TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Sociologia

Trabalho Escolar: Trabalho Sociologia. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  19/11/2013  •  3.171 Palavras (13 Páginas)  •  437 Visualizações

Página 1 de 13

Departamento de Ciências Humanas

Curso: Pedagogia / 1° período

Principais Teóricos da Sociologia

8 de abril de 2011

Principais Teóricos da Sociologia

Trabalho apresentado ao professor Stanley da disciplina de sociologia do curso de pedagogia.

8 de abril de 2011

Introdução

Trabalho pesquisado sobre os principais teóricos da sociologia: Alguste Comte, Karl Marx, Friedrich Engels e Emile Durkheim (Vida, obra, principais escritos, legado e contribuição para os dias atuais).

Auguste Comte

Filósofo e sociólogo francês (19/1/1798-5/9/1857). Fundador do positivismo, corrente filosófica que prega o método científico como única forma de chegar ao conhecimento. Nasce em Montpellier e muda-se para Paris em 1810. Ingressa na Escola Politécnica em 1814, mas é expulso dois anos depois por liderar um movimento de protesto. Volta para sua cidade natal, onde estuda medicina antes de retornar a Paris, para dar aulas. Nessa época, começa a escrever os primeiros artigos para os jornais e conhece o conde Claude-Henri Saint-Simon, um dos fundadores do socialismo na França, de quem se torna discípulo, influenciado pelas idéias de reorganização econômica da sociedade. Em 1824 rompe com Saint-Simon e trata de divulgar em palestras e ensaios sua própria teoria filosófica. Casa-se em 1825, mas é abandonado pela esposa no ano seguinte, o que o leva a um esgotamento nervoso. Restabelecido, publica os seis volumes de sua principal obra, Curso de Filosofia Positiva, entre 1830 e 1842. Entre 1851 e 1854, edita os quatro volumes de seus estudos sobre o Sistema de Política Positiva, que completam sua obra. Em 1856 publicou o primeiro volume de Síntese Subjetiva, projetada para abarcar quatro volumes, cada um a tratar de questões específicas das sociedades humanas: lógica, indústria, pedagogia, psicologia. Não pôde concluir a obra ao falecer, possivelmente de câncer, em 5 de setembro de 1857, em Paris.

Obras e principais escritos

• Opúsculos de Filosofia Social (1816-1828) (republicados em conjunto, em 1854, como apêndice ao volume IV do Sistema de política positiva)

• Curso de filosofia positiva, em 6 volumes (1830-1842) (em 1848 foi renomeado para Sistema de filosofia positiva)

• Discurso sobre o espírito positivo (1848)

• Discurso sobre o conjunto do Positivismo (1851) (Introdução geral ao Sistema de política positiva)

• Sistema de política positiva, em 4 volumes (1851-1854)

• Catecismo positivista (1852)

• Apelo aos conservadores (1855)

• Síntese subjetiva (1856)

• Correspondência, em 8 volumes (1816-1857)

Legado

O núcleo da filosofia de Comte radica na idéia de que a sociedade só pode ser convenientemente reorganizada através de uma completa reforma intelectual do homem. Com isso, distintingue-se de outros filósofos de sua época como Saint-Simon e Fourier, preocupados também com a reforma das instituições, mas que prescreviam modos mais diretos para efetivá-la. Enquanto esses pensadores pregavam a ação prática imediata, Comte achava que antes disso seria necessário fornecer aos homens novos hábitos de pensar de acordo com o esta¬do das ciências de seu tempo. Por essa razão, o sistema comteano estruturou-se em torno de três temas básicos. Em primeiro lugar, uma filosofia da história com o objetivo de mostrar as razões pelas quais uma certa maneira de pensar (chamada por ele filosofia positiva ou pensamento positivo) deve imperar entre os homens. Em segundo lugar, uma fundamentação e classificação das ciências baseadas na filosofia positiva. Finalmente, uma sociologia que, deter¬minando a estrutura e os processos de modificação da sociedade permitisse a reforma prática das instituições. A esse deve-se acrescentar a forma religiosa assumida pelo plano de renovação social, proposto por Comte nos seus últimos anos de vida.

Contribuição para os dias atuais

Desenvolveu o Positivismo corrente sociológico, é um dos fundadores da sociologia. Comte, como pai da sociologia positivista adquiriu conhecimento dedicando ao estudo científico das sociedades, deu suporte ao homem a trilhar o caminho para a encontrada organização social e política. Caracterizou as sociedades, como constantes evoluções sociais. Desta idéia deriva a frase em nossa bandeira brasileira “Ordem e Progresso”

Karl Marx

Economista, filósofo e socialista alemão, Karl Marx nasceu em Trier em 5 de Maio de 1818 e morreu em Londres a 14 de Março de 1883. Estudou na universidade de Berlim, principalmente a filosofia hegeliana, e formou-se em Iena, em 1841, com a tese Sobre as diferenças da filosofia da natureza de Demócrito e de Epicuro. Em 1842 assumiu a chefia da redação do Jornal Renano em Colônia, onde seus artigos radical-democratas irritaram as autoridades. Em 1843, mudou-se para Paris, editando em 1844 o primeiro volume dos Anais Germânico-Franceses, órgão principal dos hegelianos da esquerda. Entretanto, rompeu logo com os líderes deste movimento, Bruno Bauer e Ruge. Em 1844, conheceu em Paris Friedrich Engels, começo de uma amizade íntima durante a vida toda. Foi, no ano seguinte, expulso da França, radicando-se em Bruxelas e participando de organizações clandestinas de operários e exilados. Ao

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com