TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Os Conflitos e Sociedade

Por:   •  27/7/2020  •  Ensaio  •  345 Palavras (2 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 2

Curso: Tecnólogo em Segurança Pública e Social

Disciplina: Conflitos e Sociedade

Data:  04/07/2020        Polo: São Gonçalo

Nome do aluno: Luciano Moreira Dittz

1º)

Para Georg Simmel, os conflitos sociais podem ser caracterizados como conflitos cooperativos e opositivos. Simmel trouxe o conceito de sociação para os estudos dos conflitos, esse conceito fez com que aproximasse o estudo social mostrando que divergencias e discordâncias geradoras de algum conflito são inerentes a contrução da nossa sociedade e pode ser vista de forma positiva em diversos aspectos como desenvolvimento de pensamento crítico e promoção da tolerância e autocompreenção.

2º)

Não está coerente, pois segundo Marx a sociedade capitalista vive em constante conflito de classes onde quem domina os meios de produção oprime a classe trabalhadora usando a mais-valia, alienação e outros meios de opressão.

2)

Émile Durkheim estudou a sociedade na ótica positivista buscando padrões que caracterizava regularidades nas interações sociais. Para Durkheim o crime atinge um espectro amplo de conceitos ligados a seus estudos, ele fere padrões estabelecidos por regras sociais, atinge a consciência coletiva que é um conjunto de conceitos ligados a leis e costumes destinados a proteger um bom funcionamento da sociedade que justifica a repressão judiciária e policial. Somente quando o crime for ligado a alguma lei que não corresponde a mais fatos sociais presentes que deve ser estudada mudanças para destipificar algum comportamento como crime.

3º)

Durkheim sob a ótica positivista saía do conceito de classe imposto nas obras de Marx. Durkheim analisava a sociedade como um organismo complexo dividido em fatos sociais, consciência coletivas entre outros conceitos. Já Marx analisa a sociedade principalmente na perspectiva do conflito de classes economicamente distintas e esse conflito é o que organizava todo o contexto da sociedade.

4º)

Compreendemos que a violência é qualquer atitude ou negligência dada por indivíduos, ou instituições que possam acarretar consequências para outra pessoa ou grupo gerando assim alguma imposição física,  psicológica ou material.

Vemos a violência coletiva e social do estado contra grupos marginalizados, isso por base da nossa herança autoritária e escravista, refletindo na criminalização da pobreza e legitimando a opressão de minorias pela polícia.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.4 Kb)   pdf (23 Kb)   docx (7.4 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com