TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

[Resenha] A Menina Que Não Sabia Ler - John Harding

Exames: [Resenha] A Menina Que Não Sabia Ler - John Harding. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  6/3/2014  •  930 Palavras (4 Páginas)  •  384 Visualizações

Página 1 de 4

1891. Nova Inglaterra. Em uma distante e escura mansão, onde nada é o que parece, a pequena Florence é negligenciada pelo seu tutor e tio. Guardada como um brinquedo, a menina passa seus dias perambulando pelos corredores e inventando histórias que conta a si mesma, em uma rotina tediosa e desinteressante. Até que um dia Florence encontra a biblioteca proibida da mansão. E passa a devorar os livros em segredo. Mas existem mistérios naquela casa que jamais deveriam ser revelados. Quem eram seus pais? Por que Florence sonha sempre com uma misteriosa mulher ameaçando Giles, seu irmão caçula? O que esconde a Srta. Taylor? E por que o tio a proibiu de ler? Florence precisa reunir todas as pistas possíveis e encontrar respostas que ajudem a defender seu irmão e preservar sua paixão secreta pelos livros - únicos companheiros e confidentes - antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas do mundo literário. Ou será que tudo isso não seria somente delírios de uma jovem com muita imaginação?

Título original: Florence and Giles

Autor: John Harding

Editora: Leya Brasil

Ano: 2010

Categoria: Suspense

Nota: 4/5

Eis um livro que realmente me surpreendeu! “A menina que não sabia ler” é aquele tipo de livro que definitivamente te dá fortes emoções. Seja ansiedade, diversão, empolgação pelo mistérios ou frustração por não ter suas perguntas respondidas, é do tipo que você ama ou odeia, e no final das contas a certeza é que essa obra te envolve e custa a sair da cabeça.

O livro conta a história de dois irmãos, Florence, de 12 anos, e Giles, de aproximadamente 8. Os dois são filhos de mães diferentes, e ficaram órfãos muito cedo, caindo, então, aos cuidados de um tio negligente que era contra a educação de mulheres, e que os deixava largados em uma propriedade interiorana aos cuidados dos criados. Florence é a narradora do livro, e uma menina muito inteligente. Aprendeu a ler sozinha e vive mergulhada nos livros e fazendo referencias mentais grandes clássicos a todo o momento. Ela é uma irmã super protetora, que tem como missão de vida cuidar e proteger seu irmãozinho, a quem considera um menino ingênuo e inocente ao extremo. E Giles é um super fofo, realmente encantador.

Ele começa muito morno (tipo, chato mesmo!), e até aproximadamente 1/3 estava devagar quase parando, com uma narrativa lenta e repetitiva que já estava me dando preguiça. Essa parte mostrando a rotina de Flor quando seu irmão vai para a escola, que se dividia entre ler escondido e esperar pelas visitas, a princípio indesejáveis, de seu novo vizinho, Theo Van Hoosier. Ela temia que seu frágil irmão sofresse abusos e bulliyng na escola, até porque ele era lento no aprendizado, então fica super feliz quando ele é enviado de volta, para se educado em casa, uma vez que ela acredita que a única forma de ele estar realmente seguro é ao seu lado.

Após a morte da primeira preceptora do menino, em um acidente no lago da propriedade onde moravam, chega a misteriosa Srta Taylor para ocupar o lugar, e então o livro toma fôlego e a história começa para valer. Com a antipatia óbvia da preceptora por Flor, e a certeza que Flor tinha de que ela era um

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.5 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com