alho fazia parte da vida  dos guerreiros que além de alimento era aplicado nos ferimentos produzidos em combates.  Até Alexandre, O Grande, conquistador da Grécia e de grande parte do mundo conhecido na época também se utilizava dos benefícios dessa planta.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.5 Kb)   pdf (240.5 Kb)   docx (31.5 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com